Questões de Crimes Contra a Vida

Pesquise mais Questões de Crimes Contra a Vida abaixo,

Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: FCC, Concurso: Polícia Civil - AP, Cargo: Delegado de Polícia

João decide agredir fisicamente Pedro, seu desafeto, provocando-lhe vários ferimentos. Porém, durante a luta corporal, João resolve matar Pedro, realizando um disparo de arma de fogo contra a vítima, sem contudo, conseguir atingi-lo. A polícia é acionada, separando os contendores. Diante do caso hipotético, João responderá

  • A. apenas por lesões corporais.
  • B. apenas por tentativa de homicídio.
  • C. por rixa e disparo de arma de fogo.
  • D. por lesões corporais consumadas e disparo de arma de fogo.
  • E. por lesões corporais consumadas e homicídio tentado.
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: FCC, Concurso: POLITEC/AP, Cargo: Perito Médico Legista

De acordo com o Código Penal brasileiro, artigo 123, infanticídio é matar, sob influência do estado puerperal, o próprio filho, durante o parto ou logo após. Nesse tipo de crime, haverá a perícia psiquiátrica da mulher. Nesse contexto,

  • A. a perícia psiquiátrica é relativamente simples, tendo em vista que o estado puerperal é um transtorno permanente que ocorre devido ao nascimento da criança, geralmente em gestações desejadas.
  • B. a avaliação psiquiátrica realizada alguns dias, meses ou anos após o fato não atrapalha a conclusão do Perito Médico Legista.
  • C. o estado puerperal é facilmente diferenciado de outras perturbações mentais, tais como um surto psicótico.
  • D. o puerpério é facilmente conceituado obstetricamente, sendo considerado o período desde o início da gestação até a expulsão da placenta.
  • E. o estado puerperal tem influência das dores do trabalho de parto, do esforço para a expulsão do concepto e da perda sanguínea durante o parto, segundo a teoria fisiopsíquica.
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: , Concurso: Polícia Civil - AC, Cargo: Escrivão de Polícia Civil

Abigail, depois de iniciado parto caseiro, mas antes de completá-lo, sob influência do estado puerperal, mata o próprio filho. Abigail praticou crime de:

  • A. consentimento para o abortD
  • B. homicídio.
  • C. homicídio qualificado.
  • D. infanticídio.
  • E. autoaborto.
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: , Concurso: Polícia Civil - AC, Cargo: Escrivão de Polícia Civil

Terêncio, em razão da condição de sexo feminino, efetua disparo de arma de fogo contra sua esposa Efigênia, perceptivelmente grávida, todavia atingindo, por falta de habilidade no manejo da arma, Nereu, um vizinho, que morre imediatamente. Desconsiderando os tipos penais previstos no Estatuto do Desarmamento e levando em conta apenas as informações contidas no enunciado, é correto afirmarque Terêncio praticou crime(s)de:

  • A. homicídio culposo, feminicídio majorado, na forma tentada, e aborto, na forma tentada.
  • B. aborto, na forma tentada, e feminicidio majorado.
  • C. homicídio culposo e aborto, na forma tentada.
  • D. feminicídio majorado.
  • E. aborto, na forma tentada, e homicídio
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: , Concurso: Polícia Civil - AC, Cargo: Delegado de Polícia Civil

Horácio, traficante de drogas, é integrante de uma facção criminosa instalada em certa comunidade carente. Lucinda, ao seu turno, mora em comunidade dominada porfacção criminosa rival. Devido ao preço do aluguel, Lucinda se muda para a mesma comunidade de Horácio, que, ao descobrir a origem de Lucinda, decide matá-la. Assim, usando uma arma de fogo adquirida exclusivamente para aquela finalidade, Horácio vai à casa de Lucinda e derruba a porta. Após percorrer alguns cômodos, Horácio descobre o quarto de seu alvo, encontrando Lucinda sentada em uma cadeira de rodas. Só então descobre que a mulher é tetraplégica. Não obstante, Horácio coloca em prática sua intenção criminosa e mata a vítima com um tiro na testa. Considerando apenas as informações contidas no enunciado, pode- se dizer que Horácio praticou crime de:

  • A. feminicíclio majorado
  • B. homicídio qualificado pelos motivos determinantes e pelo modo de execução.
  • C. homicídio qualificado pelos motivos determinantes.
  • D. homicídio qualificado pelo modo de execução.
  • E. feminicídio
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: FGV, Concurso: ALERJ/RJ, Cargo: Especialista Legislativo

João, servidor público estadual ocupante do cargo efetivo de engenheiro civil, foi o responsável por determinada obra com escavação de um poço. João agiu culposamente, nas modalidades de imperícia e negligência, pois, na condição de engenheiro civil, realizou obra sem observar seu dever objetivo de cuidado e as regras técnicas da profissão, provocando como resultado a morte de um pedreiro que trabalhava no local.

Em termos de responsabilidade criminal, em tese, João:

  • A. não deve ser processado por homicídio, pois não agiu com dolo ou culpa criminal, restringindo-se sua responsabilidade à esfera cível;
  • B. não deve ser processado por homicídio, pois agiu como funcionário público no exercício da função, restando apenas a responsabilidade cível que recairá sobre o poder público;
  • C. deve ser processado por homicídio doloso, eis que agiu com dolo direto e eventual, na medida em que assumiu o risco de provocar a morte do pedreiro;
  • D. deve ser processado por homicídio culposo, com causa de diminuição de pena, eis que não agiu com intenção de provocar o resultado morte do pedreiro;
  • E. deve ser processado por homicídio culposo, com causa de aumento de pena, eis que o crime resultou de inobservância de regra técnica de profissão.
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: IADES, Concurso: PMDF/DF, Cargo: Policial Militar

José e João, um sem saber da vontade do outro, realizam atos executórios para matar Daniel. José colocou veneno no copo de uísque de Daniel e, logo após a ingestão do líquido, João disparou contra a vítima ainda viva que – segundo o Laudo de Exame Cadavérico – veio a óbito em razão do disparo.

Considerando-se a situação hipotética apresentada e considerando-se, também, que a autoria colateral consiste na hipótese de duas ou mais pessoas matarem a mesma vítima realizando os atos executórios sem que uma saiba da intenção da outra e de maneira que o resultado da morte decorre apenas da ação de uma delas, é correto afirmar que José e João respondem, respectivamente, por

  • A. tentativa de homicídio com emprego de veneno e homicídio simples consumado.
  • B. tentativa de homicídio simples e homicídio simples consumado.
  • C. homicídio com emprego de veneno e homicídio simples consumado.
  • D. homicídio com emprego de veneno e tentativa de homicídio simples.
  • E. homicídio simples com emprego de veneno e homicídio simples consumado.
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: MPE/RS, Concurso: MPE/RS, Cargo: Promotor de Justiça

Darlan, apaixonado por outra, decidiu matar sua mulher, Amélia. Mesmo sabendo que ela estava grávida de seis meses, não se deixou dissuadir do intuito homicida, até porque também não queria o nascimento do filho desta união. Com o uso de uma faca de churrasco, golpeou-a por várias vezes em seu abdômen. Pensando que a tivesse matado, imediatamente fugiu do local, o que permitiu aos vizinhos, alertados pelos gritos de Amélia, socorrê-la e levá-la a um hospital, pois, em que pese a violência do ataque, a mulher sobreviveu. Mas, infelizmente, ela não resistiu aos ferimentos e morreu pouco depois de ter entrado na sala de atendimento hospitalar. O médico que a atendeu, Dr. José, percebeu que o feto ainda vivia, apesar da morte da mãe, e imediatamente realizou cesariana. A criança foi retirada do claustro materno com vida, mas também não sobreviveu mais de cinco minutos.

Com base no caso descrito acima, assinale com V (verdadeiro) ou com F (falso) as seguintes afirmações.

( ) Ocorreram dois crimes dolosos contra a vida, homicídio e aborto consumados, aplicando-se as respectivas penas conforme a regra estabelecida pelo Código Penal para o concurso material de crimes.

( ) Ocorreram dois crimes dolosos contra a vida, homicídio consumado e aborto tentado, uma vez que o feto não foi expulso do ventre materno, aplicando-se as respectivas penas cumulativamente.

( ) Caso constatada a inobservância culposa de regra técnica da profissão pelo Dr. José, na realização da cesariana, que tivesse contribuído para a eliminação da vida do nascente, Darlan responderia por homicídio consumado, contra Amélia, e por aborto tentado, em relação ao feto, com a aplicação da mais grave das penas cabíveis, aumentada de um sexto até metade. O Dr. José seria responsabilizado por homicídio culposo, com aumento de um terço da pena.

( ) Se a gestante não tivesse morrido e o parto se desse a termo, vindo, porém, a criança a falecer dez dias depois, em consequência de também ter sido atingida pelas facadas, quando já titular de vida extrauterina, Darlan responderia por tentativa de homicídio, contra Amélia, e por homicídio consumado, contra a criança, aplicando-se a mais grave das penas cabíveis, aumentada de um sexto até metade.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

  • A. V – F – F – F.
  • B. V – F – V – V.
  • C. F– V – F – V.
  • D. F – V – V – F.
  • E. V – F – V – F.
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: CESPE, Concurso: TRE BA, Cargo: Analista Judiciário

Pedro, José e Alfredo integram uma organização criminosa que opera com tráfico de drogas e comete vários crimes na periferia de uma grande cidade brasileira. José ocupa uma posição mais alta na organização, sendo responsável por punir quem não correspondesse às expectativas do grupo. Certo dia, tendo Alfredo falhado na cobrança de uma dívida do tráfico, José, com a ajuda de Pedro, deu-lhe uma surra. Com o objetivo de se vingar de ambos, Alfredo armou um plano para acabar com a vida de José e atribuir a responsabilidade a Pedro. Assim, durante um tiroteio entre integrantes da organização criminosa e policiais, Alfredo, apontando na direção de José, que estava atrás de um arbusto, orientou Pedro a atirar nele, sob a alegação de que se tratava de um policial. O tiro atingiu José e Alfredo fugiu. Tendo percebido o erro, Pedro levou José ao hospital, o que evitou sua morte.

Considerando que, conforme o Código Penal, o crime de homicídio consiste em matar alguém e o crime de lesão corporal em ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem, assinale a opção correta a respeito da responsabilização de Alfredo e Pedro na situação hipotética apresentada.

  • A. Pedro não será responsabilizado pela prática de crime, em razão do erro sobre pessoa, e Alfredo responderá por tentativa de homicídio.
  • B. Alfredo será responsabilizado por tentativa de homicídio e Pedro por lesão corporal.
  • C. Nem Alfredo nem Pedro serão responsabilizados pela prática de crime, já que Pedro impediu a morte de José.
  • D. Tanto Pedro quanto Alfredo responderão por tentativa de homicídio.
  • E. Pedro não será responsabilizado pela prática de crime, por estar configurada discriminante putativa, e Alfredo responderá por lesão corporal.
Sua resposta é:
Questões de Direito Penal Crimes Contra a Vida
Ano: 2017, Banca: CESPE, Concurso: Polícia Civil - GO, Cargo: Delegado de Polícia Substituto

Álvaro e Samuel assaltaram um banco utilizando arma de fogo. Sem ter ferido ninguém, Álvaro conseguiu fugir. Samuel, nervoso por ter ficado para trás, atirou para cima e acabou atingindo uma cliente, que faleceu. Dias depois, enquanto caminhava sozinho pela rua, Álvaro encontrou um dos funcionários do banco e, tendo sido por ele reconhecido como um dos assaltantes, matou-o e escondeu seu corpo.

Acerca dessa situação hipotética, assinale a opção correta.

  • A. Álvaro cometeu os crimes de roubo qualificado e homicídio simples.
  • B. Samuel cometeu os crimes de roubo simples e homicídio culposo.
  • C. Álvaro cometeu os crimes de roubo e homicídio qualificados.
  • D. Álvaro cometeu o crime de homicídio qualificado e será responsabilizado pelo resultado morte ocorrido durante o roubo.
  • E. Álvaro e Samuel cometeram o crime de roubo qualificado pelo resultado morte.
Sua resposta é:
Assuntos relacionados (Tags),
crimes homicídios crime homicídio contra vida crime contra responderão matado crimes contra vida crimes vida contra vida situação ser responderá homicídio responde crimes questões sobre dever concurso penal