Questões sobre Geral

Na cadeia produtiva do pescado, uma das etapas que exige maior cuidado é o transporte e entrega do produto, pois a falta de conhecimento adequado pode acarretar a perda de todo lote produzido. Um dos procedimentos usuais para melhorar a resistência dos alevinos ao manuseio é a adição de sal a água de transporte. O estresse do transporte promove aumento na
  • A. concentração dos hormônios liberados pelo hipotálamo que alteram a produção de hormônios da adenohipófise que controlam o fluxo sanguíneo e aumentam a entrada da água e perda de minerais, ocasionando um desequilíbrio osmótico.
  • B. concentração de nitrito no sangue que se liga a hemoglobina e impede o transporte do oxigênio e ocasiona a morte dos peixes por anoxia, mesmo com muito oxigênio na água.
  • C. excreção de amônia tóxica que é absorvida através das membranas branquiais, acarretando a morte dos peixes por intoxicação.
  • D. concentração do hormônio cortisol no sangue, que aumenta a oxigenação e causa embolia nos peixes.
  • E. concentração de cortisol no sangue e aumenta a permeabilidade das membranas branquiais, acarretando entrada da água e perda de minerais, ocasionando um desequilíbrio osmótico.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O principal comportamento dos peixes reofílicos e como sua reprodução em cativeiro é feita são, respectivamente:
  • A. realizam piracema − por meio de fecundação externa sem necessidade da injeção de hormônios.
  • B. apresentam comportamento parental de cuidado com a prole − induzida com uso de rações contendo hormônios naturais.
  • C. apresentam comportamento territorial − necessitam de espaço mínimo que varia de acordo com a espécie.
  • D. realizam migrações rumo as cabeceiras dos rios − induzida por meio do uso de hormônios naturais e/ou sintéticos.
  • E. apresentam comportamento monogâmico − somente as fêmeas necessitam de hormônios para a indução da ovulação.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
No planejamento das ações de repovoamento é fundamental considerar o tamanho dos indivíduos, o local e o período de soltura, além do monitoramento posterior para verificar o sucesso do empreendimento. Neste contexto, a principal característica dos alevinos de espécies nativas destinados ao repovoamento de reservatórios, rios e lagos, e o que os diferencia daqueles destinados ao cultivo, é a
  • A. heterogeneidade genética.
  • B. homogeneidade genética.
  • C. hibridização.
  • D. reversão sexual.
  • E. produção de organismos trangênicos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O manejo e gestão atuais dos estoques pesqueiros no Brasil estão diretamente relacionados com o histórico sobre as introduções acidentais ou promovidas por políticas públicas de espécies oriundas de outras bacias sul-americanas, de outros continentes e até mesmo de bacias dentro do território nacional. Os programas de estocagem, vigentes até a década de 90 e atualmente restritos a região Nordeste promoveram a proliferação dessas espécies exóticas ou alóctones em represas, açudes e reservatórios. São impactos que as espécies introduzidas podem impor sobre a fauna nativa:
  • A. Melhoramento genético e aumento de resistência à doença.
  • B. Introdução de patógenos e competição por alimentos.
  • C. Aumento da resistência à doenças e maior oferta de alimentos.
  • D. Maior oferta de alimento e melhoramento genético.
  • E. Estabilização da diversidade biológica e predação.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
As pisciculturas destinadas a larvicultura de peixes nativos estocam milhares de pós-larvas nos viveiros que necessitam atingir a fase de alevino, quando apresentam características que já lembram os exemplares adultos. O tipo de alimento fornecido difere de acordo com o trato digestivo das espécies cultivadas. A maioria das espécies nativas apresenta trato digestivo diferente das espécies exóticas, como as trutas, tilápias e o bagre do canal. Este conhecimento pode evitar mortalidade elevada das póslarvas ao iniciarem a alimentação exógena. Os alimentos mais apropriados à alimentação da maioria de pós-larvas de peixes nativos são
  • A. naúplios de artemia enriquecidos com ácidos graxos polinsaturados, pois as pós-larvas apresentam trato digestivo incompleto.
  • B. ração com 50% PB, leite em pó e gema de ovo crua, pois as pós-larvas necessitam de altas fontes de proteína.
  • C. alimento composto por ração contendo 20% de PB, rotíferos e náuplios de artemia, pois as pós-larvas apresentam trato digestivo completo.
  • D. alimentos vivos como microalgas do gênero Chlorella sp e rações finamente moídas, pois as pós-larvas apresentam trato digestivo rudimentar.
  • E. alimentos vivos como rotíferos, copépodos e cladóceros, pois as pós-larvas apresentam trato digestivo incompleto ou rudimentar.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Dados do ano 2000 para o Estado do Maranhão indicavam a produção preponderante de espécies introduzidas como a tilápia, nativas como o tambaqui e o pacu, e híbridos como o tambacu, cuja principal característica é a resistência a baixas temperaturas do inverno tropical. Devido à sua boa aceitação nas regiões Sudeste, Sul e Nordeste, também foram introduzidos na Amazônia. O escape dos híbridos para os sistemas naturais pode afetar as populações.

Em relação a esta realidade, é correto afirmar:

  • A. Os híbridos estéreis apresentam menor ganho de biomassa ao longo do tempo.
  • B. As populações naturais podem aumentar produzindo indivíduos mais resistentes a doenças.
  • C. Cerca de 4% dos híbridos são estéreis e podem contribuir para a diminuição da parcela reprodutora das populações naturais.
  • D. A vantagem dos híbridos estéreis em relação ao maior ganho de biomassa torna-os mais suscetíveis aos predadores.
  • E. Valores menores que 10% de híbridos estéreis não colocam em risco a parcela reprodutora das populações naturais em um ecossistema.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Entre os agentes antiparasitários utilizados na piscicultura, alguns compostos apresentam sua eficiência diminuída dependendo de parâmetros da qualidade da água como a dureza e o pH, pois sua toxicidade ultrapassa o efeito terapêutico. São exemplos destes agentes:
  • A. sulfato de cobre e azul de metileno.
  • B. cloreto de sódio e pH.
  • C. formalina e condutividade elétrica.
  • D. verde de malaquita e dureza.
  • E. amônia e pH.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A criação de tambaqui tem se estendido para a região Norte e Nordeste com sucesso, mas recentemente o "verme do olho" atingiu cultivos em tanques escavados no Estado de Rondônia. A proliferação deste parasito que se instala nos olhos dos peixes e apresenta ciclo de vida ligado à presença de dois hospedeiros intermediários, os caramujos e os peixes, e um definitivo, as aves, coloca em risco todo o mercado em expansão na região Norte e Nordeste, pois sua presença resulta na redução do desempenho durante o cultivo, queda acentuada da produção e prejuízos significativos. As medidas economicamente viáveis que devem ser adotadas para controlar a propagação desta doença são:
  • A. Tratamento da água dos tanques com uso do cloro e diminuição da temperatura.
  • B. Tratamento dos peixes utilizando-se o verde de malaquita e o formol.
  • C. Introdução de redes de cobertura nos tanques para impedir o acesso das aves e tratamento da água com formol.
  • D. Prevenir o movimento de peixes infectados através da sua chegada ou saída e interromper o ciclo de vida dos vermes nos hospedeiros intermediários e definitivos.
  • E. Retirada de todos os peixes para abate, esvaziamento dos tanques e tratamento com calcário.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Muitos são os agentes causadores de doenças em peixes e alguns foram introduzidos no Brasil após a importação de espécies exóticas como a carpa Cyprinus carpio da Hungria. O parasita introduzido juntamente com a carpa e que está difundido pelas pisciculturas em todo Brasil é:
  • A. molusco Lernaea sp.
  • B. crustáceo Lernaea sp.
  • C. helminto monogenoide.
  • D. crustáceo Argulus sp.
  • E. crustáceeo Dolops sp.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A técnica da reversão sexual em larvas de tilápia resultou em aumento da produtividade do aquicultor. O objetivo da aplicação da técnica e sua administração são, respectivamente:
  • A. produção de progênie 100% machos e inclusão de hormônio androgênico na ração.
  • B. produção de progênie 100% machos e inclusão de hormônio estrogênico na ração.
  • C. produção de progênie 100% fêmeas e inclusão de hormônio androgênico na ração.
  • D. produção de progênie 100% fêmeas e inclusão de hormônio estrogênico na ração.
  • E. produção de progênie 100% machos e inclusão de hormônio androgenico na água.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: