Questões de Artes da FGV

Nesse contexto de globalização, o patrimônio cultural arquitetônico é visto como:

  • A. uma monumentalização do passado e dos valores nacionais;
  • B. um contrapeso às tendências homogeneizadoras da integração global;
  • C. um resgate do legado estético dos grandes nomes da arquitetura brasileira;
  • D. uma oportunidade econômica para beneficiar uma classe social;
  • E. uma preservação da memória do país inserida na tradição do Ocidente.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Com base no texto e nas imagens, a opção que identifica corretamente um princípio do readymade nelas incorporado é:

  • A. superação do realismo na arte, com correspondências entre o mundo objetivo e seus significados simbólicos;
  • B. produção de sensações e percepções visuais a partir das condições de luz e dos contrastes cromáticos;
  • C. apropriação de objetos comuns, sem um valor estético específico, refuncionalizados como obras de arte;
  • D. utilização de materiais de baixo custo, com o intuito de eliminar as barreiras sociais entre a arte e o povo;
  • E. mitificação dos objetos pela sociedade de consumo, com incorporação do imaginário popular.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O Samba de Roda do recôncavo baiano é uma mistura de música, dança, poesia e festa, tendo constituído uma das principais matrizes do samba brasileiro.

Em 2005, essa manifestação cultural foi incluída pela Unesco na sua III Declaração de Obras-Primas do Patrimônio Imaterial da Humanidade, porque:

  • A. expressa formas de comunicação artísticas enraizadas no cotidiano das comunidades afrodescendentes do recôncavo, reapropriadas como elementos identitários;
  • B. reúne o conjunto documentado das tradições musicais-coreográficas do recôncavo baiano, através de partituras que remontam ao período colonial;
  • C. documenta línguas e dialetos africanos próprios de grupos formadores da sociedade brasileira;
  • D. atualiza e torna tangíveis sítios das comunidades quilombolas da região do recôncavo, conservando tradições culturais e africanas no Brasil;
  • E. preserva o acervo dos bens históricos e etnográficos das populações de origem africana formadoras da sociedade do açúcar do recôncavo baiano.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Nesse trecho, a descrição da atuação social do grupo Olodum relaciona identidades culturais com políticas afirmativas.

Essa afirmação é:

  • A. correta, porque a valorização de uma tradição cultural étnica brasileira permite usar sua musicalidade para debater a discriminação de determinados grupos humanos;
  • B. correta, desde que se considere o uso das expressões corporais afros como meio para afirmar a superioridade cultural dos afrodescendentes;
  • C. correta, quando se considera o uso estratégico de sua expressão rítmico-percussiva a serviço do mercado fonográfico;
  • D. incorreta, porque a eliminação do racismo é pré-condição para uma afirmação cultural identitária das populações afro-brasileiras;
  • E. incorreta, quando se associa a luta pelos direitos civis e humanos e a responsabilidade social com o entretenimento cultural.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A opção que descreve corretamente a renovação no cinema brasileiro dos anos 1950-1960, exemplificada pelos dois filmes referidos nos cartazes, é:

  • A. trata-se de filmes associados a um "cinema autoral", com produções de baixo orçamento;
  • B. são exemplos de produções cinematográficas que tematizam aspectos da cultura popular;
  • C. empregam atores não profissionais para dar vida ao caipira ingênuo e ao simples homem do campo;
  • D. usam a linguagem cinematográfica para abordar questões políticas e fazer denúncia social;
  • E. trazem mudanças estéticas, como o uso de longas sequências, para registrar a realidade como se apresentava.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A respeito das representações artísticas da paisagem urbana de Salvador, é correto afirmar que:

  • A. a obra I privilegia os monumentos arquitetônicos representativos da elite tradicional de Salvador;
  • B. a obra II representa de forma sombria o panorama urbano, em consonância com a cultura visual do romantismo;
  • C. as obras I e II destacam a religiosidade e os costumes do cotidiano soteropolitano;
  • D. a obra I produz uma síntese poética e geometrizada do cenário citadino avistado pelo mar;
  • E. as obras I e II foram elaboradas para públicos segmentados, em sintonia com os ideais do industrialismo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A presença iorubá na Bahia produziu uma rede cultural própria, baseada nas tradições étnicas africanas e readaptada ao contexto da sociedade escravista colonial. Os cantos, os grupos de trabalho, as juntas de alforria, as práticas religiosas e lúdicas funcionavam como estratégias de sobrevivência e resistência dos escravos africanos. O principal espaço dessa rede simbólico-cultural é o terreiro de candomblé jeje-nagô, denominado egbé.

Com base no texto, a afirmativa que caracteriza corretamente o papel desempenhado pelo egbé na construção da identidade cultural brasileira é:

  • A. o terreiro de candomblé foi um espaço institucionalizado pela elite escravista para legitimar seu domínio;
  • B. a comunidade litúrgica do terreiro, através da música e da dança, criou um espaço festivo de distração para os escravos;
  • C. o egbé foi um espaço sincrético de fusão das tradições folclóricas portuguesas, africanas e ameríndias;
  • D. o terreiro foi uma arena para as disputas entre os diferentes grupos étnicos africanos rivais misturados nas senzalas;
  • E. o egbé foi um espaço de coesão e sobrevivência culturais da população negra de extração iorubá.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A prática da capoeira, criminalizada pelo Código Penal republicano por mais de meio século, tornou-se patrimônio cultural do Brasil em 2008, exemplificando um processo de:
  • A. marginalização racial;
  • B. apropriação musical;
  • C. ressignificação social;
  • D. mestiçagem religiosa;
  • E. exclusão simbólica.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Entre o Governo de Otávio Mangabeira (1947-1951) e o golpe militar de 1964, ocorreram importantes iniciativas no campo das políticas culturais na Bahia, como exemplificado:
  • A. pela recepção do programa modernista, acolhido na Bahia na Escola de Belas Artes e na Academia de Letras da Bahia;
  • B. pelo reconhecimento da diversidade cultural do Estado como fator econômico de desenvolvimento do turismo;
  • C. pela valorização da baianidade, mediante os festivais de música com grande participação da juventude universitária;
  • D. pela atuação do educador Anísio Teixeira como Secretário de Educação e Saúde, criando o Departamento de Cultura;
  • E. pelas reformas no patrimônio histórico da capital baiana, com destaque para o Pelourinho e o Teatro Castro Alves.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Nessas obras, Jorge Amado e Pierre Verger ressaltam como característica da Bahia e do Brasil:

  • A. o conflito social;
  • B. a ortodoxia religiosa;
  • C. o sectarismo regional;
  • D. a mestiçagem cultural;
  • E. o misticismo primitivo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: