Um paciente de 34 anos de idade, pedreiro autônomo, previ...

Um paciente de 34 anos de idade, pedreiro autônomo, previamente hígido, deu entrada no pronto-socorro oftalmológico por trauma ocular à esquerda. Enquanto consertava parte do teto de uma construção, um pedaço de madeira caiu sobre seu olho esquerdo. Referia bastante dor local associada a redução importante da acuidade visual. No exame físico, verificou-se que a acuidade visual, no olho esquerdo, era de movimentos de mão e, no olho direito, 20/20. Apresentava edema palpebral com discreta laceração de pele no supercílio esquerdo. No exame biomicroscópico, o olho esquerdo apresentava hiperemia conjuntival intensa, com injeção ciliar e córnea sem lesões epiteliais; via-se um hifema total em câmara anterior, sendo impossível visualizar demais estruturas oculares. O olho direito encontrava-se normal. O resultado da tonometria de aplanação do olho direito foi de 14 mmHg e do olho esquerdo, 45 mmHg. Após esse exame inicial, o paciente foi internado e submetido a tratamento clínico com betabloqueadores e "-agonistas tópicos associados a midriáticos e corticosteroides tópicos, inibidores orais da anidrase carbônica e agentes hiperosmóticos. Ao final do terceiro dia de internação, a tonometria de aplanação do olho esquerdo estava em 38 mmHg, com pouca reabsorção do hifema, sendo possível observar a raiz da íris superior. O paciente relatava importante melhora da dor. Tomografia computadorizada de órbitas e ultrassonografia não revelaram lesões orbitárias nem de segmento posterior. Optou-se, portanto, em manter tratamento clínico e internação. Ao final do sexto dia, o paciente encontrava-se sem dor e com melhora da acuidade visual (20/80). No exame, era possível visualizar hifema discreto em reabsorção, íris em midríase farmacológica e cristalino intacto. A tonometria era de 25 mmHg. O paciente recebeu alta hospitalar com seguimento ambulatorial.

Com base no caso clínico apresentado, julgue os próximos itens, relativos ao trauma ocular e

Nesse paciente, se houver lesão no seio camerular, provavelmente se tratará de recessão angular.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Mulher, 38 anos é admitida com crise hipertensiva de difícil controle. Refere que vem apresentando episódios de palpitações, tremores, sudorese, cefaleia, associadas a elevações significativas da pressão arterial. Exame físico com hipotensão postural e história de síncope ao assumir a posição ortostática de forma rápida. Nessa paciente, a principal hipótese diagnóstica da causa de hiptensão postural e, consequentemente, síncope, é:

Resolva a questão aqui ›


Um paciente sofrendo de vômitos alimentares, inicialmente aquosos, mas recentemente associados a episódios de diarréia líquida e fétida com 5 episódios nas últimas 6 horas, encontra-se desidratado, prostrado e febril. O paciente também afirma não haver urinado nas últimas 4 horas.

Considerando o relato acima, julgue os itens subseqüentes.

Hipocalcemia é encontrada nos quadros de enterite prolongada associada a alcalose metabólica.

Resolva a questão aqui ›


Quanto à análise das radiografias do tórax (RX), como auxiliar na propedêutica cardiológica, é correto afirmar que

Resolva a questão aqui ›