Questões de Português de Acentuação Gráfica

 /   /   /  Acentuação Gráfica

Pesquise mais Questões de Português de Acentuação Gráfica abaixo,

ESAF - Ministério do Turismo - Analista - Conhecimentos Básicos - 2014
Português / Acentuação Gráfica

Assinale a opção em que o trecho preenche de forma coesa e coerente a lacuna do texto abaixo.

Mesmo com o aperto orçamentário resultante do impasse entre governo e oposição, a economia americana vinha avançando bem mais velozmente que a europeia. O desemprego tem diminuído nos Estados Unidos e chegou a 7% em novembro. Na zona do euro, caiu ligeiramente de 12,2% para 12,1% em outubro, mas a desocupação dos jovens continua superior a 24%. _________________ ______________________________________________ ______________________________________________ ___________________________Há enormes desafios à frente, incluída a reforma do sistema financeiro, mas os dados são animadores.

(Adaptado de O Estado de S. Paulo, 14/12/2013)

a) Isso porque, para os países avançados a recomendação continua sendo a de combinações políticas mais favoráveis a uma recuperação segura. Isso inclui um ajuste fiscal mais propício ao crescimento, com mais folga no início e maior aperto na fase final.
b) Apesar do cenário ainda muito ruim no mercado de trabalho, a maior parte da Europa ocidental começa a vencer a recessão e, pelas projeções disponíveis, deve continuar nesse rumo em 2014.
c) Inclui também muito cuidado no abandono gradual das políticas monetárias frouxas, dominantes nos últimos anos - recomendação válida para autoridades americanas e europeias, mas especialmente para as primeiras, neste momento.
d) Portanto, os Estados Unidos já começam a se mover na direção sugerida pelo FMI. Depois de um longo impasse, a Câmara de Representantes aprovou uma proposta de orçamento com mais espaço para estímulos federais à reativação econômica.
e) Essa fórmula aprovada atende apenas em parte à pretensão do Executivo, mas é muito menos restritiva do que vinham defendendo as alas mais conservadoras do Partido Republicano americano. O próximo passo, a votação no Senado, deve ser facilitado pela maioria democrata.

ESAF - Ministério do Turismo - Analista - Conhecimentos Básicos - 2014
Português / Acentuação Gráfica

Assinale a opção que não tem respaldo na argumentação do texto.


A economia mundial deve continuar em recuperação no próximo ano, com os Estados Unidos, a maior potência, crescendo perto de 3% e funcionando outra vez como um dos principais motores do crescimento das outras nações. A economia número dois, a China, continuará avançando bem mais velozmente que a média mundial, com taxa próxima de 7,5%. Mas a retomada americana e a reação positiva japonesa tornarão mais efi ciente a difusão da prosperidade no mundo, segundo as projeções das mais importantes entidades multilaterais, incluídos o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

(Adaptado de O Estado de S. Paulo, 14/12/2013)

a) A recuperação econômica dos Estados Unidos interfere positivamente na economia mundial.
b) Conforme as informações do texto, os Estados Unidos tinham deixado de ser temporariamente o motor do crescimento mundial.
c) A economia japonesa em crescimento influi na prosperidade mundial.
d) O FMI prevê que a economia mundial ainda continuará estagnada por muito tempo em decorrência da crise de 2008.
e) A economia da China crescerá mais que o dobro do que o crescimento da economia dos Estados Unidos em 2014.

ESAF - Ministério do Turismo - Analista - Conhecimentos Básicos - 2014
Português / Acentuação Gráfica

Assinale a opção em que o trecho preenche de forma coesa e coerente a lacuna do texto a seguir.

A China luta para tornar seu modelo de crescimento menos dependente de investimentos e crédito público. ______________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ Trata-se de fator limitante ao crescimento de outros emergentes, como Rússia e Brasil que exportam para a China. Perceber que se exauriu o empuxo das matériasprimas e do crédito público é crucial para o Brasil. No novo contexto, torna-se ainda mais relevante uma agenda conhecida: controlar a infl ação, reforçar a credibilidade das contas públicas, acelerar as concessões de infraestrutura e ganhar produtividade na indústria. Sem isso, o país não conseguirá aproveitar o momento mundial mais promissor para expandir sua economia.

(Adaptado da Folha de S. Paulo, 1/1/2014)

a) Contribuirá, além disso, a diminuição das incertezas no campo político. No caso americano, democratas e republicanos chegaram a um denominador comum para o Orçamento, o que reduz o risco de calote da dívida pública.
b) Por causa disso, no geral, os EUA devem liderar a recuperação, com expansão da economia superior a 3% (ante menos de 2% em 2013). A Europa pode avançar perto de 1%, algo relevante após dois anos de recessão.
c) Sua economia deve se expandir em torno de 7%, o que não deixa de ser uma boa notícia, mas o novo padrão não favorece alta nos preços de matériasprimas.
d) Na Europa, definiu-se o roteiro para fortalecer os alicerces da moeda única. A novidade de 2013 foi o acordo político para a criação de uma união bancária, com supervisão a cargo do Banco Central Europeu e mecanismos comuns para lidar com falências de bancos.
e) Porquanto o impacto financeiro serão os juros mais altos, especialmente nos EUA, o que provocará choques em países mais dependentes de financiamento externo, sobretudo no mundo em desenvolvimento.

ESAF - Ministério do Turismo - Analista - Conhecimentos Básicos - 2014
Português / Acentuação Gráfica

Assinale a opção que indica a necessidade de modificar a colocação de acento gráfico para que o texto fique gramaticalmente correto.

É urgentemente necessário (a) promover o aumento da entrada de estrangeiros. Deve-se completar o trabalho da natureza, oferecendo segurança e transporte publico (b) efi cientes, preparação do pessoal receptivo, serviço decente de telecomunicações, controle de endemias, (c) limpeza das cidades, pronto-atendimento de saúde, (d) preços honestos e boa qualidade em hotéis e restaurantes, além, é claro, de carga tributária (e) que não espante o freguês.


(Adaptado de Correio Braziliense, 31/12/2013)

a) necessário > necessario
b) publico > público
c) endemias > endêmias
d) saúde > saude
e) tributária > tributaria

AOCP - COREN - SC - Auxiliar Administrativo - 2013
Português / Acentuação Gráfica

Assinale a palavra acentuada corretamente.

a) Últimato
b) Amazônas
c) Indústrial
d) Evidência
e) Responsábilidade

CETRO - CREF - SP - Procurador - 2013
Português / Acentuação Gráfica

De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à acentuação, analise os trechos abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas.

I. Pessoas com problemas comportamentais têm dificuldade para _______ o certo do errado.
II. O ________ intenso estressa os paulistanos.
III. Preso em ________, o motorista não teve como disfarçar que estava alcoolizado.

a) descriminar/ tráfego/ flagrante
b) discriminar/ tráfego/ flagrante
c) discriminar/ tráfico/ flagrante
d) discriminar/ tráfico/ fragrante
e) descriminar/ tráfego/ fragrante

CETRO - CREF - SP - Procurador - 2013
Português / Acentuação Gráfica

Assinale a alternativa em que todas as palavras devam ser acentuadas.

a) Rubrica; impeto; tatica.
b) Ambulancia; melancia; vigilancia.
c) Futil; item; sutil.
d) Lider; polen; lapis.
e) Raiz; saude; juizes.

COVEST - UFPE - Auxiliar em Administração - 2013
Português / Acentuação Gráfica

TEXTO 1

Os prós e os contras de se tornar funcionário público


(1) Em tempos de desemprego e de mercado altamente competitivo, “estabilidade” é a palavra mágica, quase um sinônimo de “concurso público”. Trabalhar em um órgão federal, estadual ou municipal é também a solução que milhares de brasileiros encontram para resolver outros problemas, como receber o salário em dia e garantir uma boa aposentadoria. Mas pensar nesse caminho é apenas o primeiro passo. Para cumprir esse objetivo, o percurso é longo: significa abandonar uma carreira, planejar outra, encontrar tempo e disposição para estudar, fazer sacrifícios e estar disposto a enfrentar muita concorrência.

(2) Com a onda de abertura de concursos, vejamos os prós e os contras de ser funcionário público, e as diferenças dessa área para a iniciativa privada.

(3) A primeira vantagem é a estabilidade. Quem passa em um concurso público tem de cumprir três anos de estágio probatório, uma espécie de período de avaliação, mas depois disso é efetivado e passa a ter estabilidade: não pode ser demitido sem justa causa. Só perde o emprego se for considerado culpado em algum processo administrativo ou sindicância. Já na iniciativa privada, o trabalhador pode ser demitido sem justa causa. A lei, no entanto, dá algumas compensações para esse “risco”: o trabalhador pode sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e receber seguro-desemprego.
(4) No serviço público, estabilidade não se resume apenas à garantia do emprego; é, também, garantia do salário. Por outro lado, a estabilidade pode se converter em acomodação, e terminar em estagnação profissional. Para evitar isso, é importante que a pessoa faça uma escolha consciente, ao decidir que quer se tornar um servidor público, já que, nessa esfera, são poucas as carreiras que incentivam o servidor a se aperfeiçoar e premiam o desempenho – duas receitas de estímulo para qualquer profissional.
(5) A aposentadoria é a vantagem do concurso público que é mais citada. A grande diferença é em relação ao valor. Quem trabalha na iniciativa privada pode se aposentar recebendo no máximo R$ 2.894,00, independente do salário que recebeu durante toda a vida. Já no setor público, a lei permite a aposentadoria integral, ou seja, ao se aposentar, o servidor passa a receber valor igual ao salário que recebia quando trabalhava.

(6) Além disso, no serviço público, não é vetado o ingresso dos aposentados: o servidor pode se aposentar e prestar concurso novamente, passando a receber a aposentadoria integral e o salário.
(7) A igualdade de acesso também está no topo da lista de pontos positivos do setor público. Em um concurso, as condições são iguais para todos. Os critérios de avaliação são objetivos: não há discriminação de sexo, cor ou crença. E a lei obriga que um percentual de vagas seja destinado a portadores de deficiência física, o que geralmente é cumprido nos editais.

Maria Angélica Oliveira. Texto disponível em: http://g1.globo.com/Noticias/Concursos_Empregos.html.

Acesso em 22/03/2013. Adaptado.


Assim como nos termos "funcionário" e "público", devem receber acento gráfico:

a) gratuíto e rúbrica.
b) vôo e alegoría.
c) cêdo e aquí.
d) ofício e táxi.
e) rêde e cajú.

QUADRIX - CRF - SP - Analista de Sistemas - 2013
Português / Acentuação Gráfica

Assinale a alternativa na qual a acentuação está incorreta.

a) Não brinque na rua próxima ao mercado.
b) O individuo foi embora sem pagar a diária do hotel.
c) Esta é a última vez que fico no mesmo lugar no estacionamento.
d) Ele faz as provas de modo médiano.
e) Quando falar de seus professores, não se esqueça de elevá-los com dignidade.

FUMARC - TJ - MG - Técnico Judiciário - Bibliotecário - 2013
Português / Acentuação Gráfica

A primeira explicitação das normas ortográficas da língua portuguesa, que está próximo de completar 500 anos, apenas sofreu alterações a partir do início do século passado. É admirável haver numerosas gramáticas dos séculos XVI a XIX que atestam a evolução estrutural da língua, enquanto se continua a usar o mesmo conjunto de regras ortográficas por quase 400 anos. [4]
Com efeito, data de 1536 a célebre Grammatica da lingoagem portuguesa, título em cujos cinquenta capítulos Fernão de Oliveira descreve, entre vários outros aspectos da língua de sua época, a articulação dos sons e as formas gráficas que se prestariam a sua representação. É interessante observar que, antes da publicação dessa obra exordial, a língua portuguesa era escrita segundo ortografias de orientação especialmente latinizante, a exemplo do que também se praticava em quase todos os demais vernáculos que já se haviam diferenciado no mundo neolatino. A exceção ao conjunto é o espanhol, que, em 1517, recebeu o primeiro conjunto de regras ortográficas, também baseadas em diretrizes sonoras e etimológicas. [11]
Por outro lado, o trabalho de Oliveira não fez, naturalmente, que se eliminasse de imediato toda oscilação ortográfica dos textos portugueses. As edições d"Os Lusíadas publicadas em 1572, por exemplo, coligem diversas formas variantes, e somente o tempo levaria à decisão em favor de uma delas mediante a consideração de argumentos etimológicos, fonéticos e até mesmo pragmáticos. Em qualquer época, contudo, a ortografia corresponde a uma tentativa imperfeita de registro escrito de um sistema essencialmente dinâmico e complexo: a língua exercida por uma comunidade, caracterizada por seus dialetos e pelos traços sociais de seus falantes. [18]
Somente no início do século XX ocorreu um esforço conjunto entre as Academias de Letras do Brasil e de Portugal, no sentido de se uniformizarem as grafias oficiais nos dois países. Como fruto desse trabalho, vêm a lume, em 1911, os termos da primeira proposta de acordo ortográfico da língua portuguesa; entretanto, sua aplicação foi dificultada por múltiplos fatores, desde o nível acadêmico até o político. Houve tentativas de se retomarem as linhas mestras desse documento em 1915 e em 1931, mas somente em 1943 se avança, no Brasil, em caráter efetivo. A convenção ratificada pela Academia Brasileira de Letras não apenas transforma dígrafos em sinais simples, como também implementa a acentuação distintiva para homófonos homógrafos e o uso de trema - aspectos estes que foram revistos, como se sabe, no último Acordo Ortográfico. [27]
Apesar de envolverem comissões representantes dos mesmos países lusófonos, as decisões posteriores nem sempre foram acatadas bilateralmente. Assim é que, por exemplo, as diretrizes que compõem o Acordo de 1945 não foram aceitas no Brasil, e foi necessária a promulgação de lei específica, em 1971, para reduzir as dissonâncias ortográficas verificadas entre as grafias oficiais vigentes nos dois lados do Atlântico. [32]
Em sua essência, o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, de 2009, pouco apresenta de efetivamente novo em relação ao disposto no encontro multinacional de países falantes da língua portuguesa ocorrido em 1990. O documento é alvo de críticas particularmente severas - e absolutamente pertinentes - feitas por acadêmicos, as quais se sustentam no argumento de que há um equívoco reducionista e inadmissível no âmago do Acordo. Essa compromete o princípio em que se apoia a própria concepção de toda a proposta, e tem motivado discussões e análises que apontam a necessidade de revisão de seus termos. Em bom português: uma língua não é apenas o que se escreve em atendimento a convenções artificiais, mas fundamentalmente um quadro complexo e pluricêntrico que abarca todas as comunidades de fala. [41]


A identificação do sujeito oracional está INCORRETA em:

a) O núcleo do sujeito da oração "vêm a lume" [linha é "termos", que lhe é imediatamente posposto e que determina claramente a flexão do verbo "vir".
b) O núcleo do sujeito da oração "como também implementa a acentuação distintiva para homófonos homógrafos e o uso de trema" [linhas 25- é "convenção", contido no mesmo período.
c) O sujeito da oração subordinada "Apesar de envolverem comissões representantes dos mesmos países lusófonos" [linha está explícito na oração principal do mesmo período.
d) O sujeito da oração "e tem motivado discussões e análises" [linha é "a própria concepção de toda a proposta" [linha, que a antecede no mesmo período.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.