Questões sobre Geral

Acerca do pensamento de Hobbes, assinale a opção correta.

  • A.

    O Estado foi instituído quando, a fim de vive- rem em paz uns com os outros e serem pro- tegidos dos agressores, todos os homens pactuaram, cada um com todos os outros, que renunciariam ao uso privado da força, transferindo-o para uma pessoa artificial.

  • B.

    O pacto que institui a sociedade política ba- seia-se na crença acerca da soberania po- pular, da qual derivam todos os direitos e faculdades do Estado, cabendo ao povo so- berano opção de seguir ou não as decisões deste.

  • C.

    No estado de natureza, caracterizado como um estado de guerra de todos contra todos, os homens viviam em perfeita liberdade, po- dendo livremente se dedicar ao comércio, às artes e à ciência.

  • D.

    Pelo pacto, o direito de representar a pessoa de todos é conferido ao soberano, cujos atos e decisões são autorizados tal como se fos- sem praticados e tomados por cada um dos homens, desde que não impliquem violação do direito à propriedade e aos frutos do tra- balho.

  • E.

    Os súditos podem libertar-se do pacto com o seu soberano. Assim, basta que um indivíduo decida desfazer o pacto com o soberano para que esse deixe de existir.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Focalizando o pensamento de Rousseau, assinale a única assertiva incorreta.

  • A.

    Os males dos quais os homens sofrem não derivam da natureza humana, mas sim de cursos errôneos de evolução da sociedade.

  • B.

    O homem que pensa é um animal degenera- do; o homem natural era um ser pré-racional, um selvagem errante, dotado apenas de necessidades naturais e do sentimento de compaixão.

  • C.

    Numa sociedade que tenha repudiado o con- trato iníquo, constitui-se uma vontade – a vontade geral – que pertence imediatamente à ordem cívica, posto que representa mais que a soma das vontades particulares.

  • D.

    O contrato social é o único meio pelo qual os direitos se tornam possíveis, repousando estes sobre o abandono por cada um de sua soberania, sua transferência para o corpo da coletividade e sobre a recusa de submeter-se a uma outra pessoa.

  • E.

    Devido à necessidade de distinguir o ato pelo qual um povo faz a escolha de um governo e o ato pelo qual ele se constitui em soberano é indispensável admitir a existência do direito natural e do pacto de sujeição.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Indique a opção correta em relação ao pensamento Marxiano.
  • A.

    A superestrutura e a infra-estrutura exercem igual poder de determinação sobre o conflito de classes sociais e sobre a dinâmica do processo de transformação da estrutura produtiva.

  • B.

    Os elementos da infra-estrutura, como o sistema de classes sociais, as forças produtivas e o governo, determinam a superestrutura (modo de produção).

  • C.

    As instituições jurídicas, políticas, familiares e educacionais integram a infra-estrutura da sociedade, mediante a qual se estabelecem e se consolidam os valores que regem a vida coletiva.

  • D.

    Para que haja revolução é preciso que ocorram as condições objetivas, ou seja, a tomada de consciência pelo proletariado, também definida como "consciência para si".

  • E.

    Para que a revolução de classe possa ocorrer é indispensável que as condições objetivas e subjetivas se manifestem simultaneamente.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

No pensamento político do século XIX destaca-se Stuart Mill, que distingue dois tipos de obrigações morais: as perfeitas e as imperfeitas. Indique a relação correta entre tais obrigações morais e a justiça para Stuart Mill.

  • A.

    As obrigações morais perfeitas não são exigí- veis por meio da justiça, mas as imperfeitas sim.

  • B.

    Ambas as obrigações morais perfeitas e as imperfeitas são exigíveis por meio da justiça.

  • C.

    Nem as obrigações morais perfeitas nem as imperfeitas são exigíveis por meio da justiça.

  • D.

    As obrigações morais perfeitas são exigíveis por meio da justiça, mas as imperfeitas não.

  • E.

    Algumas obrigações morais imperfeitas são exigíveis por meio da justiça, mas as perfeitas não.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Não é um elemento central na estratégia definida por Gramsci como "Guerra de Posições":

  • A. Bloco Histórico
  • B. Ênfase nas especificidades locais
  • C. Contra-hegemonia
  • D. Consciência Política Coletiva
  • E.

    Partido de Massa capaz de formar intelectuais orgânicos

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Indique, entre os elementos abaixo, aquele que Poulantzas não considera característico do modo de produção capitalista:

  • A.

    Dependência do capitalismo em relação ao Estado para se reproduzir.

  • B.

    Autonomia relativa do Estado, visando o inte- resse do capitalismo.

  • C. Ausência de legitimidade do Estado.
  • D.

    A estrutura econômica é determinante da estrutura política.

  • E.

    A classe trabalhadora é o sujeito da História, sendo a luta de classes a mola propulsora desta.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Indique qual das proposições abaixo não pode ser considerada consistente com o pensamento de Lenin.

  • A.

    A existência do Estado prova que os antago- nismos de classe são insustentáveis.

  • B.

    Após a revolução socialista, o Estado desapa- recerá naturalmente, pois as classes deixarão de existir.

  • C.

    Numa sociedade sem classes o Estado torna- se desnecessário e impossível.

  • D.

    Após a ditadura do proletariado haverá a instalação do comunismo.

  • E.

    No comunismo, prevalecerá a máxima: a cada um segundo suas aptidões, a cada um segundo suas necessidades.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Claus Offe não considera fundamental no Estado contemporâneo:

  • A. Aparelhos institucionais
  • B. Organizações burocráticas
  • C. Normas formais e informais
  • D. Regulação democrática
  • E. Atividade produtiva
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Assinale a opção que não é uma das característi- cas do Estado em uma sociedade capitalista se- gundo O'Connor.

  • A.

    O Estado não se engaja diretamente na produção mas, quando o faz, age como os atores privados.

  • B.

    As empresas privadas, assim como o Estado, têm uma função social, que deve ser colocada em prática sempre que possível.

  • C.

    O Estado extrai seus recursos de uma economia cujas decisões se orientam segundo uma racionalidade privada.

  • D.

    O Estado é obrigado a se preocupar com a acumulação do capital, uma vez que essa é a fonte única de seus próprios recursos.

  • E.

    Não possuindo fontes de poder por si própri- os, os governos devem se preocupar com a garantia de legitimidade e, num regime democrático, devem buscar apoio popular, expresso eleitoralmente.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: