Questões de Língua Portuguesa da IPAD

As informações do Texto 1 autorizam o leitor a concluir que:

  • A.

    As mulheres lutam bem mais do que os homens para alcançarem a felicidade.

  • B.

    A felicidade do ser humano não existe de fato, pois é fruto da imaginação humana.

  • C.

    É nosso “otimismo visceral” que nos impede de nos sentirmos realmente felizes.

  • D.

    Somente a depressão nos leva à felicidade, pois ela nos mostra a realidade completa.

  • E.

    Para que nos sintamos felizes, temos que recorrer, também, às nossas ilusões.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O termo que se enquadra na mesma justificativa de tênis, quanto à tonicidade, é:

  • A.

    enfatizar

  • B.

    acabar

  • C.

    Natal

  • D.

    consumismo

  • E.

    espiritual

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Analise se há equivalência semântica entre as expressões destacadas nos trechos a seguir e aquelas apresentadas entre parênteses.

1. “nós até que nos saímos relativamente bem quando lidamos com a felicidade presente, mas basta adicionar a dimensão temporal, isto é, colocá-la no passado ou no futuro, para que tudo dê errado.” (‘quer dizer’)

2. “Apesar de termos bilhões de neurônios formando trilhões de conexões, não haveria espaço para armazenar toda uma vida na forma de imagens gravadas. Na verdade, o que o cérebro guarda são registros hipertaquigráficos [...].” (‘De fato’)

3. “A coisa fica pior quando nos movemos para o futuro em vez de para o passado.” (‘em lugar de’)

4. “Em resumo, não vivemos felizes (e nem mesmo saudáveis) sem ilusões.” (‘Em síntese’)

Há equivalência semântica em:

  • A.

    2, 3 e 4, apenas.

  • B.

    1, 3 e 4, apenas.

  • C.

    1, 2 e 4, apenas.

  • D.

    1, 2 e 3, apenas.

  • E.

    1, 2, 3 e 4.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em relação às mensagens veiculadas pelos Textos 4 e 5, pode-se afirmar que:

  • A.

    o primeiro deve ser interpretado como uma crítica à adoção de animais, em vez de crianças; o segundo, como uma mensagem de cunho religioso.

  • B.

    o primeiro faz referência à causa de se estar feliz; o segundo, às consequências de se partilhar a felicidade.

  • C.

    a mensagem do primeiro é irônica e tem efeito humorístico; a do segundo é poética e de caráter filosófico.

  • D.

    ambos os textos têm como principal objetivo o de convencer os leitores da importância da adoção de animais.

  • E.

    ambos os textos só podem ser compreendidos se o leitor tiver familiaridade com conceitos matemáticos, especialmente o das quatro operações

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Nos Textos 2 e 3, a felicidade é comparada:

  • A.

    ao orvalho e ao carnaval, no primeiro; à procura de um objeto pessoal, no segundo.

  • B.

    à tristeza e à alegria do carnaval, no primeiro; a um objeto de uso pessoal, no segundo.

  • C.

    a uma flor e aos trabalhadores no carnaval, no primeiro; a uma pessoa idosa, no segundo.

  • D.

    a uma lágrima e a uma festa popular, no primeiro; a uma parte do corpo, no segundo.

  • E.

    a uma pétala de flor e a uma festa, no primeiro; a um avozinho infeliz, no segundo.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Observe o uso da expressão pronominal ‘a gente’, nos Textos 2 e 3, respectivamente: “A gente trabalha o ano inteiro / Por um momento de sonho” e “Quantas vezes a gente, em busca da ventura,/ Procede tal e qual o avozinho infeliz:”. Sobre o referente dessa expressão, nos textos, é correto afirmar que:

  • A.

    apenas no Texto 2 o referente da expressão ‘a gente’ é definido, e diz respeito aos costureiros que confeccionam as fantasias de carnaval.

  • B.

    em ambos os textos os referentes são bem definidos e explícitos: no Texto 2, são os que trabalham durante o carnaval; no Texto 3, são os ‘avozinhos infelizes’.

  • C.

    apenas no Texto 3 o referente é determinado: a expressão ‘a gente’ faz referência aos poetas, que estão sempre em busca da felicidade.

  • D.

    em ambos os textos os referentes são bem definidos, mas estão implícitos nos textos: no Texto 2, são os que brincam carnaval; no Texto 3, são os idosos.

  • E.

    em ambos os textos, os referentes são indeterminados, estendendo-se a uma quantidade não delimitada de pessoas.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Segundo o Texto 2, a felicidade se assemelha ao carnaval em:

1. acontecer tanto para o pobre como para o rico.

2. promover uma alegria fugaz.

3. exigir esforço prévio para alcançá-la.

4. ter data marcada para acontecer.

Estão corretas:

  • A.

    1, 2 e 3, apenas.

  • B.

    1, 3 e 4, apenas.

  • C.

    2 e 3, apenas.

  • D.

    1 e 2, apenas.

  • E.

    1, 2, 3 e 4.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Considerando-se os aspectos composicionais e tipológicos dos Textos 2 e 3, é correto afirmar que:

  • A.

    apenas o Texto 2 apresenta-se estruturado em partes: introdução, desenvolvimento e conclusão.

  • B.

    são, ambos, textos literários, o que se revela pela estrutura em prosa e pelas figuras de linguagem.

  • C.

    do ponto de vista tipológico, o Texto 2 corresponde a uma narração, e o Texto 3 a uma descrição.

  • D.

    do ponto de vista tipológico, o Texto 2 corresponde a uma narração, e o Texto 3 a uma descrição.

  • E.

    no Texto 2 prevalecem os segmentos narrativos; o Texto 3 tem as características do gênero ‘anedota’.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Já o Texto 3 tem como principal mensagem a ideia de que a felicidade:

  • A.

    só se alcança na velhice.

  • B.

    pode passar despercebida.

  • C.

    está relacionada à saúde.

  • D.

    é algo imensurável.

  • E.

    não pode ser alcançada.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O Texto 2 trata da felicidade, destacando primordialmente:

  • A.

    seus efeitos positivos.

  • B.

    sua imprevisibilidade.

  • C.

    sua dependência das riquezas.

  • D.

    sua efemeridade.

  • E.

    seu poder de mudança.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: