Questões de Medicina de Pediatria

 /   /   /  Pediatria

Pesquise mais Questões de Medicina de Pediatria abaixo,

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

Assinale a opção correta a respeito de linfomas, seu prognóstico, sua distribuição e suas peculiaridades histológicas.

a) A maioria dos casos de linfomas não Hodgkin, na fase avançada da doença, tem manifestações clínicas de natureza gastrointestinal, neurológica e da medula óssea.
b) Apesar de avanços diagnósticos e terapêuticos significantes, o prognóstico grave, com baixa sobrevida, para crianças acometidas por linfomas não Hodgkin se mantém.
c) A etiologia de linfoma não Hodgkin em crianças é de natureza unicamente genética.
d) Os linfomas não Hodgkin correspondem à forma menos frequente entre os casos registrados de linfoma em crianças e adolescentes.
e) O linfoma de Burkitt é subtipo raro de linfoma não Hodgkin.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

Acerca de diabetes, seus sintomas, diagnósticos, tratamentos e da expectativa de vida, assinale a opção correta.

a) Apesar de o déficit de insulina não ser absoluto em pacientes com diabetes melito do tipo 2, eles necessitam de ministração de insulina para sobreviver.
b) O início do diabetes melito do tipo 1 ocorre geralmente após os 15 anos de idade.
c) Poliúria e polidipsia são manifestações clínicas comuns em pacientes com diabetes melito do tipo 2.
d) Crianças portadoras de diabetes melito do tipo 2 desenvolvem frequentes episódios de cetoacidose.
e) As crianças não diabéticas têm esperança de vida dez anos maior que aquelas com diabetes melito do tipo 1.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

A principal função da glândula tireoide é a síntese da triiodotironina e da tiroxina, hormônios indispensáveis à normalidade de funcionamento do organismo humano em todas as faixas etárias. A síntese desses hormônios é o único papel reconhecidamente fisiológico do iodo. Para assegurar essa síntese indispensável ao organismo humano, o tecido tireoidiano tem a capacidade de captar, transportar e concentrar o iodo no lúmen do folículo tireoidiano.


Ainda em relação ao assunto de que trata o texto, assinale a opção correta.

a) Em crianças, o bócio adquirido tem, na maioria dos casos, origem no hipotireodismo, embora alguns tenham origem hipertireoidismo.
b) O hipertireoidismo é bem mais frequente em meninas que em meninos.
c) A doença de Graves, comumente associada ao hipertireoidismo na criança, é de causa viral.
d) Contrariamente a crianças com hipotireoidismo, as que têm hipertireoidismo têm ótimo desempenho escolar.
e) Os sinais clínicos mais precoces de hipertireoidismo na criança podem ser distúrbios emocionais acompanhados por hiperatividade motora.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

A principal função da glândula tireoide é a síntese da triiodotironina e da tiroxina, hormônios indispensáveis à normalidade de funcionamento do organismo humano em todas as faixas etárias. A síntese desses hormônios é o único papel reconhecidamente fisiológico do iodo. Para assegurar essa síntese indispensável ao organismo humano, o tecido tireoidiano tem a capacidade de captar, transportar e concentrar o iodo no lúmen do folículo tireoidiano.


Tendo como base o texto apresentado, assinale a opção correta no que concerne às doenças provocadas pelo mau funcionamento da tireoide.

a) O retardo no desenvolvimento ósseo é radiograficamente detectável logo após o nascimento, em 60% das crianças com hipotireoidismo congênito.
b) Em imagem radiológica, a sela túrcica de lactentes com hipotireoidismo congênito se mostra geralmente reduzida em diâmetro e com formato achatado.
c) O tratamento a ser recomendado para o hipotireoidismo na criança é a ministração endovenosa semanal de levotiroxina.
d) Os níveis de colesterol sérico geralmente estão abaixo do normal em crianças com mais de dois anos de idade que tenham hipotireoidismo congênito.
e) A variedade mais comum de hipotireoidismo hereditário é a ectopia tireoidiana.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

A principal função da glândula tireoide é a síntese da triiodotironina e da tiroxina, hormônios indispensáveis à normalidade de funcionamento do organismo humano em todas as faixas etárias. A síntese desses hormônios é o único papel reconhecidamente fisiológico do iodo. Para assegurar essa síntese indispensável ao organismo humano, o tecido tireoidiano tem a capacidade de captar, transportar e concentrar o iodo no lúmen do folículo tireoidiano.


Considerando o assunto abordado no texto acima, assinale a opção correta no que se refere à tireoide, aos hormônios e às doenças relacionadas a essa glândula.

a) Os níveis séricos do TSH têm baixa sensibilidade para indicar hipotireoidismo primário.
b) A maioria dos casos de hipotireoidismo congênito é de natureza hereditária.
c) O hormônio tireoidiano aumenta o consumo de oxigênio, estimula a síntese proteica e influencia os fenômenos de crescimento e o desenvolvimento.
d) O hormônio estimulante da tireoide (TSH) é glicoproteína sintetizada pelo hipotálamo anterior.
e) A tiroxina T4 é hormônio minimamente ligado a proteína.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

Grandes desafios terapêuticos são enfrentados pela antibioticoterapia em crianças, uma vez que grande parte dos antibióticos utilizados não foi testada nem corretamente dosificada para uso na infância. Em função disso, toda cautela relativa à dose e aos efeitos tóxicos desses medicamentos precisa ser mantida, considerando ainda que o diagnóstico microbiológico é guia essencial para a decisão terapêutica mais segura. Apesar disso, tratar infecções com base apenas em diagnóstico clínico é prática que prevalece na área pediátrica, o que representa empirismo a ser revisto sempre que possível. Considerando essas informações, assinale a opção correta.

a) Em caso de abscesso estafilocócico não drenado ou na presença de corpo estranho que esteja causando lesão, a antibioticoterapia com altas doses de penicilina garante cura da infecção na maioria das situações.
b) O espectro de ação terapêutica dos antibióticos do grupo macrolídeos inclui infecção urinária por bactérias gramnegativas.
c) O uso de inibidor da betalactamase combinado à penicilina no tratamento de infecções em crianças não inibe os efeitos do mecanismo de resistência bacteriana ao antibiótico.
d) Trimetropina e sulfonamidas são agentes que exercem efeito bactericida por meio de inibição da síntese bacteriana de folato.
e) As cefalosporinas de primeira geração são utilizadas para tratamento de infeções na pele e nas partes moles causadas por cepas de Staphylococcus aureus e Streptococcus do grupo A suscetíveis ao antibiótico

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

O câncer em crianças é diferente do câncer em adultos, no que se refere ao prognóstico, à distribuição e às peculiaridades histológicas. As formas mais comuns dessa doença em crianças são: leucemia linfoblástica aguda e linfomas, aproximadamente 40% dos casos; tumores do sistema nervoso, cerca de 30% dos casos; e sarcomas e tumores embrionários, perto de 10% dos casos. Os tumores de órgãos como pulmões, cólon, mamas e próstata são mais comuns na idade adulta. No primeiro ano de vida, os tumores embrionários –– como nefroblastoma (tumor de Wilms), retinoblastoma, rabdomiossarcoma e meduloblastoma –– são os

mais frequentes.


Ainda com base nas informações do texto apresentado, assinale a opção correta.

a) O maior número de casos de neuroblastoma em crianças tem localização torácica.
b) O neuroblastoma é um tumor que pode se desenvolver em qualquer sítio anatômico em que haja tecido do sistema nervoso simpático.
c) As metástases do neuroblastoma em crianças ocorrem mais frequentemente no pulmão.
d) A presença de imagens calcificadas em resultados de exames de raios X simples ou de tomografia computadorizada de massa abdominal é sugestiva de tumor de Wilms.
e) Para fazer o diagnóstico de neuroblastoma nas crianças, a média de idade é 10 anos.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

O câncer em crianças é diferente do câncer em adultos, no que se refere ao prognóstico, à distribuição e às peculiaridades histológicas. As formas mais comuns dessa doença em crianças são: leucemia linfoblástica aguda e linfomas, aproximadamente 40% dos casos; tumores do sistema nervoso, cerca de 30% dos casos; e sarcomas e tumores embrionários, perto de 10% dos casos. Os tumores de órgãos como pulmões, cólon, mamas e próstata são mais comuns na idade adulta. No primeiro ano de vida, os tumores embrionários –– como nefroblastoma (tumor de Wilms), retinoblastoma, rabdomiossarcoma e meduloblastoma –– são os

mais frequentes.


Em relação às informações apresentadas no texto acima, assinale a opção correta.

a) Diferentemente do câncer do adulto, os tumores da criança não se relacionam com mecanismos genéticos.
b) No momento do diagnóstico de câncer, as metástases já estão presentes na maioria dos adultos e praticamente ausentes na criança.
c) A exposição a radiações ionizantes e a agentes quimioterápicos diversos está na gênese da maioria de casos de tumores na criança.
d) Crianças portadoras de neurofibromatose têm alto risco de desenvolver schwanomas e feocromocitomas.
e) Pacientes pediátricos com hepatite-B não apresentam risco de desenvolver carcinoma hepatocelular.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

O pediatra deve trabalhar com elevado grau de suspeita de imunodeficiências, de modo que elas sejam diagnosticadas precocemente, para que o tratamento seja instituído antes de surgirem lesões irreversíveis. Por exemplo, casos de febres ou infecções recorrentes na criança, que representem dilemas diagnósticos de difícil solução. Crianças com manifestação clínica de alguma doença imune, ou que apresentem infecções de etiologia rara, sejam crônicas ou recorrentes, requerem avaliação ampla de sua imunidade. A partir dessas informações, assinale a opção correta.

a) Candidíase muco-cutânea, de morbidade elevada, é expressão de hepatopatias autoimunes.
b) Na criança portadora de deficiência de anticorpos, as infecções são mais graves que naquelas que apresentam deficiência de linfócitos-T.
c) A síndrome de Wiskott Aldrich se caracteriza por trombocitose e plaquetas de diâmetro aumentado.
d) A agamaglobulinemia ligada ao cromossoma X se associa à diminuição de hormônio tireoidiano.
e) A deficiência dos componentes C6, C7 e C8 do complemento frequentemente se relaciona a quadro de meningite recorrente por bactéria do grupo Neisseria.

CESPE - SESA - ES - Médico Pediatra - 2013
Medicina / Pediatria

Um dos problemas mais comuns de saúde pública, amplamente difundido no planeta, é a salmonelose. Essa doença é transmitida por alimentos contaminados e afeta milhões de indivíduos com expressivo grau de mortalidade. Duas bactérias, a Salmonella typhimurium e a Salmonella typhi, são responsáveis pelas ações patogênicas que desencadeiam os quadros mórbidos correspondentes.
Esses agentes microbianos podem causar duas síndromes clínicas na espécie humana, incluindo crianças e adolescentes. A primeira é a gastroenterite, geralmente benigna, não complicada, frequentemente associada à Salmonella typhimurium; a segunda é a doença chamada febre tifoide, que provoca comprometimento

sistêmico e é desencadeada pela cepa Salmonella typhi. Nos dois casos, a combinação de bases clínicas sólidas e a identificação do agente microbiano envolvido são indispensáveis ao correto diagnóstico, ao tratamento, e às medidas preventivas cabíveis.


Ainda a respeito do assunto e nas informações apresentadas no texto, assinale a opção correta.

a) A perfuração intestinal na criança acometida por febre tifoide se traduz clinicamente por queda brusca da frequência do pulso, hipertensão arterial e ausência de rigidez abdominal.
b) A sensibilidade diagnóstica de hemoculturas para identificar a Salmonella typhi é geralmente baixa, por causa do uso ilimitado de antibióticos: prática comum em muitos países.
c) A resistência aos antibióticos, amplamente empregados na cura de doenças provocadas pelas salmonelas, mantém baixa frequência em casos de febre tifoide.
d) A febre tifoide é doença que depende unicamente da virulência do agente bacteriano, mas não da predisposição causada por características do hospedeiro, como sua imunidade.
e) O teste de Widal, que mede os anticorpos contra os antígenos O e H da Salmonella typhi, tem alta sensibilidade, mas baixa especificidade.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.