Questões sobre Patrimônio

Poucos dias após a instituição do Estado Novo (novembro de 1937), o período ditatorial da Era Vargas, foi promulgado decreto-lei com o objetivo de organizar a proteção do patrimônio histórico e artístico nacional. Seu primeiro artigo conceituava esse patrimônio como “o conjunto dos bens móveis e imóveis existentes no país e cuja conservação seja de interesse público, quer por sua vinculação a fatos memoráveis da história do Brasil, quer por seu excepcional valor arqueológico ou etnográfico, bibliográfico ou artístico”.

Considerando o fragmento de texto acima como motivador, julgue os itens seguintes, referentes a conceitos de patrimônio histórico e de patrimônio cultural.

Atualmente, no Brasil, diferentemente do ocorrido no passado, a gestão da documentação governamental é de responsabilidade da administração pública, mas as providências para possibilitar sua consulta, franqueando-a aos interessados, ficam a cargo de conselho formado por representantes da sociedade civil e de organizações não governamentais, aprovados pelo Congresso Nacional.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Julgue os itens subsequentes, referentes a aspectos conceituais no âmbito do patrimônio cultural.

Transmitido pelas gerações e sempre recriado por grupos e pelas comunidades, em face de sua interação com a natureza, de seu ambiente e de sua história, o patrimônio imaterial gera sentimento de identidade e de continuidade, o que acaba por ajudar a promover o respeito à diversidade cultural e à própria criatividade humana.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Julgue os itens subsequentes, referentes a aspectos conceituais no âmbito do patrimônio cultural.

A denominação patrimônio cultural imaterial aplica-se a práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas, razão pela qual dela se afastam, por intrínseca contradição conceitual, instrumentos, objetos, artefatos e lugares.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Constituem o patrimônio cultural brasileiro

I obras, objetos, documentos e edificações destinados a manifestações artísticas e culturais.

II criações artísticas, científicas e tecnológicas.

III modos de criar, fazer e viver.

IV sítios de valor paisagístico.

V formas de expressão.

A quantidade de itens certos é igual a

  • A.

    1

  • B.

    2

  • C.

    3

  • D.

    4

  • E.

    5

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Assinale a alternativa que não apresenta objetivo das diretrizes da política de fomento do Programa Nacional do Patrimônio Imaterial (PNPI).

  • A.

    Promover a salvaguarda de bens culturais imateriais por meio do apoio às condições materiais que propiciam sua existência, bem como pela ampliação do acesso aos benefícios gerados por essa preservação.

  • B.

    Promover a inclusão social e a melhoria das condições de vida de produtores e detentores do patrimônio cultural imaterial.

  • C.

    Ampliar a participação dos grupos que produzem e permitem manifestações culturais de natureza imaterial nos projetos de preservação e valorização desse patrimônio.

  • D.

    Programar mecanismos para a efetiva proteção de bens culturais imateriais em situação de risco.

  • E.

    Respeitar e proteger direitos difusos ou coletivos relativos à preservação e ao uso do patrimônio cultural imaterial, principalmente no âmbito regional.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

De acordo com o texto, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Um dos motivos de os museus existirem é a necessidade de valorizar as produções artísticas, culturais e históricas de um espaço urbano. A existência desses espaços de memória é atribuída à fundação e manutenção por parte de uma classe interessada nesses acervos (clero, aristocracia e burguesia).

  • B.

    A formação de um acervo, junto à sua pertinência urbanística, é produto da necessidade democrática de preservar um patrimônio. Daí esse caráter dos grandes museus.

  • C.

    As cidades, ao inserirem as questões urbanísticas na concepção de seus museus, estabelecem regras acerca do significado histórico de um acervo e, para isso, orientam a demolição de estruturas arquitetônicas antigas em detrimento da construção de prédios mais adequados à preservação e ao acesso ao acervo.

  • D.

    A memória rural e seus aparatos no espaço museal só tem sentido no contexto de sua origem: o campo. Daí a necessidade de investimentos em museus temáticos que preservem o patrimônio rural.

  • E.

    Cidade, história e museu dialogam intensamente no sentido de convergir possibilidades de resgatar, registrar, construir, manter, preservar e tornar acessível um acervo para a sociedade. Esse valor não se aplica apenas à sociedade inserida no contexto do museu, mas à diversidade em sua volta.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A respeito da relação entre identidade, patrimônio imaterial e preservação, assinale a alternativa correta.

  • A.

    Patrimônio e identidade dialogam intensamente no sentido de fomentar possibilidades de cunho sóciohistoriográfico.

  • B.

    A identidade de um povo necessita da oralidade para sua manutenção. Nesse sentido, os processos de registro histórico, nas sociedades não letradas, determinam a validade dos fatos.

  • C.

    A partir de um ângulo que considera a vinculação do processo de construção da pluralidade cultural, principalmente pela transculturalidade, a emergência de novas formas de manifestações culturais passa a figurar a imposição de uma cultura sobre a outra.

  • D.

    Somente no núcleo dos objetos comuns é que uma sociedade se constitui plural. A diversidade ritualística dos povos islâmicos, por exemplo, configura uma relação com um processo de destilação politeísta.

  • E.

    A pluralidade do mundo — expressa em seus produtos culturais — está evidente no mundo globalizado. Sociedades de relevante produção cultural e que, inseridas em contextos tecnológicos que garantam sua preservação, são mais visíveis que outras que ainda não dominam formas significativas de registros.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Assinale a alternativa incorreta acerca da inter-relação entre o museu e o papel sócio-historiográfico.

  • A.

    Os projetos museológicos precisam se integrar aos processos educacionais, interligando diversas áreas de ensino, reconhecendo no patrimônio cultural o suporte essencial para o desenvolvimento da cidadania e do desenvolvimento social e, principalmente, oferecendo ações firmativas aos segmentos sociais capazes de compreender o papel social e histórico do museu.

  • B.

    das instituições museológicas entre si e com outras instituições objetivando construções de projetos integrados, desenvolvendo ações transdisciplinares que extrapolem as visões disciplinares.

  • C.

    Ao buscar associações necessárias à compreensão do mundo, na sua integridade, reconhecendo no patrimônio cultural um instrumento de educação e desenvolvimento social, o museu se insere como instituição de mediação de construção, manutenção e acessibilidade às informações de cunho sóciohistoriográfico.

  • D.

    O museu é reconhecidamente um espaço privilegiado, onde é possível concretizar as propostas de diálogos entre as diversas áreas e, ao mesmo tempo, é capaz de produzir conhecimento a partir dos temas e problemas que são potencializados no desenvolvimento das ações de pesquisa, preservação e comunicação.

  • E.

    Um dos grandes desafios das propostas museais tange questões relativas à democratização do conhecimento e ao papel social do museu na construção de conhecimento transdisciplinar e de relevante interesse social.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Assinale a alternativa correta em relação ao teor das informações apresentadas no texto.

  • A.

    No caso da arte sacra, evidencia-se que, frente ao ocorrido, trata-se de um acervo de relevante valor universal.

  • B.

    O comércio de obras de arte roubadas configura ameaça para a preservação de acervos consideráveis, e uma das formas de impedir tal ação é a clausura das obras em ambientes próprios.

  • C.

    Uma das formas de evitar a disseminação dessa prática compete aos compradores de arte, que devem ir às exposições que antecedem os leilões de arte, tirar todas as dúvidas a respeito da procedência e do valor dos lotes com o leiloeiro.

  • D.

    É importante para os interessados em adquirir uma obra de arte fora do circuito comercial que façam uma visita acompanhada de alguém que entenda de arte e antiguidades com o objetivo de atestar a originalidade das peças pretendidas.

  • E. O Brasil possui uma legislação específica para esse tipo de ação e, desde 1978, com a criação do IPHAN, mantém um cadastro internacional de obras roubadas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Os maiores e mais representativos conjuntos de obras raras em instituições públicas de São Paulo são os
  • A. do Arquivo Público do Estado de São Paulo e do Arquivo Edgard Leuenroth (Universidade Estadual de Campinas).
  • B. da Divisão de Acervo Histórico da Assembleia Legislativa de São Paulo e do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.
  • C. do Instituto de Estudos Brasileiros (Universidade de São Paulo) e da Biblioteca Mário de Andrade (Prefeitura Municipal de São Paulo).
  • D. do Centro de Documentação e Memória (Universidade Estadual Paulista) e da Biblioteca da Faculdade de Direito (Universidade de São Paulo).
  • E. do Arquivo Histórico Municipal de São Paulo e da Fundação Arquivo e Memória de Santos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: