Questões de Economia da IBFC

A Microeconomia trata do comportamento das empresas, famílias, indivíduos. Lida com a oferta de um determinado bem ou serviço em relação as preferências dos consumidores e estuda os monopólios, oligopólios, monopsônios e concorrência perfeita. A macroeconomia, por sua vez, estuda o funcionamento da economia de um país de uma forma mais abrangente. Este estudo abrange o nível geral de preços, emprego e desemprego, renda, produto nacional, investimentos, taxa de câmbio, balanço de pagamento, inflação, poupança e consumo, estoque de moeda, políticas fiscais, monetárias, cambiais entre outros fatores. A partir dessas considerações, assinale a alternativa CORRETA.
  • A. As movimentações de capital são registradas no balanço de pagamentos para permitir o acompanhamento, por exemplo, das entradas autônomas de capital por meio de aquisições de ações e títulos governamentais feitas por não residentes
  • B. Discrepâncias estatísticas aparecem quando são registradas transações econômicas entre residentes e não residentes no balanço de pagamentos. Ao traçar uma linha imaginária sobre esses erros e emissões, é possível perceber que, acima da linha, estão as transações autônomas ou independentemente motivadas pelos bancos centrais para a condução da política monetária
  • C. O PIB nominal é a medida do produto ideal para avaliar o nível e a trajetória de crescimento econômico, pois representa métrica de produto a preços constantes a partir de determinado ano-base
  • D. A atuação do BC na política monetária tem papel fundamental para que a demanda agregada cresça de maneira muito rápida, pois assim estará contribuindo para inflação baixa, desemprego baixo e crescimento econômico alto
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A história do Brasil foi marcada por uma inflação acentuada que teimava em persistir mesmo com muitos planos de estabilização. As interpretações para o problema de descontrole de preços foram muitas, perpassando por várias abordagens teóricas que inspiraram os Planos de estabilização dos anos 1980 e 1990. A proposta da teoria da regulação emerge a partir dos problemas observados nas economias capitalistas nos anos 1970 (estagflação), criando necessidade de maiores estudos sobre as crises e regularidades que acontecem a longo da reprodução do capital. Feitas essas observações, assinale a alternativa correta:
  • A. Em termos estritamente econômicos, a teoria da regulação procura expressar o modo como um processo essencialmente contraditório - o processo de acumulação de capital - consegue reproduzir-se com um grau suficientemente inteligível de regularidade
  • B. O regime de acumulação é o conjunto de regularidades que asseguram uma progressão geral mas não coerente da acumulação de capital, ou seja, que não permitem absorver ou repartir no tempo as distorções e desequilíbrios que surgem permanentemente ao longo do próprio processo
  • C. A definição da relação salarial não condiz com a caracterização dos diferentes tipos de organização do trabalho, do modo de vida dos trabalhadores e das modalidades de relação que ocorrem na reprodução dos assalariados
  • D. No Cruzado, seguiu-se à estabilização um superaquecimento da demanda que foi apontado como uma das principais causas do sucesso do Plano. Com a economia mais próxima do pleno emprego, qualquer aumento da demanda iria se refletir no controle e estabilidade inflacionários, como de fato aconteceu no período
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Ainda que o assunto Estado versus Mercado não seja novo, o papel do Estado na economia é um dos temas mais discutidos da política pública nos países desenvolvidos e nos menos desenvolvidos. A presença de bens públicos, externalidades, monopólio, mercados incompletos e informação imperfeita é reconhecida pela teoria neoclássica do bem-estar como a fonte do fracasso do mercado para atingir a eficiência alocativa na economia, para obter o resultado ideal. Nessa situação, o governo é chamado a intervir para corrigir essas falhas, fornecendo bens públicos, como segurança e justiça, para proteger os direitos à propriedade, atendendo às externalidades por meio da educação e da proteção ao meio ambiente, regulando o monopólio por meio de política “antitrust” e superando a informação imperfeita por meio da proteção ao consumidor e de regulamentações financeiras. Feitas essas considerações assinale a alternativa correta:
  • A. Keynes não defendeu a intervenção do governo por duas razões principais: primeiro, para oferecer um ambiente são para que o “jogo livre das forças econômicas realize todas as potencialidades de sua produção” e, depois, para tratar com os defeitos do sistema capitalista e evitar a sua destruição
  • B. A concentração da renda não é um resultado natural do funcionamento das forças do livre mercado no sistema capitalista de mercado
  • C. O crescimento e a estabilidade da economia capitalista estão fortemente relacionados com a distribuição da renda entre os fatores da produção
  • D. A intervenção do Estado na economia, no sentido neoclássico ou no sentido keynesiano, é efeito de uma causa: o sistema de livre mercado não obterá o melhor resultado possível para a sociedade. Nessa situação, o governo pode escolher intervir, quando entender necessário
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
A intervenção do Estado na economia, no sentido neoclássico ou no sentido keynesiano, é efeito de uma causa: o sistema de livre mercado não obterá o melhor resultado possível para a sociedade. Nessa situação, o governo pode escolher intervir, quando entender necessário
  • A. a função distributiva se propõe a promover o ajustamento na distribuição da renda mas sem se preocupar com a garantia de oferta de bens e serviços para a população menos assistida ou em situação de pobreza
  • B. a função alocativa, diferente do que parece indicar o nome a ela atribuído, não busca promover ajustamentos na alocação de recursos
  • C. a função estabilizadora não busca promover a manutenção da estabilidade econômica, vez que não há como se falar em estabilidade na economia. A função estabilizadora, por essa razão, não se relaciona com o uso da política orçamentária com o objetivo de manter o pleno emprego
  • D. a função distributiva refere-se à organização da distribuição da renda, resultante dos fatores de produção — capital, trabalho e terra — e da venda dos serviços desses fatores no mercado. Ela pode ser feita por meio do mecanismo das transferências, dos impostos progressivos e dos subsídios para assegurar conformidade com o que a sociedade considera uma situação justa de distribuição
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Déficit Público é o nome que se dá à relação na qual o valor total das despesas públicas é maior que o valor total das receitas públicas, considerando-se, nesta determinada relação os valores nominais, ou melhor, a inflação e a correção monetária do mesmo período considerado. O déficit público, ou governamental, encobre diversas características do processo orçamentário que são fundamentais para a determinação das causas do mesmo. Merecem destaque:

- a contribuição do déficit passado para o atual;

- o efeito da inflação sobre a receita e despesa do governo;

- o efeito da variação das taxas de juros;

A partir desses esclarecimentos assinale a alternativa correta:

  • A. Receitas e despesas do governo não são diretamente afetadas por movimentos cíclicos da economia. O endividamento público não afeta em nada a política tributária do Estado
  • B. A Dívida Líquida do Setor Público equivale ao total das obrigações do setor público não financeiro deduzido dos seus ativos financeiros junto aos agentes privados não financeiros e aos agentes financeiros públicos e privados
  • C. A Dívida Pública Mobiliária Federal Interna não leva em consideração a aplicação de juros. A contabilização dessa dívida se apropria dos valores devidos considerando os pagamentos ocorridos no período
  • D. A Dívida Pública Mobiliária Externa não inclui os títulos emitidos no âmbito dos programas de renegociação da dívida externa (Brady bonds) e nem os títulos emitidos em forma de ofertas públicas que ocorreram a partir da renegociação da dívida externa
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta.

A figura acima representa as curvas de demanda de mercado e de uma firma individual em concorrência perfeita. Dada a hipótese da atomicidade, uma firma isolada não consegue alterar o preço de mercado (sua saída, por exemplo, traria uma alteração apenas infinitesimal na curva de oferta de mercado S., não afetando o preço PO). Como PO é preço de venda para a firma, então a curva de demanda é dada para a firma, ou seja, é horizontal. Afirma só pode vender a esse preço, pois:

I. Se quiser vender a um preço mais alto, não venderá nada (como os produtos são homogêneos, os consumidores comprarão mais barato das outras empresas)

II. Não venderá a um preço mais baixo. Fere o princípio da racionalidade:

 Se ao preço PO vende quanto quer, por que vender mais barato?

  • A. Apenas a afirmação I está correta.
  • B. Todas as afirmações estão incorretas.
  • C. Todas as afirmações estão corretas.
  • D. Apenas a afirmação II está correta.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Fundamentalmente, as diferentes estruturas de mercado estão condicionadas por três variáveis principais: número de firmas produtoras no mercado; diferenciação do produto; e existência de barreiras à entrada de novas empresas. No mercado de bens e serviços, a forma de mercado, segundo essas variáveis, onde há inúmeras empresas, produto diferenciado e livre acesso de firmas ao mercado, caracteriza -se como:
  • A. Monopólio.
  • B. Concorrência monopolística (ou imperfeita).
  • C. Oligopólio.
  • D. Concorrência perfeita.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em um modelo keynesiano simples para uma economia fechada e sem governo, a propensão marginal a consumir (c) representa 20% da renda. Nesta economia, um aumento de 1.600 unidades monetárias em investimentos levará a um acréscimo na renda total de:
  • A. 8.000 unidades.
  • B. 6.000 unidades.
  • C. 2.000 unidades.
  • D. 4.000 unidades.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Considerando (V) para verdadeiro e (F) para falso analise as afirmações abaixo e assinale a alternativa correta. A demanda de um bem ou serviço pode ser afetada por muitos fatores, tais como:

( ) Riqueza (e sua distribuição).

( ) Renda (e sua distribuição).

( ) Propaganda.

( ) Hábitos, gostos, preferências dos consumidores.

( ) Facilidades de crédito (disponibilidade, taxa de juros, prazos).

  • A. V-F-V-F-V.
  • B. F-V-F-V-F.
  • C. V-V-V-V-V-V.
  • D. F-F-V-V-F.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
O Paradoxo ou Bem de Giffen é:
  • A. Um conceito útil, particularmente na área de tributação, para avaliar a capacidade de pagamento dos contribuintes, e na área de economia internacional, para avaliar os ganhos e perdas no comércio, quando da imposição de tarifas alfandegárias.
  • B. O benefício líquido que o consumidor ganha por ser capaz de comprar um bem ou serviço. É a diferença entre a disposição máxima a pagar por parte do consumidor e o que ele efetivamente paga.
  • C. Uma expressão que significa tudo o mais constante.
  • D. Uma exceção à Lei Geral da Demanda, em que a curva de demanda é positivamente inclinada, ou seja, há uma relação direta, e não inversa, como usual, entre a quantidade demandada e o preço do bem. O bem de Giffen é um caso especial de bem inferior.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: