Questões de Administração da FUNCERN

A relação entre educação e trabalho, vista sob uma perspectiva economicista, é amplamente discutida na Teoria do Capital Humano

De acordo com o construto que dá sustentáculo à essa teoria,

  • A. o aumento da produção, em decorrência do aumento do tempo de trabalho realizado, prescinde de qualquer alteração na qualificação dos trabalhadores.
  • B. a principal preocupação, do ponto de vista macroeconômico, é a análise dos nexos entre os avanços educacionais e o desenvolvimento econômico de um país.
  • C. o capital cultural, traduzido nas ações pedagógicas, reproduz a cultura dominante e as relações de poder de um determinado grupo social.
  • D. a axiologia educacional transcende ao saber e ao fazer e se impõe como hermenêutica pedagógica, para interpretar as intencionalidades educativas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
São características do mundo do trabalho toyotista:
  • A. produção em larga escala, acordos coletivos e forte representação sindical, vínculos empregatícios estáveis e controle externo do trabalho.
  • B. aumento do desemprego estrutural, precarização do trabalho, fragilização dos vínculos coletivos, maior qualificação dos trabalhadores e aumento da competitividade.
  • C. gerência despótica do trabalho, fabrico contínuo e artesanal e conhecimento sobre o processo do trabalho pertencente ao trabalhador.
  • D. produção autogestionária, consumo responsável, cooperativismo e sustentabilidade econômica e social.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

No setor produtivo, dois princípios se apresentam como aspectos estruturantes da modernização organizacional: I - descentralização; e II - a redução de níveis hierárquicos.

No âmbito das políticas educacionais brasileiras, as implicações equivalentes a cada um desses princípios são:

  • A. I - superação do tecnicismo; e II - a consolidação do Plano Nacional de Educação.
  • B. I - municipalização da educação; e II - democratização da gestão educacional.
  • C. I - criação dos conselhos escolares; e II - elaboração do Projeto Político-Pedagógico.
  • D. I - gerencialismo na administração pública; e II - subordinação da educação ao mercado.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O termo divisão do trabalho refere-se às diferentes formas que os seres humanos, ao viverem em sociedades históricas, produzem e reproduzem a vida. O termo possui variações relacionadas a diferentes fenômenos sociais de acordo com as formas de produzir bens e serviços necessários à vida.

Nesse sentido, a divisão manufatureira do trabalho refere-se à divisão.

  • A. do trabalho em distintos ofícios realizados simultaneamente por cada trabalhador no interior de uma sociedade, sendo uma característica do modo capitalista de produção.
  • B. de uma especialidade produtiva em numerosas operações limitadas de modo que o produto do trabalho resulte de uma grande quantidade de operações executadas por trabalhadores distintos, especializados em cada tarefa.
  • C. da produção no cenário mundial entre os trabalhadores de países desenvolvidos e subdesenvolvidos, na qual os primeiros realizam o trabalho intelectual e os segundos realizam o trabalho manual.
  • D. de funções entre os trabalhadores em conformidade com suas aptidões naturais e sociais, visando a ampliação da produção e do lucro.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
No cenário da reestruturação produtiva, o perfil formativo requerido é abalizado pela ênfase
  • A. na formação do homem em todas as suas dimensões de integralidade, com vistas à formação de base politécnica.
  • B. no trabalhador disciplinado para cumprir ordens, regras, horários e comandos e no desenvolvimento de habilidades psicomotoras.
  • C. na capacidade de memorização e de repetição de instruções sequenciais, na acuidade visual e na força física.
  • D. no trabalhador flexível, polivalente e adaptável e no aperfeiçoamento da vinculação entre escola e mercado de trabalho.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A avaliação de resultados é uma das atividades fundamentais no trabalho do produtor cultural, pois
  • A. ao longo da execução de um projeto cultural, uma série de ações podem ser bem-sucedidas e outras não, sendo essencial identificar o que deu certo e o que deu errado.
  • B. é o momento em que a equipe se dividirá a partir da avaliação de suas competências, visando o sucesso do projeto.
  • C. quando reconhecemos os sucessos de um projeto, é possível elaborarmos um modelo que será aplicável em todas as ações futuras.
  • D. é o momento de apresentar ao patrocinador todos os equívocos ocorridos na gestão e execução do projeto.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O PDCA ou Ciclo de Deming é um sistema de gestão adotado em várias organizações voltadas para o esporte e o lazer. Exemplo disso, é o Programa Aventura Segura, implementado pelo Ministério do Turismo em parceria institucional com o SEBRAE Nacional e executado pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (ABETA), que, ao estabelecer um Sistema de Gestão da Segurança, toma como referencia o PDCA. O sistema tem por princípio tornar mais claros e ágeis os processos envolvidos na execução da gestão.

Sobre o PDCA ou Ciclo de Deming aplicado a programas de lazer, afirma-se:

I. O planejamento é primeira etapa do PDCA; é momento de antecipar as necessidades e as medidas necessárias para que as atividades esportivas e de lazer se desenrolem de maneira plena. Na fase de planejamento se identifica o que afeta cada atividade e os procedimentos estabelecidos para uma ação efetiva.

II. A avaliação que identifica a eficácia, eficiência, as dificuldades e as oportunidades de melhoria de um programa de lazer é fase final do ciclo do PDCA.

III. O Ciclo PDCA, em um programa de qualidade de vida no trabalho, é composto das seguintes etapas: Planejamento das ações, diagnóstico da realidade, Agir participativo e Implementação das ações.

IV. Após a avaliação de um programa de lazer surge a oportunidade de melhoria, a oportunidade de partir para a Ação revendo o planejamento, propondo mudanças ou a continuidade de procedimentos e controles que vêm dando certo. Essa é a ultima etapa do PDCA e que realimenta o processo de Gestão do programa, que de forma cíclica dá início a uma nova etapa de planejamento.

Dentre as características elencadas acima, correspondem aos pressupostos do PDCA aqueles elencados nos itens

  • A. II e III.
  • B. I e IV.
  • C. III e IV.
  • D. I e II.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Para que um gestor cultural seja bem-sucedido, é necessário que ele desenvolva determinadas competências gerenciais. São consideradas competências gerenciais
  • A. o desenvolvimento de estratégias criativas e de uma autoridade baseada na hierarquia verticalizada e linear.
  • B. o autogerenciamento e a tomada de decisões conforme as necessidades dos stakeholders internos e externos.
  • C. a abstração do tempo cronológico dos projetos e a capacidade de diagnóstico, análise da situação e de pensamento crítico.
  • D. o autogerenciamento e a capacidade de trabalhar sem haver a necessidade de compartilhamento de informações com os stakeholders.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
São diversos os tipos de organizações no campo da cultura. Nesse cenário, uma organização é considerada do tipo linear quando
  • A. apresenta formato piramidal, em decorrência da centralização da autoridade no topo da organização e da autoridade linear de cada superior em relação aos subordinados.
  • B. proporciona o máximo de especialização nos seus diversos órgãos ou cargos, o que permite que cada órgão ou cargo concentre-se total e unicamente sobre seu trabalho e sua função.
  • C. desenvolve comunicações diretas, sem intermediação, mais rápidas e menos sujeitas a distorções de transmissão.
  • D. descentraliza as decisões, delegando-as aos órgãos ou cargos especializados que possuam conhecimento necessário para melhor implementá-las.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Considerando o processo de elaboração de projetos culturais, objetivos são diferentes de metas porque
  • A. os objetivos determinam o que deve ser realizado em termos singulares e mensuráveis no prazo estabelecido e as metas determinam alvos gerais e amplos a serem alcançados.
  • B. os objetivos têm um prazo mais curto para serem concretizados e as metas, um prazo mais longo, podendo até ser indefinido.
  • C. os objetivos determinam os alvos gerais e amplos a serem alcançados e as metas determinam o que deve ser realizado em termos singulares e mensuráveis no prazo estabelecido.
  • D. os objetivos não dependem da aceitação dos funcionários para serem colocados em prática, já as metas implicam na aceitação e no comprometimento formal do funcionário.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: