Câmara Legislativa do DF - DF (CLDF/DF)

Em 1958, Joaquim Cardozo – poeta, calculista e historiador pernambucano − escreveu o texto Forma Estática − Forma Estética no qual destaca que Oscar Niemeyer, em três edifícios projetados para Brasília, utiliza os elementos externos de sustentação da cobertura de uma maneira nova e original. Esses pilares externos se abrem em leque, procurando a laje do primeiro teto: no Palácio do Alvorada o contato com a laje se faz no sentido longitudinal, eliminando a viga de contorno; nos Palácios do Planalto e do Supremo Tribunal, é feito transversalmente. Observe aba ixo desenhos e imagens dos pilares dos três palácios.

Do ponto de vista da avaliação dos projetos (arquitetônica, técnica e econômica), constata-se que

  • A. as três obras consideram como formas mais puras da arquitetura moderna as que resultam exatamente da estabilidade das construções.
  • B. as duas soluções são conseguidas esteticamente com superabundância de material construtivo.
  • C. os dois tipos de solução reduzem a forma estética a uma consequência da forma estática.
  • D. a expressão modernamente aceita para a forma é a que manteria o equilíbrio com a menor quantidade de matéria, sendo o problema estético reduzido a um problema de economia.
  • E. ainda que a forma projetada pelo arquiteto seja uma forma estabelecida a priori, ela sempre será condicionada e resultante a posteriori de uma questão de estabilidade.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Quando milhares de mulheres veem na mídia atributos esculpidos digitalmente...

Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, a forma verbal resultante será:

  • A. são vistos.
  • B. é visto.
  • C. viu-se.
  • D. são vistas.
  • E. foram vistas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Observe os diagramas e a imagem abaixo e considere o partido urbanístico de Brasília resumido nas palavras de Lúcio Costa: o monumental e o doméstico entrosam-se num todo harmônico e integrado.

Para articular os domínios público e privado, o partido adota diversos fatores de conectividade, entre eles o seguinte: o conjunto das proporções das partes entre si, e com relação ao todo, é engendrado pelo módulo “Superquadra”, que, multiplicado, estrutura e ordena a trama urbana harmonicamente conferindo-lhe caráter sistêmico. A faixa arborizada configura a área de vizinhança como entidade plástica que visa “garantir a ordenação urbanística” pela modulação e pela proporcionalidade que resulta das dimensões, “grandes quadriláteros”. Esse fator de estruturação plástica chama-se

  • A. Comodulação.
  • B. Axialidade.
  • C. Eurritmia.
  • D. Ubiquidade.
  • E. Modenatura.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Uma redação alternativa para uma frase do texto, em que se mantêm a correção e a lógica, está em:
  • A. Vê-se inúmeros veículos cujo objetivo é mostrar que nosso corpo não corresponde ao modelo imagético em voga.
  • B. Ao passo que milhares de mulheres veem na mídia atributos esculpidos digitalmente, as imagens acabam por lhes destruir diariamente.
  • C. Desejam-se por meio de imagens moldadas para serem expostas exibir uma “beleza midiática” que representa o oposto do que se considera saudável.
  • D. São próprios das imagens a capacidade de condensar e carregar sentidos, emoções e sentimentos, histórias, anseios, sonhos e projetos.
  • E. Diversos aparatos midiáticos alardeiam a transformação do corpo em corpo-imagem como um avanço da medicina estética.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Cota de soleira é uma informação técnica que pode determinar várias características do projeto arquitetônico tais como a implantação do edifício no terreno e seus acessos, a altura máxima da edificação etc. O Código de Obras e Edificações do Distrito Federal − COE, Lei no 6.138/2018, define “cota de soleira” como “referência altimétrica a partir da qual se mede a altura máxima da edificação”. Segundo o COE, a cota de soleira é
  • A. fornecida pelo órgão gestor de planejamento urbano e territorial.
  • B. a média das cotas dos vértices do polígono que define o lote.
  • C. a média das cotas dos vértices do lote que define o alinhamento com a via de acesso.
  • D. o ponto médio da projeção do térreo da construção sobre o terreno.
  • E. o ponto médio da projeção da cobertura da construção sobre o terreno.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Observe abaixo desenhos e imagens da Câmara Legislativa do Distrito Federal (1989-2011), em Brasília, DF, projeto do escritório Projeto Paulista de Arquitetura.

Em relação aos princípios e características dessa arquitetura, constata-se que

  • A. a simplicidade volumétrica resultante confirma a unidade modernista, característica marcante de Brasília, não permitindo muita atenção à situação urbana específica.
  • B. a lógica arquitetônica moderna, simbólica e de grande atenção às funções de cada bloco, prevalece sobre a lógica urbanística orientada a partir da criação de praças públicas.
  • C. a complexidade do programa é resolvida configurando duas praças em diferentes cotas que reforçam o caráter público do conjunto e amarram as edificações que compõem a obra.
  • D. a praça rebaixada apresenta o plenário como edifício simbólico, criando um espaço de encontro e convívio das pessoas nas suas atividades cotidianas.
  • E. auditório e outros volumes secundários localizam-se no nível do Eixo Monumental, relacionando-se diretamente com o público e funcionários da Câmara.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A “beleza midiática” (...) arrebata a mulher de forma avassaladora.

No contexto, o verbo que possui o mesmo tipo de complemento daquele da frase acima está sublinhado em:

  • A. As cirurgias plásticas nunca estiveram tão presentes...
  • B. Daí emerge seu enorme poder de captura.
  • C. Se uma propriedade inerente às imagens...
  • D. Existem inúmeros veículos destinados a mostrar que...
  • E.  ... ocorreu um fenômeno diferente...
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Observe abaixo imagens e desenhos da Transformação da Torre Bois-le-Prête (2005-11) em Paris, França, projeto do escritório Lacaton & Vassal.


A crítica frequentemente destaca que antes de se transformar em objeto ou monumento, cada uma das realizações de Lacaton & Vassal cria um “evento”; e observa que sua obra oferece rara oportunidade de se considerar a apreensão sensível da arquitetura como inseparavelmente ligada à sua concepção. Em relação aos princípios e características dessa arquitetura, constata- se que

  • A. o enfoque estrutural, com liberdade simbólica fora das limitações funcionalistas, define a espacialidade do edifício.
  • B. a particular submissão da forma da envolvente em relação ao protagonismo do que é envolto aparece como um dispositivo fundamental.
  • C. o que se busca é uma monumentalidade onde o tempo se fixa em termos de espacialidade, evitando que o projeto expresse a vida do espaço: a dimensão temporal do espaço.
  • D. o espaço é considerado matéria plástica e sua modelagem é o objeto central do projeto.
  • E. um novo corpo diáfano − espécie de edifício estreito onde varanda e jardim de inverno coexistem – substitui a antiga fachada e, justapondo-se ao edifício existente, transforma-o na sua totalidade.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Identifica-se noção de causa e consequência, respectivamente, entre as seguintes ideias do texto:
  • A. a capacidade das imagens de condensar e carregar sentidos // a transformação do corpo em corpo-imagem
  • B. o fato de milhares de mulheres verem na mídia corpos esculpidos digitalmente // a transformação do corpo em corpoimagem
  • C. o “corpo ideal” almejado pelas mulheres // o ideal estético denominado por Umberto Eco de “beleza da mídia”
  • D. o barateamento dos recursos de reprodução de imagens // o surgimento da “iconofagia”
  • E. o surgimento da “iconofagia” // o ideal estético denominado por Umberto Eco de “beleza da mídia”
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Eugène Emmanuel Viollet-le-Duc (1814-1879) é um autor sempre presente quando se aborda o tema do restauro. Entre suas mais conhecidas formulações sobre restauração, pode ser citada a seguinte, de grande atualidade: agir somente em função das circunstâncias, pois princípios absolutos podem levar ao absurdo. A respeito de suas ideias, é correto afirmar:
  • A. As edificações deveriam atravessar os séculos de maneira intocada envelhecendo segundo seu destino, lhe admitindo a morte se fosse o caso. Pequenos trabalhos de intervenção são permitidos para que se evitem quedas prematuras das edificações.
  • B. É necessário fazer o impossível, é necessário fazer milagres para conservar no monumento seu velho aspecto artístico e pitoresco.
  • C. É necessário que os complementos, se indispensáveis, e as edições, se não podem ser evitadas, demonstrem não ser obras antigas, mas obras de hoje.
  • D. O respeito pela matéria original deve ser absoluto, levando em consideração as transformações feitas em uma obra no decorrer do tempo, sendo a atitude a tomar a de simples trabalhos de conservação, para evitar degradações.
  • E. Restaurar um edifício não é mantê-lo, repará-lo ou refazê-lo, é restabelecê-lo em um estado completo que pode não ter existido nunca em um dado momento.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: