Questões sobre Estado, sociedade civil e proteção social

No que tange ao arcabouço legal da política de saúde e de assistência social, julgue os itens que se seguem. O projeto privatista e o projeto da reforma sanitária foram projetos políticos que estabeleceram disputa na área da saúde, nos anos 90 do século passado, apresentando diferentes exigências para o serviço social.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Julgue os itens a seguir, referentes aos direitos de cidadania e à questão social e suas formas de enfrentamento. A superação da injustiça social se dá de forma eficiente somente com a junção de dois fatores: a garantia dos direitos previstos na legislação social vigente e o crescimento econômico do país.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Segundo Menegasso (2001), muitas mudanças vêm ocorrendo no contexto das organizações empresariais, seja pelo processo de reestruturação produtiva seja pela modernização organizacional. Tais mudanças são marcadas pelo investi-mento na área social e, além de gerarem novos espaços de pesquisa e de produ-ção de conhecimento, demandam atenção do Serviço Social. O balanço social e a Social Accountability (S.A.) 800 são indicadores desse investimento que as em-presas vêm fazendo na área social, o qual é denominado como
  • A. Investimento social.
  • B. Organização social.
  • C. Responsabilidade social.
  • D. Transformação social.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Analise as afirmativas que seguem, relativas ao processo de reestruturação pro-dutiva do capital.

I. As mudanças nas empresas capitalistas, que vêm sendo observadas no Brasil desde os anos de 1980, são determinadas pela nova dinâmica de acumulação do capital e respondem à necessidade de integração a um mercado cada vez mais competitivo e globalizado.

II. As profundas mudanças que ocorreram ao longo do processo de reestruturação do capital afetaram diversas áreas das empresas capitalistas, exceto aquelas relativas à organização da produção e aos processos de trabalho.

III. O processo de reestruturação produtiva, observado no país desde os anos de 1980, imprime novos requisitos aos trabalhadores, modificam as condições de inserção no mercado de trabalho e rebatem nos mecanismos de proteção social.

IV. As profundas alterações que marcaram as empresas capitalistas brasileiras restringem as frentes de trabalho para o/a Assistente Social, cujo exercício profissional se limita à gestão de Recursos Humanos.

Estão CORRETAS, apenas, as afirmativas:

  • A. I e III.
  • B. I e IV.
  • C. II e III.
  • D. II e IV.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
No que se refere ao Serviço Social, a década de 1980 se caracteriza pela negação do conservadorismo profissional e por um movimento de explicitação da dimensão política da profissão. No âmbito profissional, a perspectiva que marca esse período denomina-se como:
  • A. Fenomenológica.
  • B. Intenção de Ruptura do Serviço Social.
  • C. Modernizadora.
  • D. Reatualização do Conservadorismo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Conhecer a realidade para intervir é um pressuposto relevante na prática dos assistentes sociais. Desenvolver uma postura investigativa e vinculada ao projeto profissional da profissão requer do profissional:
  • A. visão sistêmica da realidade; mediação de conflitos entre instituição e usuários; e apropriação crítica do conhecimento.
  • B. visão global da dinâmica social concreta; mediações que vinculam o problema com as expressões gerais assumidas pela questão social e pelas politicas sociais; e apropriação crítica do conhecimento existente sobre o problema específico com o qual se ocupa.
  • C. apreensão da questão social como fruto das relações de poder existentes na relação Estado e sociedade, dela decorrendo a desigualdade social; apropriação crítica da realidade dos sujeitos e da problemática objeto da demanda; e posicionamento em defesa da igualdade de oportunidades.
  • D. apreensão da relação de identidade entre teoria e prática; escolha crítica do objeto de investigação; e mediação entre a demanda apresentada e os recursos existentes para sua resposta.
  • E. posicionamento crítico quanto às demandas institucionais; apreensão da relação de identidade entre teoria e pratica; e mediações de conflito visando minimizar os conflitos sociais.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O enfrentamento à crise capitalista tem bases no desmonte dos direitos sociais, tendo em vista que o argumento do ideário neoliberal para a crise são os gastos estatais com a garantia de direitos, sobretudo universais e focalizados. Garantir direitos sociais universais exige:
  • A. crescimento econômico, com ampliação do papel do Estado, para a distribuição mais equitativa da riqueza socialmente produzida.
  • B. fortalecimento das relações sociais mediadas pela relação capital/trabalho e ampliação do papel do Estado nas políticas econômicas e sociais.
  • C. ampliação do papel do Estado e maior investimento público em bens e serviços, além do fortalecimento das lutas sociais.
  • D. investimento público em bens e serviços e ampliação da parceria público/privado na efetivação das políticas sociais.
  • E. enfrentamento do desemprego, garantia dos direitos trabalhistas e intervenção nos principais problemas sociais, como a exclusão social e a pobreza.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Na atualidade, a crise e mundialização do capital sustenta-se em três pilares fundamentais e necessariamente articulados. Esses três pilares são:
  • A. ofensiva contra o trabalho e suas formas de organização e luta; reestruturação produtiva; contrarreforma do Estado.
  • B. fortalecimento do Estado no processo de intervenção social e econômica; manutenção do pacto fordista keynesiano; flexibilização do trabalho.
  • C. readequação do modelo fordista de produção; contra-hegemonia do Estado; ofensiva contra o trabalho e suas formas de organização e luta.
  • D. fortalecimento do pacto fordista keynesiano; perda de direitos trabalhistas; omissão do Estado nas políticas sociais.
  • E. reestruturação produtiva; ênfase no capital produtivo; readequação dos direitos trabalhistas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A contrarreforma do Estado atingiu a efetivação de saúde como direito universal, com destaque para:
  • A. restrição dos serviços públicos de saúde e nas ações de prevenção e promoção da saúde, inviabilizando a intersetorialidade.
  • B. restrição do financiamento público, dicotomia entre ações curativas e preventivas, rompendo com a concepção de integralidade.
  • C. redução do financiamento público, diminuição das ações de vigilância sanitária e epidemiológicas e cortes de verba para fomentar estudos na área de saúde.
  • D. redução de investimento em tecnologia e no fomento à pesquisa, bem como das ações no âmbito do controle social.
  • E. cortes dos gastos para fomento às ações de saúde, redução da capacitação e educação continuada, rompendo com o trabalho em rede.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Os parâmetros para a atuação de assistentes sociais na saúde têm como finalidade referenciar a intervenção dos profissionais de serviço social na área da saúde. São grandes eixos de atuação na saúde, EXCETO:
  • A. atendimento direto aos usuários.
  • B. investigação, planejamento e gestão.
  • C. mobilização, participação e controle social.
  • D. implementação, execução e avaliação de projetos.
  • E. assessoria, qualificação e formação profissional.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: