Na disputa litigiosa de guarda, é comum um genitor quere...

Na disputa litigiosa de guarda, é comum um genitor querer mostrar que é mais apto do que outro para cuidar e educar os filhos. Com efeito, os operadores do direito solicitam que o psicólogo forneça subsídios que apontem para o genitor “certo” a quem dar posse e guarda da prole.

Por sua vez, a tarefa de confeccionar um laudo pouco contribui para uma melhoria na qualidade das relações entre os membros da família, na medida em que

  • A. o psicólogo pode utilizar instrumentos inadequados de avaliação da competência parental.
  • B. as partes não são encaminhadas à terapia antes de dar prosseguimento à ação judicial.
  • C. a perícia não coloca em xeque a lógica adversarial que preside em geral as disputas de guarda.
  • D. a avaliação psicológica não conclui em favor de uma única chefia familiar para a educação da prole.
  • E. o laudo deixa de apontar o melhor guardião, gerando o risco de haver uma decisão judicial menos justa.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

 

Julgue os itens a seguir, relativos aos achados do caso clínico acima descrito.

O pulso arterial de Corrigan e o sinal de pistol shot sobre as artérias femorais encontrados no caso descrito são indicativos da presença de insuficiência aórtica e são exclusivos desse vício valvar.

Resolva a questão aqui ›


Em relação a impedâncias e níveis de áudio e de vídeo, julgue os itens de 89 a 92.

As impedâncias das fontes e das terminações de um sistema NTSC devem ter valores diferentes.

Resolva a questão aqui ›


Nos termos do artigo 89 da Lei 8212/91, as contribuições sociais previstas nas alíneas a, b e c do parágrafo único do art. 11 desta lei, as contribuições instituídas a título de substituição e as contribuições devidas a terceiros somente poderão ser restituídas ou compensadas nas hipóteses de pagamento ou recolhimento indevido ou maior que o devido, nos termos e condições estabelecidos pela Secretaria da Receita Federal do Brasil. É correto afirmar que:

Resolva a questão aqui ›