Questões de Medicina do ano 2015

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) pode ser elaborado por qualquer profissional do SESMT, ao passo que o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) deve ser elaborado por médico do trabalho. A Classificação Internacional de Doenças–10 (CID–10) é um modelo dinâmico e, juntamente com as divisões da CIF — funcionalidade e fatores contextuais —, pode descrever qualquer estado de saúde ou de funcionalidade.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A síndrome coronariana aguda com elevação do segmento ST (IAMST) é caracterizada por surgimento de sintomas sugestivos de isquemia miocárdica, persistência das alterações do ECG e subsequente elevação dos marcadores de necrose miocárdica. O emergencista deve buscar imediatamente a pronta recanalização da artéria obstruída, seja pelo uso de fibrinolitos, ou por intervenção percutânea. São contraindicações absolutas à trombólise no IAMST, EXCETO:
  • A. Presença de lesão estrutural do SNC.
  • B. Acidente vascular hemorrágico prévio.
  • C. Cirurgia do SNC ou medular nos últimos dois anos.
  • D. Cirurgia de grande porte nas últimas seis semanas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O desconforto ou dor torácica na emergência representa um grande desafio para o médico, pois, além de queixa frequente, compreende uma variedade de causas, com ampla gama de implicações clínicas, algumas potencialmente fatais se não prontamente reconhecidas. O eletrocardiograma é fundamental e deve ser feito imediatamente, até 10 minutos após a chegada ao pronto‐socorro. Neste contexto, analise a seguir o ECG de um paciente com dor torácica.

Em relação ao ECG, qual é o provável diagnóstico?

  • A. Pericardite.
  • B. Dissecção aguda de aorta.
  • C. Tromboembolismo pulmonar.
  • D. Infarto agudo do miocárdio de parede anterior extensa.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A leptospirose é uma doença que se manifesta com início súbito de febre, cefaleia, mialgia, anorexia, náuseas e vômitos. Podem ocorrer diarreia, artralgia, hiperemia ou hemorragia conjuntival, fotofobia, dor ocular e tosse. Hepatomegalia, esplenomegalia e linfadenopatia podem ocorrer, mas são achados menos comuns. É importante notar a existência de alguns sinais e sintomas que podem ajudar a diferenciar a fase precoce da leptospirose de outras causas de doenças febris agudas. Qual o achado mais característico da leptospirose que auxilia no diagnóstico diferencial?
  • A. Icterícia.
  • B. Sufusão conjuntival.
  • C. Hemorragia intestinal.
  • D. Mialgia em região de panturrilhas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
“Paciente, 35 anos, com quadro de febre há três dias, acompanhada de cefaleia, prostração, dor retro‐orbitária, exantema, mialgias, artralgias e história epidemiológica compatível para dengue. Ao exame, o paciente apresenta extremidades frias, pulso filiforme e pressão arterial convergente.” Qual o esquema de reposição volêmica indicado para esse paciente?
  • A. Fase de expansão: hidratação IV imediata, sendo 20 ml/kg/h em duas horas, com soro fisiológico ou ringer lactato.
  • B. Hidratação oral supervisionada: 80 ml/kg/dia, sendo 1/3 do volume administrado em quatro a seis horas e na forma de solução salina isotônica.
  • C. Hidratação oral: 80 ml/kg/dia, sendo 1/3 com solução salina e no início com volume maior. Para os 2/3 restantes, orientar a ingestão de líquidos caseiros.
  • D. Fase de expansão rápida parenteral, com solução salina isotônica: 20 ml/Kg em até 20 minutos. Se necessário, repetir por até três vezes, de acordo com avaliação clínica.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A abstinência alcoólica está inserida em um contexto mais amplo, que é o abuso e a dependência do álcool. A ingestão aguda de álcool leva, inicialmente, a uma liberação de opioides endógenos causando euforia e reforço para o uso contínuo, em seguida, há ativação dos receptores inibitórios GABA tipo A, causando efeitos sedativos. Qual a principal medicação para controlar os sintomas de abstinência, além de reduzir a incidência de convulsões e delirium?
  • A. Neurolépticos.
  • B. Carbamazepina.
  • C. B]bloqueadores.
  • D. Benzodiazepínicos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A infecção pelo vírus da dengue causa uma doença de amplo espectro clínico, incluindo desde formas oligossintomáticas até quadros graves, podendo evoluir para o óbito. O médico deve estar atento aos sinais de alarme – sinais clínicos e laboratoriais que anunciam a possibilidade de o paciente com dengue evoluir para a forma grave da doença. São sinais de alarme na dengue, EXCETO:
  • A. Vômitos persistentes.
  • B. Dor abdominal intensa e contínua.
  • C. Hipotensão postural e/ou lipotimia.
  • D. Prova do laço positiva e/ou petéquias.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A Intubação Orotraqueal (IOT) não é um procedimento isento de complicações e o emergencista deve estar especialmente atento à intubação esofágica que, se não reconhecida a tempo, poderá levar ao óbito e à intubação seletiva, a qual geralmente ocorre no brônquio direito, acarretando hipoxemia e um mau resultado, se não diagnosticada. São complicações relacionadas à IOT, EXCETO:
  • A. Taquicardia.
  • B. Hipotensão.
  • C. Pneumotórax.
  • D. Sangramentos em vias aéreas superiores.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A Atividade Elétrica Sem Pulso (AESP) se caracteriza por um ritmo elétrico que usualmente deveria estar associado a pulso central. São várias atividades elétricas englobadas nessa definição, mas o tratamento é o mesmo para todos esses ritmos. Geralmente existe algum fator impedindo o acoplamento entre a atividade elétrica organizada do miocárdio e a contração muscular efetiva que deveria resultar dessa atividade elétrica. São causas de atividade elétrica sem pulso, EXCETO:
  • A. Hipoxia.
  • B. Hipovolemia.
  • C. Alcalose metabólica.
  • D. Tromboembolismo pulmonar.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
“O desfibrilador automático/semiautomático possui um programa que lhe permite identificar e reconhecer os ritmos de parada, indicando ou não o choque. Se o ritmo presente não for _________________ ou _________________, o aparelho não indicará o choque, cabendo ao socorrista manter a massagem cardíaca e as ventilações.” Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente a afirmativa anterior.
  • A. atividade elétrica sem pulso / assistolia
  • B. taquicardia ventricular / fibrilação atrial
  • C. taquicardia ventricular / fibrilação ventricular
  • D. atividade elétrica sem pulso / fibrilação ventricular
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: