Questões sobre Medicina do Trabalho

Os achados mais comuns nas polineuropatias metabólicas ou tóxicas decorrem do comprometimento axonal distal seguido de desmielinização segmentar. A perda da sensibilidade ao toque é manifestação comum da neuropatia periférica. As cau-sas ocupacionais das neuropatias periféricas incluem, EXCETO:
  • A. Deficiência de tiamina na exposição a sílica livre.
  • B. Exposição a agentes neurotóxicos, como metais pesados, solventes orgâni-cos, pesticidas, a radiação ionizante e o frio.
  • C. Movimentos repetitivos podem causar lesão nos nervos periféricos por com-pressão externa ou interna.
  • D. Trabalho com vibração, como na utilização de martelos e marteletes pneu-máticos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Paciente de 30 anos, há 8 anos trabalha em abastecimento de caminhões, com uso de tiras largas nos ombros para o transporte de peso, e frequente exigência de elevação de objetos pesados acima da altura do ombro. Queixa de dor escapu-lar, comprometimento de movimentos e força de abdução e rotação externa do braço. Deve ser considerada como hipótese diagnóstica:
  • A. Compressão do nervo supraescapular.
  • B. Lesão do nervo ulnar.
  • C. Síndrome do canal de Guyon.
  • D. Síndrome do pronador redondo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Considerando que o IBMP - Índice Biológico Máximo Permitido é o valor máximo do indicador biológico para o qual se supõe que a maioria das pessoas ocupacio-nalmente expostas, não corre risco de danos à saúde, e que a ultrapassagem desse valor significa exposição excessiva, NÃO é correto afirmar:
  • A. Para as operações com CADMIO, como exemplo nas atividades ocupacionais que envolvem trabalho em execução de revestimentos metálicos (galvaniza-ção): indicador biológico - dosagem urinaria de Cadmio / metodologia de Es-pectrofotometria de Absorção Atômica o IBMP é de 50ug/g creatinina.
  • B. Para as operações com Etil-Benzeno, como exemplo nas atividades ocupaci-onais em instalações petroquímicas: indicador biológico - dosagem urinária de Ácido Mandélico / método Cromatografia Líquida de Alto Desempenho o IBMP é de 1000 mg/g creatinina.
  • C. Para as operações com CROMO, como exemplo nas atividades ocupacionais na fabricação de cimento: indicador biológico - dosagem urinaria de Cromo / metodologia de Espectrofotometria de Absorção Atômica o IBMP é de 30ug /g creatinina
  • D. Para as operações com FLÚOR, como exemplo nas atividades ocupacionais na fabricação de ladrilhos, telhas, cerâmica, cimento, vidro, esmalte, fibra de vidro: indicador biológico - dosagem urinaria de Fluoreto / método Eletrodo Íon Seletivo o IBMP é de 3 mg/g creatinina no início da jornada e 10 mg/g creati-nina no final da jornada.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A Leptospirose é uma zoonose ubiquitária causada por uma espiroqueta patogê-nica do grupo Leptospiracea, cuja apresentação clínica é variável, com formas as-sintomáticas ou leves até quadros graves, que se manifestam com icterícia, he-morragias, anemia, insuficiência renal, comprometimento hepático e meningite. Em relação à leptospirose é CORRETO afirmar:
  • A. A leptospirose deve ser considerada como doença relacionada ao trabalho, do GRUPO I da Classificação de Schilling, posto que as circunstâncias ocupaci-onais da exposição à leptospira são consideradas como mandatórias, no con-junto de fatores associados com a etiologia desta doença infecciosa.
  • B. A leptospirose não é uma doença de notificação compulsória nacional, de acordo com a Portaria nº 104, de 25 de janeiro de 2011.
  • C. A leptospirose relacionada ao trabalho tem sido descrita em trabalhadores que exercem atividades em contato direto com águas contaminadas, como nos tra-balhos efetuados dentro de minas, túneis, galerias e esgoto; em cursos d’água e drenagem; em contato com roedores e com animais domésticos; na prepa-ração de alimentos de origem animal.
  • D. O período de incubação é sempre superior a um mês e a gravidade da infecção depende da dose infectante, mas não da variedade sorológica da leptospira.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Considere a identificação e avaliação das condições de risco ocupacionais. Em relação aos agentes físicos e respectivas situações de exposição, NÃO é correto afirmar:
  • A. Pressão atmosférica anormal: trabalhos em tubulões de ar comprimido.
  • B. Radiações ionizantes: serviços de saúde, utilização de raios-X industrial, solda elétrica.
  • C. Radiações não ionizantes: manuseio de radares.
  • D. Ruído e vibrações: utilização de martelos e marteletes pneumáticos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em doenças relacionadas ao trabalho, de acordo com a classificação proposta por Schilling - Grupo I em que o trabalho constitui causa necessária, NÃO é correto afirmar:
  • A. Em homens ocupacionalmente expostos ao chumbo, a radiações ionizantes ou a fontes de calor excessivo de origem ocupacional, a infertilidade é sempre considerada como doença relacionada ao trabalho.
  • B. Em trabalhadores ocupacionalmente expostos a aminas aromáticas, a cistite aguda (não bacteriana), excluídas outras causas não ocupacionais, pode ser considerada como doença relacionada ao trabalho.
  • C. Em trabalhadores ocupacionalmente expostos a solventes halogenados ou ao mercúrio inorgânico, a insuficiência renal aguda, excluídas outras causas não ocupacionais, deve ser considerada como doença relacionada ao trabalho.
  • D. Em trabalhadores ocupacionalmente expostos ao chumbo inorgânico, a insu-ficiência renal crônica, excluídas outras causas não ocupacionais, deve ser considerada como doença relacionada ao trabalho.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
As hepatites aguda e subaguda são formas comumente reconhecidas como de etiologia ocupacional. Podem ocorrer por exposição maciça e única às hepatotoxi-nas de forma acidental ou por exposição repetida por vários dias ou semanas. Em relação às hepatites aguda e subaguda, NÃO é correto afirmar:
  • A. A hepatite química aguda por solventes é parte do acometimento de múltiplos sistemas, com envolvimento importante dos sistemas nervoso central e uriná-rio. O período de latência pode variar de 1 a 2 dias (tetracloroetileno) até vários meses (trinitrotolueno).
  • B. Na intoxicação por arsênio, pode ocorrer lesão hepatotóxica, com apareci-mento de febre, exantema cutâneo, artralgias, eosinofilia.
  • C. O tetracloreto de carbono, utilizado como anti-helmíntico, dissolvente, extintor de incêndio e desengraxante, exerce sobre o fígado ação tóxica absoluta.
  • D. Uso de medicamentos como, por exemplo, sulfonamidas; penicilina clorotetra-ciclina, isoniazida, fenobarbital, fenilhidantoína, clorpromazina, paracetamol podem se relacionar com desenvolvimento de hepatite e o efeito hepatotóxico estará sempre relacionado às doses administradas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em relação a Síndrome do Túnel do Carpo:

I. É a síndrome caracterizada pela compressão do nervo mediano em sua passagem pelo canal ou túnel do carpo.

II. Está associada a tarefas que exigem alta força e/ou alta repetitividade, observando-se que a associação de repetitividade com frio aumenta o risco.

III. As exposições ocupacionais consideradas mais envolvidas com o surgi-mento do quadro incluem flexão e extensão de punho repetidas, principal-mente se associadas com força, compressão mecânica da palma das mãos, uso de força na base das mãos e vibrações.

IV. O quadro inicial caracteriza-se por queixas de sensação de formigamento (hipoestesia) na mão, dor e parestesia em área do nervo mediano (pole-gar, indicador, médio e metade radial do anular), que podem aumentar na vigência de exigências do trabalho semelhantes às supracitadas, descon-forto que pode se irradiar até os ombros.

V. Os sintomas são predominantemente diurnos e melhorando à noite, com repouso.

VI. Os testes de Phalen, Phalen invertido, Tinel são úteis na caracterização clínica dos sintomas.

VII. Exclui a patologia em questão a diminuição da força de preensão e de pinça (polegar – indicador).

Está CORRETO apenas o que se afirma em:

  • A. I, II e III.
  • B. I, V e VI.
  • C. III e V.
  • D. I, II, III, IV e VI.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A síndrome nefrítica aguda é caracterizada por alterações inflamatórias difusas no glomérulo, que se manifestam, clinicamente, pelo início abrupto de hematúria e proteinúria leve e, frequentemente, hipertensão, edema e azotemia. A síndrome nefrítica aguda mais comum é a glomerulonefrite pós-estreptocócica. Em medicina ocupacional, a síndrome nefrítica aguda pode se correlacionar com intoxicação ocupacional aguda por qual dos agentes abaixo?
  • A. Chumbo ou seus compostos tóxicos.
  • B. Fósforo ou seus compostos tóxicos.
  • C. Hidrocarbonetos alifáticos halogenados.
  • D. Manganês e seus compostos tóxicos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em relação à Tenossinovite de De Quervain (tenossinovite do estiloide radial), NÃO é correto afirmar:
  • A. Resulta da constrição da bainha comum dos tendões do abdutor longo e do extensor curto do polegar.
  • B. Ocorrência mais frequente em mulheres em grupos populacionais acima de 40 anos de idade e tem sido associada a exposições ocupacionais que exigem movimentos repetitivos de polegar, pinça de polegar associada à flexão, ex-tensão, rotação ou desvio ulnar repetido do carpo, principalmente se associ-ado com força, polegar mantido elevado e/ou abduzido durante atividades (po-legar alienado) e uso prolongado de tesouras.
  • C. Geralmente é bilateral, com dor à palpação no processo estiloide e trajeto de tendões que aumenta com extensão e abdução do polegar em contra resis-tência.
  • D. A Manobra de Finkelstein é um teste que, ao exame clínico, na maioria das vezes, provoca dor intensa na base do polegar, na altura do processo estiloide radial.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: