Questões sobre Questões Sociológicas

As desigualdades sociais no Brasil são motivos de estudos de diversos autores sociais e instituições de pesquisa. Com relação às razões que proporcionaram as raízes essas desigualdades, julgue os itens abaixo e assinale a alternativa correta.

I. Entre o final do século XIX e o começo do século XX houve uma política de imigração europeia dos governos brasileiros, pois imaginava-se, assim, branquear o Brasil.

II. A formação da população brasileira é resultado de decisões políticas tomadas em vários momentos da história. Em muitos casos essas decisões legitimaram o extermínio de indígenas, a escravidão negra, o incentivo à imigração europeia baseado em teorias de evolução social e de hierarquia racial.

III. À medida que a sociedade brasileira se industrializou e urbanizou desenvolveu no País um grande esforço de inclusão social, pois as políticas desenvolvimentistas, traduzido no Plano de Metas, popularmente conhecido como “50 anos em 5” produziu mudanças estruturais, sobretudo para os mais pobres.

IV. O coronelismo vinculado à grande propriedade rural, principalmente no Nordeste, serviu como base de sustentação de uma estrutura agrária concentradora de renda e ausência de educação.

  • A. Os itens I, II e IV estão corretos.
  • B. Os itens I, II e III estão corretos.
  • C. Os itens II, III e IV estão corretos.
  • D. Somente o item IV está correto.
  • E. Todos os itens estão corretos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O tema do desenvolvimento sustentável é uma pauta muito presente nos dias atuais nas sociedades capitalistas modernas. A respeito dessa busca pelo desenvolvimento sustentável, podemos apontar como correto, exceto:
  • A. Um dos principais empecilhos das sociedades capitalistas na busca pela sustentabilidade são os padrões de produção e consumo.
  • B. Uma eficiente política de desenvolvimento sustentável passa por mudança na gestão das grandes cidades, inclusive nos comportamentos pessoais do uso de menos automóvel e usar formas alternativas de transporte.
  • C. A busca de uma sociedade sustentável pode, assim, ser instrumento dos interesses do grande capital que por princípios pode possibilitar a proximidade entre o poder público e a sociedade civil.
  • D. O uso da tecnologia poderá ser um instrumento importante no desenvolvimento humano, em vez de apenas alimentar o consumo e a produção industrial.
  • E. O excesso de veículos em circulação pelas ruas das grandes cidades é responsável pelo agravamento da poluição ambiental, bem como do aumento de problemas de saúde, como o estresse.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Foram necessários 10 Mil anos para a população mundial atingir 1 Bilhão de pessoas. Foi apenas necessário um século - de 1800 a 1900 - para que a população duplicasse para 2 Bilhões. No século XX, vimos este número triplicar para aproximadamente 6 Bilhões. Por isso, não é surpreendente, que muitas pessoas se preocupem com o que nos reserva o século XXI se a população mundial continuar a crescer como até aqui, chegará a níveis intoleráveis daqui a quarenta ou cinquenta anos. (GIDDENS, Antony. Sociologia. Lisboa. Fundação Calouste Gulbenkian, 2008.)

Assinale a alternativa que apresente as consequências desse aumento da população sobre o Meio Ambiente.

  • A. Um problema que todos enfrentamos diz respeito à ecologia do ambiente. A difusão da produção industrial já produziu efeitos que podem causar danos irreparáveis no meio ambiente. Apesar dos problemas terem causados esses efeitos, a maioria dos países industrializados recuperaram boa parte do meio ambiente natural que foi depredado.
  • B. A crescente recuperação do Meio Ambiente levou a falência vários movimentos sociais ligados as causas ecológicas surgidos na década de 1970. Esses movimentos tinham como filosofia preocupação comum a tomada de medidas para a proteção do ambiente mundial, para conservar os seus recursos em vez de explorá-los até ao limite e para proteger as espécies animais que restam.
  • C. Antes do desenvolvimento da indústria moderna, a natureza dominava a vida humana e o contrário não sucedia. Hoje, as agressões humanas ao ambiente são tão intensas que há poucos processos naturais não influenciados pela atividade humana. Quase toda a terra cultivável é utilizada para a produção agrícola. O que costumava ser natureza selvagem quase inacessível transformou-se em reservas naturais, visitadas rotineiramente por milhares de turistas.
  • D. Em vez de apelarem pelo fim do crescimento econômico, os desenvolvimentos mais recentes voltam-se para a noção de desenvolvimento sustentável. Esse modelo adota o crescimento deveria ser conduzido, pelo menos idealmente, de forma a os lucros deveriam ser melhor compartilhados entre as pessoas para que essas deixassem de desperdiçar os recursos naturais.
  • E. Apesar dos ricos serem os principais consumidores, o prejuízo ambiental causado pelo consumo dos mais pobres é igualmente prejudicial ao meio ambiente. Os ricos não dispõem de nenhum privilegio em relação aos pobres, pois as consequências do desgaste ambiente são sentidas por todos. A nível local, os grupos mais ricos mesmo com mais recursos econômicos que lhes permitem dividem as mesmas áreas problemáticas com os menos favorecidos financeiramente.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Analise os trechos abaixo sobre a formação das elites políticas brasileira.

I - “O uso da violência institucionalizada, da opressão sistemática e do terror organizado na revolução burguesa não constitui uma novidade. Ele aparece de forma endêmica ou transitória em todas as modalidades de revolução burguesa reconhecidas como ‘clássicas’. O que havia ocorrido é que os ‘círculos acadêmicos’ abandonaram o uso do conceito de dominação burguesa, a teoria de classe e, especialmente, a aplicação da noção de revolução à etapa de transição para o capital industrial nas nações capitalistas da periferia. Passou-se a falar, indiscriminadamente, em ‘elites’ e em ‘modernização’, algumas vezes também em ‘transferência de tecnologia e de capital’. ”

II – “O que muitos autores chamam, com extrema impropriedade, de crise do poder oligárquico não é propriamente um ‘colapso’, mas o início de uma transição que inaugurava, ainda sob a hegemonia da oligarquia, uma recomposição das estruturas do poder, pela qual se configurariam, historicamente, o poder burguês e a dominação burguesa”

III - “A burguesia brasileira não assume o papel de paladina da civilização ou de instrumento da Modernidade, pelo menos de forma universal e como decorrência imperiosa de seus interesses de classe. Ela se compromete, por igual, com tudo que lhe fosse vantajoso: e para ela era vantajoso tirar proveito dos tempos desiguais e da heterogeneidade da sociedade brasileira, mobilizando as vantagens que decorriam tanto do ‘atraso’ quanto do ‘adiantamento’ das populações”.

Assinale a alternativa que representa o autor dos trechos acima:

  • A. Florestan Fernandes
  • B. Fernando Henrique Cardoso
  • C. Antônio Candido
  • D. Milton Santos
  • E. Sérgio Buarque de Holanda
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Segundo essa forma de perceber as empresas capitalistas em rede modernas, são consideradas características deste modelo todas, exceto:

  • A. Rede dinâmica
  • B. Planejamento estratégico
  • C. Centralização de atividades
  • D. Unidades autoprogramadas e autocomandadas
  • E. Participação e coordenação de ações
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A respeito dos marcadores sociais da diferença, julgue os itens a seguir. As categorias sociais da diferença são unilaterais, porque não se relacionam entre si, uma vez que não sofrem interferência histórica e do contexto social, econômico e político.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A respeito dos marcadores sociais da diferença, julgue os itens a seguir. Apesar da variedade, os marcadores sociais da diferença foram catalogados de forma definitiva pelo governo brasileiro no sentido de adequar os estudos sociais que hoje norteiam as pesquisas de campo estatais.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A respeito dos marcadores sociais da diferença, julgue os itens a seguir. Em relação às desigualdades de gênero, as revoltas contra a opressão feminina ocorreram a partir dos movimentos pelo direito ao voto.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em relação aos temas da produção e da reprodução das relações sociais, julgue os itens a seguir. Para a teoria marxista, o desenvolvimento das forças produtivas amplia e restringe a capacidade dos homens de produzir desumanidades.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em relação aos temas da produção e da reprodução das relações sociais, julgue os itens a seguir. De acordo com o tema da reprodução social, os complexos sociais não se confundem com o trabalho, embora relacionem-se constantemente entre si.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: