Questões de Língua Portuguesa do ano 2016

Assinale a opção que indica a frase em que o emprego do demonstrativo sublinhado está adequado.
  • A. “As principais ameaças nessa vida são as pessoas que querem mudar tudo... ou nada”.
  • B. “O mundo anda mudando tão rápido que aquele que diz que alguma coisa não pode ser feita é geralmente interrompido por alguém fazendo esta coisa”.
  • C. “Crianças e loucos dizem a verdade. Por isso se educam essas e se encarceram estes”.
  • D. “O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isto”.
  • E. “Lamentar aquilo que não temos é desperdiçar aquilo que possuímos”.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Assinale a opção que indica a frase que apresenta uma metáfora cuja comparação está explicada.
  • A. “Não gosto nem um pouco do campo; é uma espécie de sepultura saudável”.
  • B. “A casa de um homem é o seu castelo, assim como a esposa é sua rainha”.
  • C. “Uma casa é uma máquina de morar, ou um esconderijo conveniente”.
  • D. "O ciúme é um latido que atrai os ladrões”.
  • E. “Um marido é um emplastro que cura todos os males das moças”.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Assinale a opção que indica a frase em que a substituição do conectivo sublinhado foi feita de forma inadequada.
  • A. “Nenhuma moralidade pode fundar-se na autoridade, mesmo que a autoridade fosse divina”. – malgrado
  • B. “Se os teus princípios morais te deixam triste, pode estar certo de que estão errados”. – quando
  • C. “A honestidade é elogiada por todos, mas morre de frio”. – no entanto
  • D. “Tudo acontece conforme manda a natureza”. – segundo
  • E. “Tudo é artificial, uma vez que a natureza é a arte de Deus”. – visto que
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Na frase “Você quer estar certo ou quer ser feliz”? ocorre
  • A. uma antítese paradoxal.
  • B. uma pergunta retórica.
  • C. uma ambiguidade intencional.
  • D. uma falsa oposição.
  • E. uma ausência de paralelismo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Assinale a opção que apresenta a frase em que a substituição da oração adjetiva sublinhada pelo termo em destaque é inadequada.
  • A. “O que é a felicidade além da simples harmonia entre o homem e a vida que ele leva?” – vivida por ele.
  • B. “Sucesso é conseguir o que você quer e felicidade é gostar do que você conseguiu”. – desejado.
  • C. “Você não será mais feliz com mais até ser feliz com o que você já tem”. – já obtido.
  • D. “A felicidade é um bem que se multiplica ao ser dividido”. – multiplicável.
  • E. “Felicidade é como uma flor que não se deve colher”. – recolhida.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Assinale a opção que apresenta o pensamento que se apoia em uma estrutura diferente da antítese.
  • A. “Muitas pessoas perdem as pequenas alegrias enquanto aguardam a grande felicidade”.
  • B. "As coisas nunca são tão boas quanto esperamos, nem tão ruins quanto tememos”.
  • C. “Quem vive só de esperanças morrerá de fome”.
  • D. “O otimista diz que vivemos no melhor de todos os mundos possíveis. O pessimista teme que isso seja verdade”.
  • E. “Felicidade é um modo de viajar, não um destino”.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Todos os pensamentos a seguir são construídos por dois blocos.

Assinale a opção que indica o conectivo que uniria um desses dois blocos de forma conveniente.

  • A. A) “A única coisa sem mistério é a felicidade: _____ ela se justifica por si só”. – portanto.
  • B. “Milhares de velas podem ser acesas de uma única vela e a vida da vela não será encurtada; _____ a felicidade nunca diminui ao ser compartilhada”. – por isso.
  • C. “Felicidade é um modo de viajar, _____ não um destino”. – embora.
  • D. “Felicidade é um como, _____ não um quê”. – porém.
  • E. “Felicidade é como um beijo: _____ você deve compartilhar para aproveitá-lo”. – porque.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Assinale a opção que indica o pensamento em que não ocorre uma estruturação com base numa antítese.
  • A. De nada serve ao homem conquistar a Lua, se acaba por perder a Terra.
  • B. Modernidade é a tensão entre o efêmero e o eterno.
  • C. Meios poderosos, mas objetivos confusos: essa é a nossa época.
  • D. Não foi o mundo que piorou. As coberturas jornalísticas é que melhoraram muito.
  • E. Um a um somos todos mortais. Juntos, somos eternos.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

As opções a seguir apresentam pensamentos em que os pronomes sublinhados estabelecem coesão com elementos anteriores.

Assinale a frase em que esse referente anterior é uma oração.

  • A. “Um diplomata é um sujeito que pensa duas vezes antes de não dizer nada”.
  • B. “A minha vontade é forte, mas a minha disposição de obedecer-lhe é fraca”.
  • C. “Não existe assunto desinteressante, o que existe são pessoas desinteressadas”.
  • D. “A dúvida é uma margarida que jamais termina de se despetalar”.
  • E. “Se você pensa que não tem falhas, isso já é uma”.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Assinale a frase em que houve troca indevida entre sob/sobre.
  • A. “Infância é vida sob uma ditadura”.
  • B. “Falar sobre música é como dançar sobre arquitetura”.
  • C. “O verso é uma vitória sobre os limites da linguagem”.
  • D. “A interpretação é a vingança do intelecto sob a arte”.
  • E. “Se tudo está sob controle é porque não se está indo suficientemente rápido”.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: