Princípio da Primazia da realidade

Série Dicas

É por meio do Princípio da Primazia da realidade, que se busca, no direito do trabalho, optar pela realidade em detrimento da forma.

O que é Princípio da Primazia da realidade

O Princípio da primazia da realidade é também conhecido de princípio do contrato realidade.

Como no Direito do Trabalho os fatos são mais importantes que os ajustes formais, a CLT prevê a invalidez dos atos praticados com objetivo de fraudá-la.

De acordo com a CLT:

art. 9 – Serão nulos de pleno direito os atos praticados com o objetivo de desvirtuar, impedir ou fraudar a aplicação dos preceitos contidos na presente Consolidação.

Como atua o Princípio da Primazia

Um exemplo é no caso em que houver típica relação de emprego mascarada por contrato de estágio, tendo como observação que estagiário não é empregado. Sendo assim, por aplicação deste princípio a relação empregatícia deverá ser reconhecida.

Outro exemplo que temos é: Determinada empresa contrata um “prestador de serviços” que, na realidade, é um autêntico empregado.

Nota-se que nas relações apresentadas acima existem todos os elementos que configuram a relação de emprego existem, então, por aplicação do princípio em estudo, será desconstituída a relação contratual de direito civil e reconhecida a relação de emprego.

Lembre-se: No Direito do Trabalho, os fatos são mais importantes que os ajustes formais.

O que achou desse conteúdo?
[ratings]

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Carregando...