Questões sobre História da Arte e Arquitetura

Em 1981, o Conselho Internacional de Monumentos e Sítios e o Comitê Internacional de Jardins e Sítios Históricos – ICOMOS/IFLA decidiram elaborar uma Carta relativa à proteção dos jardins históricos, visando complementar a Carta de Veneza, que se denominou:
  • A. Carta de Burra;
  • B. Carta de Florença;
  • C. Carta de Washington;
  • D. Carta de Lausanne;
  • E. Carta de Nara.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A Carta de Veneza, carta internacional sobre conservação e restauração de monumentos e sítios, estabelece que a Conservação dos Monumentos:
  • A. exige manutenção periódica de médio prazo;
  • B. é favorecida por sua destinação a uma função, seja ela útil ou não à sociedade;
  • C. permite que a destinação altere a disposição do edifício para fins de modificação de uso;
  • D. implica a preservação de uma ambiência em sua escala;
  • E. assegura a retirada de elementos de escultura integrantes do monumento, por serem meramente decorativos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Uma das tendências formais que, a partir da década de 1990, se inicia para o paisagismo brasileiro é o Neomodernismo, que tem com uma de suas características:
  • A. o emprego de monocromia nos desenhos de pavimentação;
  • B. a utilização das topiárias e bordaduras;
  • C. a ênfase no uso de vegetação tropical;
  • D. a ruptura com as premissas modernistas;
  • E. a referência a estilos e formas do passado.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Relacione os cinco preceitos da arquitetura moderna:

1. Planta Livre;

 2. Terraço Jardim;

3. Pilotis;

 4. Estrutura Independente;

5. Fachada Livre, com as definições correspondentes abaixo discriminadas:

( ) separação entre as funções portantes e as partes portadas;

( ) membrana que separa o interior do exterior, sem função portante obrigatória;

( ) ossatura autônoma, que tem contato com o solo somente em alguns pontos;

( ) cobertura de concreto armado, com superfícies horizontais,

( ) separações verticais, que não precisam ser superpostas a cada andar.

A sequência correta é:

  • A. 1, 3, 4, 5 e 2;
  • B. 1, 5, 4, 3 e 2;
  • C. 3 ,4, 2, 1 e 5;
  • D. 4, 2, 1, 3 e 5;
  • E. 4, 5, 3, 2 e 1.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
No concurso para o Plano Piloto de Brasília, o desenho do arruamento proposto na maioria dos projetos dos concorrentes foi a solução em malha ortogonal. Uma das exceções foi a da cidade autossuficiente nuclear, que se multiplica em sequência, que foi apresentada pelos concorrentes:
  • A. João Henrique Rocha, Baruch Milman e Ney Gonzalez;
  • B. Henrique Mindlin e Giancarlo Palanti;
  • C. Rino Levi, Roberto Cerqueira, Luiz Roberto Carvalho Franco e Paulo Fragoso
  • D. Joaquim Guedes, Carlos Milan, Liliana Guedes e Domingos Azevedo;
  • E. Marcelo Roberto, Milton Roberto e Maurício Roberto.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
No mesmo ano de 1921, quando um novo movimento ganhava adeptos entre os arquitetos de mais evidência no Brasil , a Revista “Fon-Fon” consignava a índole do “Movimento tradicionalista, palpitante de aspirações nacionais (...), de acordo com a história, a raça, a alma da nação, em todas as nossas manifestações artísticas”. Trata-se do Movimento:
  • A. Colonial;
  • B. Neoclássico;
  • C. Art Nouveau;
  • D. Art Déco;
  • E. Neocolonial.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O Congresso Internacional de Arquitetura Moderna - CIAM em que foi elaborada a Carta do Urbanismo, que dispôs que “as chaves do urbanismo estão nas quatro funções: habitar, trabalhar, recrear-se (...) e circular” foi o:
  • A. 1º Congresso, La Sarraz (1928);
  • B. 2º Congresso, Frankfurt (1929);
  • C. 3º Congresso, Bruxelas (1930);
  • D. 4º Congresso, Atenas (1933);
  • E. 5º Congresso, Paris (1937).
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O momento de crise da modernidade ocorreu na virada para os anos 1980, no Brasil e no mundo. A esse respeito, analise as afirmativas a seguir:

I. A crise da modernidade não foi acompanhada por sua dissolução e transformação radical, mas pela admissão de sua inerente pluralidade.

II. A condição pós-moderna se caracteriza mais pelo encerramento de um período e menos pelo momento de profunda reorientação.

III. A noção de modernidade reflexiva parece melhor caracterizar o processo interno da crise da modernidade arquitetônica.

Está correto o que se afirma em:

  • A. somente I;
  • B. somente II;
  • C. somente III;
  • D. somente I e III;
  • E. I, II e III.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A tarefa de projetar na busca da seleção e disposição de mobiliário dentro dos limites espaciais dados deve considerar, entre os critérios estéticos,
  • A. as dimensões e afastamentos adequados para liberar fluxo circundante.
  • B. a escala apropriada à função espacial.
  • C. a privacidade visual e acústica adequada.
  • D. a flexibilidade ou adaptabilidade adequada a novas necessidades.
  • E. o agrupamento de mobiliário conforme atividades específicas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Assinale a opção correta acerca dos fundamentos em arquitetura e urbanismo.
  • A. O arquiteto medieval Filippo Brunelleschi aplicou os princípios da perspectiva linear em suas obras.
  • B. Um dos mais importantes projetos urbanísticos de Lúcio Costa foi Chandigarh, na Índia.
  • C. No IV Congresso Internacional de Arquitetura Moderna, realizado em 1933, foi escrita a Carta de Atenas, que estabelecia as bases para o urbanismo moderno.
  • D. Na arquitetura grega, adotava-se a proporção áurea, ou seja, os vãos dos pilares das construções eram modulados a cada 7,20 m, à semelhança da modulação da arquitetura hospitalar moderna.
  • E. Vitrúvio definiu os três princípios básicos para a identificação de uma obra de arquitetura: pilotis livre, fachada independente e terraço jardim.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: