Questões de Serviço Social da FADESP

O intenso e rico debate teórico-metodológico no interior do serviço social durante os períodos denominados de reconceituação e pós-reconceituação, nas décadas de 1970 e 1980, favoreceu a consolidação da adoção]
  • A. da teoria neopositivista na formação profissional.
  • B. do pluralismo com direção social crítica na formação profissional.
  • C. da teoria neoliberal na formação profissional.
  • D. da teoria estruturalista na formação profissional.
  • E. da teoria fenomenológica acerca da luta de classes na formação profissional.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A Pesquisa para o serviço social fornece subsídios à análise do processo de produção e reprodução da vida social sob o capitalismo, contribuindo para a elaboração de projetos de intervenção e a intervenção propriamente dita. Desta forma, a Pesquisa no serviço social possibilita desenvolver competências profissionais em três níveis:
  • A. o das competências teóricas, o das competências metodológicas e o das competências ideológicas.
  • B. o das competências políticas, o das competências técnico-operativas e o das competências ideológicas.
  • C. o das competências teórico-metodológicas, o das competências políticas e o das competências técnico-operativas.
  • D. o das competências teóricas, o das competências técnico-operativas e o das competências ideológicas.
  • E. o das competências teórico-metodológicas, o das competências técnico-operativas e o das competências ideológicas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A Pesquisa, enquanto elemento constitutivo da formação profissional do serviço social, deve dotar o assistente social da capacidade de

I. desvendar as dimensões constitutivas da questão social;

II. prescindir dos instrumentos de pesquisa das ciências naturais e biológicas;

III. utilizar ferramentas ideológicas de pesquisa no exercício da militância profissional;

IV. identificar as motivações morais do capitalismo na prática social dos usuários da política social;

V. desvendar o padrão de intervenção social do Estado nas expressões da questão social, do significado e da funcionalidade das ações instrumentais a este padrão;

VI. identificar e construir estratégias que orientem e instrumentalizem a ação profissional.

Estão corretos os itens

  • A. I, II; III.
  • B. I, III; IV.
  • C. II; IV; V.
  • D. I; V; VI.
  • E. IV; V; VI.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O processo de controle social das políticas públicas brasileiras contempla diferentes mecanismos e instâncias de participação, organizados de forma federativa, abrangendo, desta forma, os três níveis de governo. As conferências em algumas políticas setoriais, nos três níveis, têm caráter deliberativo e em outras são apenas consultivas. O que caracteriza a natureza deliberativa das conferências é o fato de que
  • A. suas deliberações têm força vinculante, portanto, são imperativas ao processo de formulação dos programas governamentais.
  • B. as deliberações, necessária e imediatamente, devem ser adotadas como parâmetro norteador da ação governamental no respectivo setor.
  • C. suas deliberações devem ser adotadas para orientar os processos de normatização de programas governamentais nos três níveis de governo.
  • D. suas deliberações são diretrizes que podem servir de orientação para a formulação de políticas no respectivo setor.
  • E. Por serem espaços de diálogo entre o governo e a sociedade, suas deliberações são dotadas de virtudes éticas, portanto, são imperativas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O processo de redemocratização do Brasil a partir dos anos 1980 ensejou importantes mudanças nos processos de gestão das políticas públicas. Merece destaque nesse processo inovador a valorização da participação da sociedade nos assuntos governamentais. As abordagens que tratam do “cerco ao Estado e aos governos” destacam que a participa o também submete o governo a pressões políticas originadas de fontes com interesses diferentes e divergentes, tornando o exercício de governo mais complexo. Uma das alternativas abaixo destaca as fontes que exercem pressões sobre os governos. As fontes que exercem pressões sobre os governos são
  • A. empresas transnacionais; mercado; sociedade civil; governos subnacionais.
  • B. partidos políticos de esquerda; partidos políticos de direita; centrais sindicais; mercado.
  • C. partidos políticos de centro; partidos políticos extremistas; movimentos sociais; capital financeiro.
  • D. movimentos sociais; movimento dos trabalhadores sem terra; movimentos sindicais; grupos religiosos.
  • E. capital financeiro; grupos rentistas; movimentos separatistas; sociedade civil.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
No campo científico e cultural, um fenômeno adquire notoriedade no século XX. Trata-se da denominada “crise das ciências sociais” como express o da “crise da modernidade”. Este fenômeno promove impactos em diferentes campos da produção do conhecimento científico, alcançando, também, o serviço social. A denominada crise da modernidade apoia-se em um variado conjunto de autores, que anunciam o esgotamento da modernidade. Embora as críticas à modernidade se apresentem em diferentes domínios do conhecimento e da atividade humana, há entre elas “um tra o definidor” característico da pós-modernidade, que é
  • A. a perda de confiança na teoria da luta de classes sociais como fonte das mudanças sociais.
  • B. a perda de credibilidade nas chamadas metanarrativas ou grandes teorias sociais.
  • C. a supervalorização dos elementos característicos das experiências ancestrais.
  • D. a descrença na validade histórica sobre o poder de convencimento da ideologia política.
  • E. o processo de globalização exige uma nova configuração teórica compatível com o bem-estar contemporâneo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O controle social é um importante instrumento para o processo de gestão de políticas públicas. Este instituto de participação social nos processos de formulação e gestão de políticas governamentais é recente no Brasil. Sua inscrição, como orientação ao processo de gestão pública, está contemplada no Título da Ordem Social da Constituição brasileira em vigor. O debate teórico sobre o controle social contempla abordagens que o enquadram em três diferentes paradigmas democráticos: a democracia direta, a democracia participativa e a democracia deliberativa. Assinale, a seguir, a alternativa que corresponde ao principal argumento que inscreve o controle social no paradigma da democracia participativa:
  • A. os instrumentos de controle social estruturam-se em torno de sujeitos coletivos.
  • B. as instâncias de controle social valorizam a participação dos indivíduos.
  • C. as arenas de controle social são espaços para a confrontação de projetos.
  • D. os instrumentos de controle social instituem novos espaços para a participação do eleitor.
  • E. o controle social é um instituto para o exercício da cooperação social e política.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O fundo público reflete disputas existentes na sociedade de classes, uma vez que
  • A. é requerido pela burguesia brasileira para baixar as taxas de juros.
  • B. é capturado pela burguesia brasileira para financiar serviços de cidadania.
  • C. é requerido pelos partidos políticos para garantir o financiamento de campanha partidária.
  • D. funciona como um elemento fundamental para a reprodução do capital e da força de trabalho.
  • E. funciona como mecanismo de distribuição da cultura de um povo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O serviço social brasileiro, por meio das entidades e órgãos responsáveis pelo processo de formação e da fiscalização profissional, estabelece diretrizes nacionais comprometidas com valores éticos e opções teóricas, metodológicas e políticas que configuram o denominado projeto ético político profissional. Este “projeto”, na prática, estabelece de forma hegemônica as linhas gerais que balizam a atuação dos assistentes sociais em todo o território nacional. Os elementos característicos do projeto ético-político do serviço social são os seguintes:
  • A. a opção por uma agenda de lutas que valoriza as minorias sociais; a defesa intransigente da liberdade; o investimento na qualificação profissional; o combate intransigente às práticas assistencialistas e focalistas.
  • B. defesa intransigente dos direitos humanos; defesa do aprofundamento da democracia, enquanto socialização da participação política; posicionamento a favor da equidade e da justiça social; compromisso com a qualidade dos serviços.
  • C. a explicitação de princípios e valores éticos e políticos; a matriz teórico-metodológica em que se ancora; a crítica radical à ordem social vigente; o posicionamento político que aliança a categoria às lutas dos setores mais progressistas.
  • D. exercício do serviço social sem ser discriminado nem discriminar; compromisso com a qualidade dos serviços prestados à população; defesa intransigente da liberdade; opção por um projeto profissional comprometido com outra ordem societária.
  • E. a matriz teórico-metodológica em que se ancora; os valores do pluralismo político e teórico como diretriz; empenho na eliminação de toda forma de preconceito; articulação com outras categorias profissionais na luta geral dos trabalhadores.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A execução de um projeto na área social implica em um processo que equivale à combinação de meios imprescindíveis à produção de um determinado serviço ou produto. Por isso, um projeto de intervenção
  • A. compreende o arranjo entre procedimentos técnicos e procedimentos burocráticos.
  • B. associa a compreensão do passado com a do presente para produzir serviços sociais.
  • C. contém valores essencialmente normativos em sua fundamentação teórica.
  • D. compreende essencialmente a expressão de interesses subjetivos dos usuários em sua ação.
  • E. contém a concepção de uma ação orientada sob os pontos de vista técnico, político e ético.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: