Questões sobre Terapia Ocupacional

Pacientes com traumatismo crânio encefálico (TCE) podem apresentar diferentes estados de consciência, dependendo da severidade da lesão. Quando um paciente apresenta TCE severo, ele pode entrar em coma temporariamente e recuperar a consciência gradativamente ou de forma abrupta e ainda passar para o estado vegetativo em 2 a 4 semanas. Sobre a intervenção em pacientes com alterações severas de consciência decorrentes de TCE em contexto hospitalar, considere as condutas do terapeuta ocupacional apresentadas a seguir.

I Utilizar a escala funcional de níveis cognitivos do Rancho Los Amigos que permite a observação comportamental para classificar o nível da função cognitiva do paciente.

II Executar o programa de estimulação multissensorial de forma individualizada de acordo com os níveis de função cognitiva e motora de cada paciente por meio de estímulos táteis, vestibulares, olfatórios, cinestésicos, proprioceptivos, auditivos e visuais sendo aplicados de forma simultânea para favorecer a neuroplasticidade.

III Fornecer estímulos cinestésicos, proprioceptivos e vestibulares por meio de suaves mudanças de posição do corpo, com movimentos leves de cabeça e pescoço, rolamento e inclinação para sentar.

IV Utilizar estratégias para normalizar o ambiente, visando reduzir a agitação por meio do fornecimento de informações de orientação e manter uma estrutura diária previsível.

Das condutas referidas, as corretas estão presentes nos itens

  • A. III e IV apenas.
  • B. II e IV apenas.
  • C. I, II e III.
  • D. I, III e IV.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A lesão medular espinhal (LME) é um evento devastador que afeta ou que interfere em diferentes fases da vida. O tratamento de reabilitação estimula o lesado medular a reaprender e a controlar as funções “perdidas”, conferindo-lhe a maior independência funcional possível, o que o torna capaz de se integrar socialmente. Para tratar pacientes acometidos por lesão medular, o terapeuta ocupacional deve
  • A. indicar, para paciente com lesão cervical alta (C1 a C4), extensores radiais de punho para controle da tenodese.
  • B. favorecer, na fase aguda, o posicionamento correto no leito, prescrever órteses e incentivar a posição sentada para estimular a funcionalidade de membros superiores.
  • C. prescrever para paciente paraplégico, com nível de lesão C4, adaptações que substituem a preensão em atividades como alimentação e higiene oral.
  • D. orientar pacientes com lesão cervical, nível C6 e C7, a utilizar dispositivo externo para respiração em caso de complicações na musculatura diafragmática.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A paralisia braquial obstétrica é o resultado de uma lesão das fibras nervosas do plexo braquial durante as manobras obstétricas do parto, gerando grande repercussão na funcionalidade do membro superior lesado do recém-nascido. Sobre a intervenção do terapeuta ocupacional na paralisia braquial obstetra (PBO), analise as afirmativas a seguir:

I A imobilização com gesso ou órtese em posição "esgrimista" é ineficaz, pois resulta em rigidez articular e luxação inferior do ombro.

II O membro acometido deve ser posicionado em discreta adução do ombro, permitindo a semiflexão de punho e mantendo os dedos em repouso.

III O tratamento terapêutico deve ter início o mais cedo possível com o posicionamento do membro superior de encontro ao tórax por enfeixamento, gerando repouso na região traumatizada e diminuição do edema.

IV Em crianças com PBO, as dificuldades para alcance, preensão, apoio, transferência e descarga de peso para o lado acometido interferirão nas aquisições motoras e no desempenho funcional.

Das afirmações, estão corretas

  • A. I, II e III.
  • B. apenas I e IV.
  • C. I, III e IV.
  • D. apenas I e II.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O desenvolvimento da criança é um importante determinante de saúde e o tratamento dos atrasos do desenvolvimento estão dentro da área de abrangência da terapia ocupacional Em relação aos atrasos do desenvolvimento da criança, é necessário que o terapeuta ocupacional considere que
  • A. a brincadeira da criança deve ser avaliada a partir dos seguintes instrumentos: PEDI (Pediatric Evoluation of Disability Inventory)/ inventário da avaliação pediátrica e a WeeFIM (Functional Independece Measure for Children).
  • B. o desenvolvimento social é uma habilidade da criança para resolver problemas por meio da intuição, percepção e raciocínio verbal e não verbal.
  • C. o desenvolvimento infantil deve ser analisado a partir das seguintes áreas de desempenho ocupacional: atividades de vida diária, atividades instrumentais da vida diária, educação, trabalho, lazer e participação social.
  • D. a criança apresenta atraso no desenvolvimento quando é incapaz de se engajar em uma ocupação compatível com a sua idade, dentro de um ambiente.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O terapeuta ocupacional, quando foca o brincar, considera o papel de brincante e todos os fatores que contribuem para o desenvolvimento integral e saudável do indivíduo. Sobre o brincar na perspectiva do terapeuta ocupacional, analise as afirmativas as abaixo.

I No brincar como predisposição, consideram-se os seguintes fatores: motivação intrínseca, ênfase nos meios, comportamento centralizado no organismo, relação com comportamentos instrumentais, liberdade em relação às regras e envolvimento ativo.

II No brincar como comportamento observável, analisa-se a relação entre o brincar e os papéis que o indivíduo deve desempenhar no futuro, apresentando uma correlação direta com atividades funcionais.

III A teoria do Continuum brincar preconiza a motivação intrínseca, referindo-se à importância do brincar e à influência do brincar no desenvolvimento do indivíduo.

IV O modelo do entretenimento, de Anita Bundy, é baseado no brincar como um conjunto complexo de comportamentos e se caracteriza por um processo dinâmico.

Das afirmativas, estão corretas:

  • A. apenas I e IV.
  • B. I, III e IV.
  • C. I, II e III.
  • D. apenas I e II.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
As tecnologias assistivas são normalmente utilizadas por terapeutas ocupacionais com a finalidade de melhorar a capacidade funcional do indivíduo e permitir maior engajamento nas atividades diárias. Essas tecnologias e suas respectivas técnicas são apropriadas para cada comprometimento físico do indivíduo, facilitando o engajamento nas atividades de vida diária. A opção em que há a correta associação entre a disfunção apresentada e a prescrição das tecnologias adequadas é:
  • A. pessoas com incoordenação poderão utilizar munhequeiras com pesos, estabilizador de pratos antiderrapantes e protetor para prato com bordas elevadas com a finalidade de auxiliar as atividades de alimentação.
  • B. pessoas com paraplegia poderão utilizar alcançadores para pegar itens leves em prateleiras altas, abridor de latas elétricos e tesouras com cabos para as atividades de administração doméstica.
  • C. pessoas com hemiplegia poderão utilizar barbeador elétrico, escova de dente presa por um cordão e munhequeiras com peso para as atividades finas de higiene.
  • D. pessoas com quadriplegia poderão utilizar relógio de parede que emitam sons e maçaneta de portas com cores de forte contraste para as adaptações ambientais.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A terapia ocupacional tem como alvo principal de intervenção a disfunção ocupacional. Essa disfunção é traduzida como uma dificuldade para a realização de atividades rotineiras por alterações físicas, sociais, cognitivas ou outra. Sobre os métodos e as técnicas de avaliação nas áreas de desempenho ocupacional, considere as afirmativas abaixo.

I A medida de independência funcional (MIF) mensura a severidade da incapacidade e os resultados da intervenção da reabilitação em pacientes adultos e em idosos, avaliando a independência para as atividades de vida diária (autocuidado), o controle dos esfíncteres, a mobilidade, a deambulação, a comunicação e as atividades cognitivas de caráter social.

II O terapeuta ocupacional poderá utilizar a escala de KATZ para avaliar as atividades básicas de vida diária.

 III O questionário de avaliação em saúde (Health Assesment Questionnaire) é um instrumento validado no Brasil e desenvolvido para a população infantil, sendo mais indicado para casos em que há comprometimento cognitivo.

IV A avaliação da função escolar (SFA) mensura o perfil funcional de uma criança e informa sobre o desempenho de suas habilidades, a independência ou a quantidade de ajuda fornecida pelo cuidador e as modificações do ambiente doméstico utilizadas em sua rotina diária.

Das afirmativas, estão corretas

  • A. I e II.
  • B. II e III.
  • C. III e IV.
  • D. I e IV.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A integração sensorial é um processo neurológico que organiza a sensação do nosso corpo e do ambiente, tornando possível a utilização do corpo dentro do contexto ambiental. No que se refere à terapia de integração sensorial, o terapeuta ocupacional deve
  • A. considerar que os objetivos dos procedimentos da integração sensorial irão variar de acordo com o tipo de disfunção diagnosticada e com as diferenças individuais que fazem de cada indivíduo um ser único.
  • B. identificar os transtornos de processamento sensorial por meio de testes específicos para identificar as disfunções sensoriais com base na Classificação Internacional de funcionalidade (CIF).
  • C. identificar as crianças com dispraxia por meio de observação de aspectos como: tônus baixo, baixa resistência, equilíbrio precário e apresentação de reações e ajustes posturais lentos com dificuldade em atividades bimanuais.
  • D. selecionar atividades ricas em estímulos táteis, vestibulares e proprioceptivos utilizando essas modalidades de forma individual, para promover a integração sensorial e a organização de respostas adaptativas eficientes.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
As estruturas aplicadas de referência (EAR) são utilizadas para tratar disfunções e são aplicáveis a diferentes condições de saúde e a diferentes aspectos do processo de reabilitação. Sobre as bases teóricas e os principais focos de cada abordagem dessa EAR, é correto afirmar:
  • A. a abordagem das atividades da vida diária (AVD) refere-se à capacitação de pessoas para compensar incapacidades residuais, utilizando órteses, próteses e recursos para a vida diária ou adaptação ambiental.
  • B. a estrutura aplicada cognitivo-perceptiva utiliza-se da abordagem terapêutica que envolve treinamento e retreinamento da habilidade perceptiva com práticas intensas baseadas na teoria da “plasticidade cerebral”.
  • C. a abordagem de Rood utiliza padrões de diagonais de movimentos e enfatiza estímulo sensorial, dicas visuais e comando verbais para maximizar o desempenho na área motora.
  • D. a abordagem de estimulação sensorial utiliza tratamento bilateral por meio do padrão de inibição reflexa e da facilitação sensorial de movimentos funcionais, do transporte de peso e do posicionamento.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O fazer humano, a atividade humana ou a ocupação humana promovem um plano transformador de si e do mundo. Sobre o uso da atividade humana e do raciocínio clínico utilizado pelo terapeuta ocupacional, considere as afirmativas abaixo.

I No processo terapêutico, todo e qualquer quadro patológico deve ser norteador do prognóstico, e a avaliação é considerada um procedimento que identificará as disfunções ocupacionais do cliente.

II No processo avaliativo e no decorrer da intervenção, devem ser identificados os fatores afetivos, psíquicos, motores, cognitivos, sensoperceptivos e socioculturais, como também o lazer, o lúdico e a independência.

 III O aspecto sociocultural está relacionado à aprendizagem e abrange todos os processos mentais que permitem a realização de ações e o comportamento contextualizado.

 IV No aspecto cognitivo, o raciocínio compreende três categorias: o raciocínio analítico, o lógico e o sintético.

V O raciocínio científico abrange a história ocupacional do cliente, como história de vida, de atividades preferidas, de hábitos e de papéis.

Das afirmativas, estão corretas

  • A. I, IV e V.
  • B. II, III e V.
  • C. I, II e IV.
  • D. II, III e IV.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: