Questões sobre Geral

O sistema financeiro é composto por um conjunto de instituições financeiras, públicas e privadas, e seu órgão normativo máximo é o Conselho Monetário Nacional (CMN). Algumas das principais atribuições do CMN são:

I - regular a constituição e o funcionamento das instituições financeiras, bem como zelar por sua liquidez;

II - acionar medidas de prevenção ou correção de desequilíbrios econômicos, surtos inflacionários etc;

III - regulamentar, sempre que julgar necessário, as taxas de juros, comissões e qualquer outra forma de remuneração praticada pelas instituições financeiras;

IV–- fomentar e reequipar os setores da economia por meio de várias linhas de crédito;

V - ter o monopólio das operações de penhor.

Estão corretos APENAS os itens

  • A.

    I e IV

  • B.

    II e V

  • C.

    I, II e III

  • D.

    I, II e IV

  • E.

    II, III e V

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

No que se refere ao direito financeiro e econômico, julgue os itens seguintes.

Considere a seguinte situação hipotética.

Determinado estado federado, necessitando de recursos para a realização de seus serviços públicos essenciais, alugou um dos prédios de sua propriedade e, concomitantemente, instituiu tributo de sua competência.

 Nessa situação, a receita oriunda da locação do imóvel constitui receita originária e a segunda, tributária, receita derivada.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Segundo a Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964, a receita tributária é classificada como:

  • A.

    receita originária.

  • B.

    receita derivada

  • C.

    receita originária, somente quando se referindo a taxas.

  • D.

    receita derivada, somente quando se referindo a débitos não inscritos em Dívida Ativa

  • E.

    receita originária, somente quando se referindo a débitos não inscritos em Dívida Ativa.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Acerca do princípio constitucional-orçamentário da exclusividade é correto afirmar que:

  • A.

    veda a inclusão no orçamento de dispositivos estranhos à estimativa de receitas e à determinação de despesas, excetuando-se a autorização para créditos suplementares e operações de crédito.

  • B.

    permite a inclusão no orçamento, desde que a Lei de Diretrizes Orçamentárias autorize, de dispositivo estranho à estimativa de receitas e à determinação de despesas.

  • C.

    previsto nas Constituições Brasileiras anteriores, não se apresenta, de qualquer forma, previsto na atual Constituição Brasileira

  • D.

    veda a inclusão no orçamento de dispositivos estranhos à estimativa de receitas e à determinação de despesas, desautorizada qualquer exceção.

  • E.

    determina que o orçamento deverá limitar-se a um único exercício financeiro.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O princípio constitucional-orçamentário da nãoafetação de receitas alcança:

  • A.

    impostos, taxas, contribuições de melhoria e contribuições especiais.

  • B.

    taxas, contribuições de melhoria e contribuições especiais.

  • C.

    impostos e taxas.

  • D.

    contribuições de melhoria e contribuições especiais.

  • E. impostos
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

São estágios que compõem o procedimento de realização das despesas públicas:

  • A.

    empenho, liquidação, ordem de pagamento e pagamento.

  • B.

    empenho, configuração, ordem de precatório e pagamento.

  • C.

    empenho, limitação, inclusão e precatório.

  • D.

    empenho, diretriz, ordem de pagamento e precatório.

  • E.

    inclusão, motivação, destinação e empenho

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Sobre os precatórios não é correto afirmar que:

  • A.

    é obrigatória a inclusão no orçamento de verba necessária ao pagamento de débitos que resultem de sentenças transitadas em julgado.

  • B.

    sendo apresentados até o dia 1º de julho, deverão ser pagos até o final do exercício seguinte.

  • C.

    excetuam-se da ordem cronológica de apresentação para pagamentos, os créditos de natureza alimentícia.

  • D.

    excetuam-se da ordem cronológica de apresentação para pagamentos, as obrigações definidas em lei como de pequeno valor.

  • E.

    as dotações orçamentárias próprias serão consignadas ao Poder Executivo, que, mediante requerimento específico, as repassará ao Poder Judiciário.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Os créditos adicionais:

  • A.

    são vedados em qualquer hipótese.

  • B.

    compreendem os créditos suplementares, os extraordinários e os excepcionais.

  • C.

    compreendem os créditos suplementares, que se destinam ao reforço de dotação orçamentária insuficiente.

  • D.

    não se sujeitam ao controle externo, considerada a sua singular natureza

  • E.

    não admitem para o seu tratamento, qualquer que seja a sua espécie, por força de sua condição de matéria orçamentária e do princípio da transparência, a adoção de Medida Provisória

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O controle externo de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Poder Judiciário Federal compete ao:

  • A.

    Supremo Tribunal Federal

  • B.

    Banco Central

  • C.

    Congresso Nacional, com auxílio do Tribunal de Contas da União

  • D.

    Conselho da Justiça Federal

  • E.

    Presidente da República, com auxílio da Controladoria- Geral da União

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Relativamente aos Tribunais de Contas dos Municípios é correto afirmar que:

  • A.

    onde não os houver, deverão ser criados.

  • B.

    onde não os houver, é vedada a sua criação.

  • C.

    onde não os houver, não existe controle externo.

  • D.

    onde os houver, deverá ocorrer a sua extinção.

  • E.

    onde os houver, serão subordinados aos Tribunais de Contas dos Estados.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: