Questões de Pneumologia

Pesquise mais Questões de Pneumologia abaixo,

Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Com relação à laringomalácia, assinale a alternativa correta.

  • A. É congênita e não há tratamento disponível; é importante tranquilizar a família e observar o desenvolvimento do paciente.
  • B. O diagnóstico é principalmente clínico, é importante tratar refluxo gastroesofágico, se associado, o que ocorre com frequência, o prognóstico é bom, a intervenção cirúrgica pode ser indicada em casos especiais quando a evolução não é satisfatória.
  • C. A broncoscopia para avaliação está indicada em todos os casos.
  • D. A sondagem enteral é indicada para o paciente, pois não ganha peso satisfatoriamente
  • E. A laringomalácia é uma flacidez dos tecidos aritenoideanos e às vezes encurtamento das pregas ariepiglóticas condicionadas por transmissão autossômica recessiva.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Paciente de 10 anos de idade, recebido no ambulatório de pneumologia pediátrica, foi encaminhado da cardiologia para investigação de cianose persistente, com redução da saturação de O2, depois de ter realizado ecocardiograma com doppler que resultou normal. O paciente se queixava de cefaleia diária e epistaxes pelo menos cinco vezes por semana. O pai do paciente também apresenta epistaxes e cefaleias frequentes. Ao exame, o paciente se apresentava em bom estado geral, eupneico (frequência respiratória 25 ipm), saturação – 86%, tórax sem deformidades, murmúrio vesicular normal, cor, rítmico e sem sopros, com presença de telangiectasias nas pontas dos dedos e na face. A saturação não melhorou com a administração de oxigênio por sonda nasal. A prova de função pulmonar foi normal.

Nessa situação hipotética, assinale a alternativa que indica a conduta mais adequada para esse paciente.

  • A. Realização de ultrassom abdominal com doppler e verificação do fluxo da veia porta.
  • B. Polissonografia para avaliação de apneia noturna.
  • C. Tomografia computadorizada do tórax com contraste e busca de sinais de malformação arteriovenosa (MAV).
  • D. Dosagem das imunoglobulinas.
  • E. Dosagem do Dímero-d e realização de cintilografia ventilação perfusão.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Paciente de oito anos de idade apresenta-se em consulta por ronco noturno e cansaço diurno. A professora se queixa de que ele dorme na sala de aula e tem dificuldade de aprendizado. Ao exame, encontra-se em percentil 25 para altura e 95 para peso. Com base na situação hipotética apresentada, assinale a alternativa que indica o próximo passo na avaliação desse paciente.

  • A. Corticosteroides sistêmicos.
  • B. Tonsilectomia e adenoidectomia.
  • C. CPAP noturno.
  • D. Cirurgia bariátrica.
  • E. Polissonografia.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

A respeito da fibrose cística, assinale a alternativa correta.

  • A. Cerca de 10% dos casos de fibrose cística são causados por mutações conhecidas por nonsense, caracterizadas por um códon de terminação prematura no mRNA para cystic fibrosis transmembrane conductance regulator (CFTR).
  • B. O exame de cloro no suor é muito sensível para o diagnóstico, pois não existem falsos negativos.
  • C. A fibrose cística é causada por uma herança autossômica recessiva, e o gene por ela responsável foi localizado no cromossomo 5.
  • D. A terapia de manutenção habitual na fibrose cística inclui corticoide sistêmico contínuo.
  • E. Achado de bronquiectasia ao raio X é inconsistente com o diagnóstico de fibrose cística.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Paciente de nove anos de idade é referido ao ambulatório de pneumologia por tosse crônica produtiva, pneumonias de repetição (três ao ano) e sinusites de repetição. Ao exame, o paciente é afebril, com sinais vitais normais, estado nutricional adequado para idade e apresenta roncos esparsos à ausculta pulmonar. Um raio X é realizado, demonstrando a seguinte imagem:

Considerando o caso hipotético apresentado, qual exame pode sugerir o diagnóstico?

  • A. Tomografia computadorizada de tórax.
  • B. Pletismografia e avaliação de difusão de CO.
  • C. Cultura de escarro induzido.
  • D. Avaliação do óxido nítrico nasal e biópsia da mucosa nasal.
  • E. Avaliação do sistema complemento.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Paciente de três meses de vida é trazido à emergência pelos pais, que observaram dificuldade respiratória e cansaço, febre baixa, apenas dois episódios, negando cianose ou alteração do estado geral. O paciente era previamente saudável, nascido de gravidez e parto sem intercorrências; o bebê é amamentado ao seio exclusivamente. O exame físico demonstrou – temperatura de 37,7 oC, frequência respiratória 65 ipm, pressão arterial 73/45, frequência cardíaca – 168 bpm, saturação 91% em ar ambiente, retrações costais presentes, sibilância predominantemente expiratória e estertoração fina bilateralmente em bases dos hemitóraces. Com base nessa situação hipotética, que procedimentos o tratamento inicial desse paciente deverá incluir?

  • A. Antibióticos de largo espectro e tratamento específico para B. pertussis.
  • B. Corticoide inalatório, associado à prednisolona 5mg/kg/dia.
  • C. Tratamento de suporte, incluindo oxigênio, inalação com salina hipertônica associada a salbutamol ou epinefrina, hidratação.
  • D. Suporte ventilatório, pois o paciente está em franca insuficiência respiratória.
  • E. Corticosteroide sistêmico associado à inalação com beta-adrenérgicos.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Quanto às rinossinusites na infância, assinale a alternativa correta.

  • A. Hipertrofia adenoideana é fator predisponente para desenvolvimento de sinusites, mas não o tabagismo passivo.
  • B. A etiologia viral associada à infecção do trato respiratório superior (ITRS) ou resfriado comum é a causa mais frequente de rinossinusite aguda.
  • C. A ultrassonografia consiste na avaliação dos seios paranasais.
  • D. Os seios maxilares estão presentes ao nascimento e se desenvolvem até cerca de 8-9 anos de idade; os seios frontais estão presentes ao nascimento e se desenvolvem até os 20 anos de idade.
  • E. Para o diagnóstico da sinusite aguda, é indicada a realização de exame de imagem dos seios paranasais, raios X simples na posição Water and Caldwell.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

A epiglotite pode ser clinicamente diferenciada do crupe viral pelas seguintes características:

  • A. toxemia, sazonalidade, esforço respiratório, cefaleia.
  • B. sazonalidade, estridor, dor abdominal, ausência ou vacinação incompleta para difteria.
  • C. estridor, tosse, esforço respiratório, história de episódio inicial de sufocação.
  • D. estridor, disfagia e esforço respiratório, estertorações finas em campos pulmonares.
  • E. febre alta, disfagia (sialorreia), ausência de rouquidão, prostração e toxemia.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Paciente de cinco dias de vida, sexo masculino, resultado de gravidez sem intercorrências e parto cesáreo, nascido de termo com 3.200 g, apresenta-se ao pronto-socorro por respiração rápida observada pelos pais. O paciente apresenta bom estado geral, hidratado, taquipneico, mas sem esforço respiratório importante, não houve redução do apetite, está afebril. A radiografia do tórax é a que se segue.

Considerando a situação hipotética, assinale a alternativa correta.

  • A. Trata-se de patologia mais comum no sexo masculino, de envolvimento predominantemente unilobar e tratamento cirúrgico.
  • B. Trata-se de pneumotórax espontâneo. O paciente deve ser drenado e o dreno colocado sob selo d’água.
  • C. Trata-se de mal posicionamento do paciente durante o exame, dando a impressão de aumento do lobo superior direito.
  • D. Trata-se de malformação cística, e o paciente deve ser operado.
  • E. Os raios X está normal.
Sua resposta é:
Questões de Medicina Pneumologia
Ano: 2014, Banca: IADES, Concurso: HUPES - UFBA/BA, Cargo: Médico

Com relação à resistência vascular pulmonar, assinale a alternativa correta.

  • A. Em condições normais, existe maior fluxo sanguíneo e maior pressão hidrostática nos capilares dos ápices pulmonares, no indivíduo ereto.
  • B. O grande número de vias circulatórias dispostas em série diminui a resistência ao fluxo sanguíneo.
  • C. O volume pulmonar interfere na resistência vascular pulmonar através da distensão dos vasos extraalveolares, condicionando aumento da resistência vascular local na presença de atelectasias.
  • D. A vasoconstricção hipóxica não é suficientemente poderosa para modificar a resistência vascular pulmonar.
  • E. Os fenômenos de distensão e recrutamento dos vasos pulmonares são insuficientes para determinar redução da pressão arterial pulmonar durante o exercício, quando o fluxo sanguíneo aumenta significativamente, em condições fisiológicas e ao nível do mar.
Sua resposta é: