Questões sobre Sistema Único de Saúde (SUS) da FCC

O Sistema Estadual de Urgência e Emergência tem uma estruturação, segundo as seguintes atribuições / complexidade / distribuição:
  • A. Municípios Pólo Regional, que realizam procedimentos mais complexos de média complexidade, devem estruturar as Centrais Estaduais de Regulação, que vão ordenar os fluxos, estadual ou interestadual, de alta complexidade.
  • B. Municípios que realizam apenas a atenção básica devem se responsabilizar pelo acolhimento dos pacientes com quadros agudos de menor complexidade, principalmente, aqueles já vinculados ao serviço.
  • C. Municípios Satélite, que realizam a atenção básica ampliada devem desempenhar a mesma função dos municípios de atenção básica, além de contar com área física específica para observação de pacientes, até 24 horas.
  • D. Municípios Sede de Módulo Assistencial, que realizam a atenção básica ampliada e os procedimentos hospitalares e diagnósticos mínimos de média complexidade, não precisam dispor de Serviços de Atendimento Pré-hospitalar Móvel ou Serviço de Transporte Inter-hospitalar.
  • E. Municípios Pólo Microrregional, que realizam procedimentos médios de média complexidade, devem contar com Serviços de Atendimento Pré-hospitalar Móvel, somente municipal, independente da densidade populacional e distâncias observadas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A diretoria do sindicato de trabalhadores na defesa dos direitos desse segmento, solicitou esclarecimentos para o Assistente Social sobre a atuação do Sistema Único de Saúde na saúde do trabalhador. O profissional destaca que
  • A. a legislação é clara ao estabelecer que a saúde do trabalhador que está sob a atribuição da esfera pública, são as atividades destinadas, exclusivamente, às ações de vigilância epidemiológica e vigilância sanitária, responsabilizando as empresas pela recuperação e reabilitação da saúde dos trabalhadores, submetidos aos riscos e agravos advindos das condições de trabalho.
  • B. o trabalhador e a sua respectiva entidade sindical e as empresas têm o direito de receber informações sobre os riscos de acidentes de trabalho, doença profissional e do trabalho, bem como os resultados de fiscalizações, avaliações ambientais e exames de saúde, de admissão, periódicos e de demissão, respeitados os preceitos da ética profissional.
  • C. o próprio trabalhador está impedido de participar dos processos de normatização, fiscalização e controle dos serviços de saúde do trabalhador nas instituições e empresas públicas e privadas, pois esta é uma responsabilidade da própria empresa e é fiscalizada pelos sindicatos patronais.
  • D. se configura como um direito do trabalhador, a revisão periódica da listagem oficial de doenças originadas no processo de trabalho. No entanto, sua elaboração deve ser realizada pela Superintendência Regional do Trabalho sem envolvimento das entidades sindicais, pois cabe a estas a fiscalização no momento de sua aplicação.
  • E. nas situações em que houver exposição a risco iminente para a vida ou saúde dos trabalhadores, cabe ao próprio trabalhador requerer à empresa a interdição de máquina. O sindicato dos trabalhadores deve se isentar dessa responsabilidade, pois está garantido na legislação, requerer ao órgão competente a interdição, quando for o caso de setor de serviço ou de todo ambiente de trabalho.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A adoção de um novo modelo de atenção à saúde no Brasil ocorreu com a Constituição Federal de 1988, sendo posteriormente regulamentado o Sistema Único de Saúde − SUS em 1990. Com relação ao SUS, é correto afirmar que houve a
  • A. realização da descentralização político-administrativa, atribuindo a menor instância com poder formal no município, isto é, as unidades prestadoras de serviços de atenção básica, a responsabilidade de gestão do Sistema Único de Saúde no município.
  • B. realização da estatização de serviços privados, filantrópicos ou não governamentais para a garantia de acesso universalizado de assistência.
  • C. compreensão de que a doença e o seu atendimento são assuntos privados e não se configuram como responsabilidade da saúde pública focando a atenção aos pobres por meio da organização do sistema de filantropia.
  • D. instituição do princípio da hierarquização e regionalização do atendimento por regiões sanitárias em um sistema de acesso por níveis de complexidade.
  • E. ênfase no cuidado com os problemas coletivos relacionados às epidemias, vigilância, controle de alimentos e meio ambiente.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O método da Política Nacional de Humanização (PNH) inverte a concepção tradicional de um caminho traçado para atingir determinado objetivo, preconizando que as metas sejam construídas a partir do agenciamento de movimentos coletivos. Para tanto, se definiu o método da tríplice inclusão, que comporta a inclusão

I. dos diferentes sujeitos − usuários, trabalhadores e gestores − como protagonistas dos processos de atenção e gestão do SUS.

II. dos efeitos de desestabilização das práticas tradicionais e a invenção de novos modos de produzir saúde, que decorrem da inclusão dos diferentes sujeitos e se manifestam como analisadores sociais.

III. dos movimentos coletivos sociais e de novos regimes de sensibilidade que se manifestam na cultura.

IV. dos modelos de atenção centrado na relação queixa-conduta.

V. do sistema público de saúde verticalizado, hospitalocêntrico e de atenção tecnológica.

É correto o que consta APENAS em

  • A.

    I, II e IV.

  • B.

    I, II e III.

  • C.

    I, II e V.

  • D.

    II, III e IV.

  • E.

    II, III e V.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

São princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS):

  • A.

    descentralização, igualdade, atenção básica e participação da comunidade.

  • B.

    municipalização, acesso à média e alta complexidade, universalização e igualdade.

  • C.

    equidade, universalização, descentralização, atendimento integral e participação da comunidade.

  • D.

    atendimento integral, programa de saúde da família, universalização e descentralização.

  • E.

    participação da comunidade, controle social, atenção básica e integralidade.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Uma cliente, após ser submetida a um procedimento cirúrgico experimental, solicita o ressarcimento das despesas. Nessa situação, a Lei nº 12.401, de 2011, especifica que é

  • A.

    permitido, apenas nos casos de complicações póscirúrgica.

  • B.

    necessário a aprovação do ressarcimento pela comissão intergestores tripartite do SUS.

  • C.

    permitido o ressarcimento de até 50% do valor total das despesas descritas no recibo médico.

  • D.

    necessário a aprovação do ressarcimento pela comissão intergestores bipartite da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

  • E.

    vedado, em todas as esferas de gestão do SUS.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

No âmbito do SUS, o atendimento e a internação domiciliar

  • A.

    incluem-se, principalmente, os procedimentos médicos e de enfermagem, cabendo à saúde suplementar disponibilizar os demais procedimentos.

  • B.

    abrange, apenas, os procedimentos médicos e de enfermagem no atendimento domiciliar e acrescentando- se, na internação domiciliar, os outros necessários ao cuidado integral.

  • C.

    são desenvolvidos em parceria com a Agencia Nacional de Saúde Suplementar, que atuará como organismo colegiado de formulação, acompanhamento e avaliação da assistência.

  • D.

    só poderão ser realizados por indicação médica, com expressa concordância do paciente e de sua família.

  • E.

    serão realizados por equipes multidisciplinares que atuarão, exclusivamente, nos níveis da medicina preventiva e reabilitadora.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Uma parturiente, em trabalho de parto, é admitida em uma instituição da rede conveniada do SUS. De acordo com a legislação vigente, a presença do acompanhante é

  • A.

    proibida em todas as fases do trabalho de parto.

  • B.

    permitida, até 1 acompanhante, durante todo o período de trabalho de parto e pós-parto imediato.

  • C.

    permitida até 2 acompanhantes no período de trabalho de parto e proibida no parto e pós-parto imediato.

  • D.

    facultativa, ficando a critério médico a autorização, ou não, do acompanhante.

  • E.

    optativa, ficando a critério da instituição, permitir ou não a presença do acompanhante e definir o quantitativo de acompanhantes.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

De acordo com o texto, está correto:

  • A.

    A gravidez na adolescência, especialmente nas classes populares, representa um problema para a mãe, mas não para a criança.

  • B.

    Os problemas decorrentes de uma gravidez na adolescência restringem-se ao aspecto biológico, ou seja, à saúde física da menina grávida.

  • C.

    A educação pode ajudar a evitar a gravidez na adolescência desde que se enfatize apenas o aspecto biológico do planejamento familiar.

  • D.

    O texto deixa claro que só existe uma dimensão da gravidez na adolescência: a abordagem cultural.

  • E.

    O texto propõe que a escola promova um debate que inclua os aspectos socioculturais e da identidade feminina para reduzir a gravidez na adolescência.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Comparando o relato acima com o que ocorre no Brasil, está correto:

  • A.

    Ao contrário dos países africanos, a Aids no Brasil deixou de ser um problema, com baixo risco de transmissão na população heterossexual.

  • B.

    Da mesma maneira que na África subsaariana, no Brasil a Aids atinge principalmente a população homossexual masculina.

  • C.

    A explicação para o elevadíssimo número de casos de Aids na África é a reinfecção, resultado do consumo de carne crua de macacos.

  • D.

    Tanto na África quanto no Brasil, os usuários de drogas injetáveis estão atualmente menos expostos a contrair Aids devido à vacinação.

  • E.

    Embora no nosso país o tratamento contra a Aids seja melhor que em muitos países africanos, a doença ainda é considerada uma epidemia no Brasil.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: