Questões sobre Lei nº 9.394/1996 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB da ESAG

No que se refere às finalidades do Ensino Médio da Lei de Diretrizes e Bases da Educação que define as linhas mestras do ensino, leia as proposições abaixo:

I. O desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o domínio da leitura, da escrita e do cálculo.

II. A preparação básica para o trabalho e a cidadania do educando.

III. O aprimoramento do educando como pessoa humana, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico.

IV. A compreensão dos fundamentos científicos tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática.

Analisadas a proposições, assinale a alternativa correta:

  • A.

    Somente a proposição I é verdadeira.

  • B.

    Apenas a proposição I é falsa.

  • C.

    Todas as proposições são falsas.

  • D.

    Somente as proposições II e III são verdadeiras.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em relação à educação profissional na LDB 9394/96, assinale a alternativa correta:

  • A.

    A difusão do conhecimento sistematizado como possibilidade de aperfeiçoamento profissional.

  • B.

    A promoção da cultura e do espírito criativo para desenvolver metodologias de avaliação.

  • C.

    A educação profissional deverá ser integrada as diferentes formas de educação, ao trabalho, a ciência e a tecnologia de modo a permitir o desenvolvimento permanente das aptidões para o ingresso na vida produtiva.

  • D.

    O domínio de técnicas que permitam a progressão sistemática para o ensino científico.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

No que se refere às finalidades do Ensino Médio da Lei de Diretrizes e Bases da Educação que define as linhas mestras do ensino, leia as proposições abaixo:

I. O desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o domínio da leitura, da escrita e do cálculo.

II. A preparação básica para o trabalho e a cidadania do educando.

III. O aprimoramento do educando como pessoa humana, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico.

IV. A compreensão dos fundamentos científicos tecnológicos dos processos produtivos, relacionando a teoria com a prática.

Analisadas a proposições, assinale a alternativa correta:

  • A.

    Somente a proposição I é verdadeira.

  • B.

    Apenas a proposição I é falsa.

  • C.

    Todas as proposições são falsas.

  • D.

    Somente as proposições II e III são verdadeiras.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

De acordo com a LDB 9394/96, art.9 os currículos do ensino fundamental e médio devem ter:

  • A.

    Uma base comum e uma parte diversificada.

  • B.

    Uma parte científica e outra técnica.

  • C.

    Uma base diferenciada e outra cultural.

  • D.

    Uma base nacional e uma parte profissional.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A prática da avaliação no cotidiano escolar requer um trabalho de cooperação entre professores e alunos. Sobre avaliação, assinale a única alternativa que não apresenta um princípio que a traduz.

  • A.

    A avaliação não pode ser considerada um ato pedagógico isolado, mas sim um ato integrado com todas as outras atividades pedagógicas: enquanto se ensina se avalia ou enquanto se avalia se ensina.

  • B.

    Como instrumento de avaliação, a prova nada prova caso não seja utilizada para consolidar os pontos positivos e superar os pontos fracos de toda e qualquer etapa do processo ensino-aprendizagem.

  • C.

    Avaliar é a fase final do processo de ensino-aprendizagem em que se deve constatar, diagnosticar, analisar, interpretar, tomar decisões e reorganizar a maneira de trabalhar o conteúdo, já que ele é elemento substancial dos recursos cognitivos a serem mobilizados para a construção de uma competência.

  • D.

    A abordagem por competência inscreve as duas funções da avaliação: uma que exige a confiança e outra que opõe avaliador e avaliado em situações cooperativas, o que sugere outro clima de trabalho.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A prática da avaliação no cotidiano escolar requer um trabalho de cooperação entre professores e alunos. Sobre avaliação, assinale a única alternativa que não apresenta um princípio que a traduz.

  • A.

    A avaliação não pode ser considerada um ato pedagógico isolado, mas sim um ato integrado com todas as outras atividades pedagógicas: enquanto se ensina se avalia ou enquanto se avalia se ensina.

  • B.

    Como instrumento de avaliação, a prova nada prova caso não seja utilizada para consolidar os pontos positivos e superar os pontos fracos de toda e qualquer etapa do processo ensino-aprendizagem.

  • C.

    Avaliar é a fase final do processo de ensino-aprendizagem em que se deve constatar, diagnosticar, analisar, interpretar, tomar decisões e reorganizar a maneira de trabalhar o conteúdo, já que ele é elemento substancial dos recursos cognitivos a serem mobilizados para a construção de uma competência.

  • D.

    A abordagem por competência inscreve as duas funções da avaliação: uma que exige a confiança e outra que opõe avaliador e avaliado em situações cooperativas, o que sugere outro clima de trabalho.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A prática da avaliação no cotidiano escolar requer um trabalho de cooperação entre professores e alunos. Sobre avaliação, assinale a única alternativa que não apresenta um princípio que a traduz.

  • A.

    A avaliação não pode ser considerada um ato pedagógico isolado, mas sim um ato integrado com todas as outras atividades pedagógicas: enquanto se ensina se avalia ou enquanto se avalia se ensina.

  • B.

    Como instrumento de avaliação, a prova nada prova caso não seja utilizada para consolidar os pontos positivos e superar os pontos fracos de toda e qualquer etapa do processo ensino-aprendizagem.

  • C.

    Avaliar é a fase final do processo de ensino-aprendizagem em que se deve constatar, diagnosticar, analisar, interpretar, tomar decisões e reorganizar a maneira de trabalhar o conteúdo, já que ele é elemento substancial dos recursos cognitivos a serem mobilizados para a construção de uma competência.

  • D.

    A abordagem por competência inscreve as duas funções da avaliação: uma que exige a confiança e outra que opõe avaliador e avaliado em situações cooperativas, o que sugere outro clima de trabalho.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

De acordo com os Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Profissional de Nível Técnico, o foco central da educação profissional transfere-se dos conteúdos para as competências. Assinale a alternativa verdadeira: sobre competências é verdadeiro afirmar que:

  • A.

    A abordagem curricular por competências exclui as disciplinas já que seu tratamento é feito pela inter e transdisciplinaridade.

  • B.

    A competência caracteriza-se, essencialmente, pela condição de alocar, eficaz e eficientemente, saberes cognitivos, psicomotores e socioafetivos como recursos ou insumos, por meio de esquemas mentais adaptados e flexíveis, em ações próprias de um contexto profissional específico.

  • C.

    Na abordagem por competência, o foco passa a ser o ensinar, competência do professor, no papel de mediador que estimula o uso de novas tecnologias, na busca constante de informações pertinentes e relevantes ao conteúdo que está desenvolvendo.

  • D.

    A aquisição de competências profissionais, na perspectiva da laboralidade, facilita a mobilidade entre as múltiplas atividades produtivas e pode ser apontada como uma possível solução para o problema do desemprego.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Assinale a alternativa que ESTÁ EM DESACORDO com as Diretrizes Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico.

  • A.

    Do técnico será exigida, predominantemente, uma educação mais ampla e polivalente, centrada no conceito por competências, que não requer uma escolaridade básica muito sólida, pois ela pode ser recuperada ao longo da formação

  • B.

    Após o ensino médio, a rigor, tudo é educação profissional. A diferença fica por conta do nível de exigência das competências e da qualificação dos egressos, da densidade do currículo e respectiva carga horária.

  • C.

    Os princípios que regem as diretrizes nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico incluem a articulação com o ensino médio bem como aqueles referentes aos valores estéticos, políticos e éticos comuns à educação básica.

  • D.

    A organização curricular profissional de nível técnico deverá observar alguns princípios específicos, dentre os quais estão o atendimento às competências para a laboridade e a atualização permanente dos cursos e currículos.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Segundo a LDB (9394/96) a formação de profissionais da educação tem como um dos grandes fundamentos:

  • A.

    O predomínio da teoria no processo de formação dos profissionais da educação.

  • B.

    A associação entre teoria e prática, inclusive, mediante a capacitação em serviço.

  • C.

    O aproveitamento de pessoas não habilitadas no exercício do magistério, para o ensino fundamental.

  • D.

    A valorização da prática docente.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: