Questões sobre Geral da ESAG

Normalmente, a notícia encaminhada por um assessor de imprensa de órgão público ou de empresa privada não tem boa receptividade em redação de veículo de comunicação de massa, em função de a maioria dos jornalistas que trabalham em veículos de comunicação de massa entender que o papel de buscar informação é do repórter e não do jornalista- assessor. Contudo, há outras correntes divergentes, como a que se posiciona em favor do release. Escolha abaixo a alternativa que favorece os veículos de imprensa e que reduz a divergência entre essas correntes:

  • A.

    O release deve ser guardado para fechar um espaço do jornal, telejornal ou radiojornal na ausência de outra notícia.

  • B.

    O veículo de comunicação, ao receber um release, deve ter a preocupação com a conseqüência: se publicá-lo, com certeza a organização, que o enviou, pode contemplá-lo com publicidade.

  • C.

    Qualquer release que chega a uma redação de jornal, TV, rádio ou de outro veículo deve ter um destino: o lixo.

  • D.

    O release deve ser interpretado como uma fonte de informação e, por isso, precisa ser lido, analisado e, se aproveitado, enriquecido.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Tem sido comum a preocupação de jornais, televisão e rádio de enaltecer na notícia a presença de celebridades. Por exemplo: se um Ministro de Estado preside a inauguração de uma nova usina nuclear, a sua presença ganha mais destaque do que a própria usina. Assim, a imprensa tem tido mais olhos para enxergar artistas, modelos, jogadores consagrados e outros, em detrimento dos fatos relacionados à presença dessas celebridades. Veja, abaixo, qual a alternativa que mais se identifica com a missão de um repórter:

  • A.

    Se Pelé está inaugurando a primeira de uma série de escola de futebol no morro, basta conseguir uma entrevista exclusiva com o maior jogador do mundo e ignorar integralmente o acontecimento

  • B.

    Basta entender que a celebridade presente é que constitui a notícia, motivo pelo qual o destaque da reportagem deve ser dado a ela, a celebridade.

  • C.

    O repórter deve produzir um fato novo, desvinculado do acontecimento, para aproveitar a presença de personagens importantes, embora tenha sido destacado para cobrir a comemoração da mais antiga escola do Maranhão.

  • D.

    Sem ignorar a presença de pessoas importantes, é necessário olhar o fato sob a ótica da causa e efeitos de sua realização, ficando atento aos seus desdobramentos.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A WEB tornou-se o meio mais avançado de processamento de dados, informação e de conhecimento. E os veículos de comunicação de massa já utilizam esse meio de forma a não perder a velocidade da notícia no seu compromisso diário com a sociedade. Indique, abaixo, quais os veículos que utilizam a WEB.

  • A.

    Rádio, revista e jornal.

  • B.

    Revista, jornal e televisão.

  • C.

    Jornal, rádio, televisão e revista.

  • D.

    Rádio e jornal.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O jornalista, independente da empresa onde trabalha tem o compromisso com a informação. E, para isso, precisa corresponder às expectativas do leitor ou do ouvinte em relação à notícia que produziu. Escolha uma das opções abaixo que se identifique melhor com o papel do jornalista.

  • A.

    O texto produzido para um jornal impresso deve ser o mesmo utilizado em telejornal ou radiojornal.

  • B.

    O jornalista deve se limitar ao que a fonte lhe informou, sem se preocupar com as interfaces da notícia.

  • C.

    O jornalista, na produção de uma notícia, precisa preocupar-se em não deixar dúvida que possa suscitar perguntas do leitor ou ouvinte. Para isso, é necessário sempre responder às perguntas já conhecidas: por quê, onde, o quê, quem, como, para que, quando...

  • D.

    Um texto romanceado é o mais apropriado para sensibilizar os leitores ou ouvintes.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Escolha, entre as alternativas abaixo, a que define melhor as atribuições de um profissional de Relações Públicas:

  • A.

    Não faz muito tempo em que um profissional de relações públicas cuidava apenas de atividades cerimoniais. Hoje, o seu papel é mais abrangente, respondendo pela integração social de uma organização bem como pela sua relação com o público externo.

  • B.

    O profissional de relações públicas é o profissional mais importante da estrutura de comunicação de uma organização.

  • C.

    O profissional de relações públicas responde pela assessoria de comunicação de uma organização, além de cuidar das atividades de secretaria.

  • D.

    O relações públicas divide com o jornalista a estrutura da comunicação interna de uma organização, além da relação com a imprensa.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

As fontes de informações formam a base da produção dos veículos de comunicação de massa. Como devem os jornalistas se comportar diante das fontes? Escolha uma das alternativas abaixo:

  • A.

    O repórter deve confiar na fonte, sem precisar buscar comprovação.

  • B.

    A primeira preocupação do jornalista é duvidar sempre da fonte, buscando outras fontes para comprovar a veracidade da informação.

  • C.

    Se não houver confiança do repórter, a fonte pode omitir informações, motivo pelo qual deve o jornalista confiar sem motivo para alimentar dúvidas ou discórdia.

  • D.

    Com uma fonte exclusiva, o jornalista tende a crescer em sua empresa, mesmo sabendo que corre risco.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Com o digitalização da fotografia, os jornais e revistas conseguem dar maior velocidade ao seu processo de elaboração e fechamento. O papel, em que os editores se espelhavam para escolher a melhor foto, está com seus dias contados, enquanto que o ampliador já está a caminho do museu. Contudo, a fotografia continuará a ser uma peça essencial à ilustração e documentação de um fato noticiado, motivo pelo qual não perderá a sua importância no contexto do jornalismo, sem levar em conta o seu valor no cinema e na publicidade. Escolha entre as opções abaixo a que melhor se enquadra na realidade resumida acima:
  • A.

    Pela sua importância, a fotografia continuará a justificar a presença de um editor (de fotografia) na definição das imagens que compõem as matérias nos jornais e revistas.

  • B.

    A tecnologia está tão avançada que produzir uma foto não exige mais técnica e nem profissionais especialistas.

  • C.

    Com as facilidades da digitalização e a pressa de fechamento dos jornais e revistas, o editor de fotografia já é uma função extinta, cabendo ao repórter de texto escolher a melhor imagem.

  • D.

    A autoria de fotografia deixará de existir com as avenidas que se rompem no mundo virtual para se exibir imagens a qualquer instante.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Para Philip Kotler, marketing é a arte de descobrir oportunidades, desenvolve-las e lucrar com elas. Em seu livro "Marketing para o século XXI", Kotler cita o seguinte provérbio anônimo: "Existem três tipos de empresas: as que fazem as coisas acontecerem, as que ficam observando o que acontece e as que ficam se perguntando o que aconteceu.

  • A.

    O texto de um assessor de imprensa não pode ser marketizado, sob pena de estar produzindo uma peça publicitária. Contudo, é necessário trabalhar em conjunto com assessoria de marketing para contribuir à performance da organização junto ao seu público externo, principalmente os clientes, sem fugir ao seu papel de trabalhar com a informação.

  • B.

    Dentro de uma organização pública ou privada o jornalista deve ser igualmente um publicitário.

  • C.

    O jornalista deve produzir todos os seus textos jornalísticos, a serem distribuídos à imprensa, sob a orientação da assessoria de marketing, para ajudar a vender a imagem da organização.

  • D.

    O jornalista deve ignorar, por completo, o marketing, sob pena de ser tachado de "jornalista publicitário".

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A tecnologia industrial aumenta substancialmente a produção das empresas, tornando o mercado extremamente competitivo, tanto em nível de preços quanto de serviços. Na comunicação de massa, novos mecanismos são criados para cada vez mais induzir o cidadão ao consumo. Assim, o SER humano perde espaço para o TER. Comprar, consumir para se ter o status de cidadão-consumo. E o jornalista, na cobertura de fatos ou na produção de texto, acaba igualmente mergulhando na roda-vida da moda e de outros indicadores de consumo. Escolha abaixo a alternativa que apresenta o perfil do jornalista profissional mais indicado nesse contexto acima descrito:

  • A.

    O jornalista que não acompanhar a evolução do marketing, está condenado a não sobreviver.

  • B.

    O jornalismo é uma profissão que não pode fugir ao compromisso social de estimular o consumo, para que o crescimento econômico esteja sempre em alta.

  • C.

    Em qualquer circunstância, o jornalista não pode perder de vista a sua visão humana, de forma a estar sempre comprometido com a preservação dos valores da vida, com a ética e com os princípios que norteiam a sociedade.

  • D.

    O jornalista, independente de observar sempre a questão ética, não pode ignorar que o consumismo é a coqueluche do mundo moderno e que, por isso, deve nortear a sua produção de reportagem e de texto.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Edgar Morin, em seu livro "Para sair do Século XX", página 41, coloca que "a informação que resolve uma incerteza pode eliminar uma preocupação e tranqüilizar; a informação que traz uma surpresa pode, pelo contrário, preocupar e provocar a incerteza sobre nossa aptidão de conceber a realidade". Assim, a censura, por exemplo, funciona de forma a dar prioridade às informações tranqüilizadoras. E como fica o jornalista no exercício da sua profissão? Escolha a melhor alternativa abaixo:

  • A.

    A censura faz parte do cotidiano do jornalista.

  • B.

    O jornalista exerce no seu dia-a-dia a autocensura, desobrigando-se da responsabilidade de fazer a notícia acontecer.

  • C.

    O compromisso com a verdade desobriga o jornalista de mensurar o grau de preocupação que a informação possa causar. A certeza que precisa ter é a de que a sua informação está amparada na ética e nas leis da sociedade.

  • D.

    O jornalista, antes de produzir a notícia, deve consultar o seu chefe se a sua publicação é garantida. Caso contrário, nem começa a redigi-la.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: