Questões sobre Nutrição e Saúde Pública da EDUCA

Considerando os procedimentos para avaliação do perfil alimentar e nutricional para registro no SISVAN, numere os itens de cima de acordo com os de baixo.

1. Crianças

2. Adolescentes

3. Adultos

4. Gestantes

5. Idosos

( ) Avaliar os hábitos alimentares, a disponibilidade e variedade de alimentos na família e o recebimento de benefícios provenientes de programas de transferência de renda e outros tipos de auxílio (cesta básica, leite etc.).

 ( ) Considerar a perda da capacidade/autonomia para preparar os alimentos e para se alimentar.

( ) Identificar o estágio de maturação sexual por meio da avaliação do desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários.

( ) Avaliar resultados de exames clínicos e bioquímicos, incluindo hemoglobina sérica, para investigação de anemia ferropriva e a prescrição de suplementos.

( ) Avaliar a alimentação nos ambientes domicílio e escola e as possíveis influências nas suas escolhas alimentares.

Assinale a alternativa que apresenta a numeração COREETA da coluna da direita, de cima para baixo.

  • A.

    4 – 3 – 1 – 5 – 2

  • B.

    2 – 3 – 4 – 5 – 1

  • C.

    5 – 1 – 2 – 4 – 3

  • D.

    3 – 5 – 2 – 4 – 1

  • E.

    3 – 4 – 1 – 5 – 2

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) foi regulamentado como atribuição do Sistema Único de Saúde (SUS), por meio da Portaria nº 080-P, de 16 de outubro de 1990, do Ministério da Saúde, e da Lei nº 8.080/1990, capítulo I, artigo 6º, inciso IV – Lei Orgânica da Saúde. Antes desse momento, existiam inúmeras experiências locais em diversas partes do país sem uma articulação estadual e nacional.

Sobre o SISVAN, considere as seguintes afirmativas:

1. As ações de VAN realizadas com os usuários do SUS incorporadas às rotinas de atendimento na rede básica de saúde não abrangem situações de risco.

2. O SISVAN é baseado na terceira diretriz da Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN).

3. Devem-se associar os indicadores antropométricos a outros diagnósticos, como a vulnerabilidade social, etária e por morbidade.

4. Recomenda-se a ampliação da cobertura da vigilância alimentar e nutricional para todos os grupos populacionais.

Assinale a alternativa CORRETA.:

  • A.

    Somente a afirmativa 4 é verdadeira.

  • B.

    Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.

  • C.

    Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.

  • D.

    D. Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.

  • E.

    As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Segundo a Portaria nº 648/GM, de 28 de março de 2006, que aprova a Política Nacional de Atenção Básica, o SISVAN é um dos sistemas que deve ter uma alimentação de dados regular para evitar a suspensão do repasse de recursos do Piso da Atenção Básica/PAB.

De acordo com essa portaria e segundo os protocolos do SISVAN, identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):

( ) Considera-se alimentação regular dos dados quando o registro é feito com periodicidade ininterrupta, ou seja, todos os meses do ano.

( ) Considera-se alimentação irregular dos dados a ausência de envio de informações por 2 meses consecutivos.

( ) Considera-se alimentação regular dos dados quando a cada dois meses eles são lançados no sistema.

( ) Considera-se alimentação irregular dos dados a ausência de envio de informações por 3 meses alternados no período de um ano.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

  • A.

    V – F – F – V

  • B.

    V – V – F – F

  • C.

    F – V – V – F

  • D.

    F – F – V – V

  • E.

    V – V – F – V

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Sobre o Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN), é CORRETO afirmar:

  • A.

    Está institucionalizado dentro da Coordenação Geral da Política de Alimentação e Nutrição (CGPAN).

  • B.

    Constitui-se de ações e programas prioritários a serem desenvolvidos em ação conjunta Estado– sociedade.

  • C.

    Trata da regulamentação da Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância.

  • D.

    Regulamenta a rotulagem de alimentos transgênicos e produzidos com o uso de agrotóxicos.

  • E.

    Determina a erradicação da fome e da desnutrição por meio do fortalecimento das ações de promoção da alimentação saudável na atenção básica à saúde.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a hipovitaminose A é caracterizada como um problema de saúde pública quando:

  • A.

    A prevalência está entre 5 e 8% de crianças com níveis de retinol sérico abaixo de 20 μg/dl.

  • B.

    A prevalência é inferior a 10% de crianças com níveis de retinol sérico abaixo de 30 μg/dl.

  • C.

    A prevalência é superior a 10% de crianças com níveis de retinol sérico abaixo de 20 μg/dl.

  • D.

    A prevalência é superior a 20% de crianças com níveis de retinol sérico abaixo de 10 μg/dl.

  • E.

    A prevalência é superior a 20% de crianças com níveis de retinol sérico abaixo de 20 μg/dl.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A vitamina A possui função fisiológica muito diversificada, pois atua no bom funcionamento do processo visual, na integridade do tecido epitelial e no sistema imunológico, entre outros.

Com relação a esse assunto, identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):

( ) O valor da vitamina A em equivalente de retinol (EqR) é representado pelos carotenóides presentes nos vegetais e a vitamina A, propriamente dita, presente nos alimentos de origem animal.

( ) A quantidade de vitamina A presente no leite materno supera as necessidades da criança nos seis primeiros meses de vida.

( ) Dos 6 aos 12 meses, a quantidade de vitamina presente em um copo de leite de vaca atende a necessidade diária de vitamina A da criança.

( ) Para controlar a deficiência de vitamina A, o Ministério da Saúde distribui cápsulas de 100.000 UI dessa vitamina para adolescentes e adultos do Nordeste e do Vale do Jequitinhonha (MG).

( ) Uma forma de prevenir a deficiência de vitamina A é através da adição de farinha de fígado bovino em sopas e papas para menores de um ano em Centros de Educação Infantil do Nordeste e Vale do Jequitinhonha (MG).

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

  • A.

    F – V – V – F – V

  • B.

    V – V – F – V – F

  • C.

    V – F – V – F – F

  • D.

    V – V – F – F – F

  • E.

    F – F – V – V – V

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O Programa Nacional de Suplementação de Ferro (PNSF) se destina à suplementação preventiva de todas as crianças de 6 a 18 meses com sulfato ferroso e prevê a orientação adequada da alimentação complementar, pelo seu importante papel no suprimento de ferro durante a infância. Sobre essa suplementação, identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):

( ) A biodisponibilidade de ferro permite a absorção de 50% do mineral presente no leite materno, enquanto a absorção do ferro no leite de vaca, que possui quantidades semelhantes, é de 10%.

( ) O ferro heme, presente nas carnes e vísceras, tem maior biodisponibilidade, embora esteja exposto a fatores inibidores, como fitatos e taninos, que diminuem sua absorção.

( ) O ferro não-heme, contido no ovo, cereais, leguminosas e hortaliças, é absorvido de 2 a 10% pelo organismo e pode ter suas taxas de absorção aumentadas ou diminuídas na presença de determinados alimentos.

 ( ) A recomendação de ferro para crianças de seis a 12 meses é de 11 mg/dia, daí a necessidade de oferecer alimentos à criança com maior quantidade de ferro heme e suco de fruta natural, após o almoço e jantar, para aumentar a absorção de ferro não-heme.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA, de cima para baixo.

  • A.

    V – V – F – F

  • B.

    V – F – V – V

  • C.

    F – F – F – V

  • D.

    F – V – V – F

  • E.

    V – V – V – V

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: