Concurso TRE SP – Cargos de nível médio e superior

Série Dicas

TRE SP Concurso

O concurso TRE SP  – Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo oferece cargos de nível médio e superior, divididos em auxiliar, técnico e analista judiciários. Saiba mais no artigo abaixo.

O órgão

A missão do órgão é garantir a legitimidade do processo eleitoral. A visão é consolidar a credibilidade da Justiça Eleitoral, efetivamente quanto à efetividade, transparência e segurança.

De acordo com o último edital do concurso, os convocados para os cargos de analista judiciário – área judiciária, analista judiciário – área administrativa e técnico judiciário – área administrativa serão lotados nos Cartórios Eleitorais do Estado ou na Secretaria do TRE-SP, obedecendo rigorosamente a ordem de classificação no concurso público, e as demais funções serão designadas para a Secretaria do TRE-SP

Remuneração Concurso TRE SP

No último concurso a remuneração foi a seguinte:

  • Analista Judiciário:
    Inicial: R$455,30
    Final:
    R$ 18.701,52
  • Técnico Judiciário:
    Inicial: R$ 591,37
    Final:
    R$ 11.398,39
  • Auxiliar Judiciário:
    Inicial: R$890,69
    Final:
    R$ 6.750,56

A remuneração do concurso do Tribunal Regional também poderá ser acrescida de:

  • Auxílio alimentação:R$ 910,08
  • Auxíliotransporte: R$ 223,38
  • Assistência pré-escolar (crianças de 0 a 5 anos):R$ 719,62
  • Assistência médica-odontológica:R$ 215,00

Atribuições (alguns cargos)

Seguem  abaixo as atribuições de alguns cargos para o Tribunal Regional Eleitoral de SP, o restante pode ser conferido no edital do TRE.

Analista Judiciário – Área Judiciária
Analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo.

Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal

Executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado.

Analista Judiciário – Área Administrativa
Realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; emitir informações e pareceres; elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; atender ao público interno e externo.

Técnico Judiciário – Área Administrativa
Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas.

Técnico Judiciário– Especialidade Tecnologia Da Informação

Executar atividades relacionadas ao desenvolvimento, teste, codificação, manutenção e documentação de programas e sistemas de informática; prestar suporte técnico e treinamento a usuários; elaborar páginas para internet e intranet; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; executar tarefas de operação, instalação e manutenção de equipamentos de informática; efetuar os procedimentos de cópia, transferência, armazenamento e recuperação de arquivos de dados; elaborar pareceres técnicos; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Etapas do concurso

O concurso  TRE SP é realizado em três etapas: 1) provas objetivas de conhecimentos básicos; 2) conhecimentos específicos; e 3) uma prova discursiva para elaboração de um texto dissertativo-argumentativo com um mínimo de 20 linhas e máximo de 30 linhas.

Analista Judiciário
1ª) Conhecimentos Básicos – 30 questões
2ª)Conhecimentos Específicos – 40 questões
3ª) Prova Discursiva – Redação

Técnico Judiciário
1ª) Conhecimentos Básicos – 20 questões
2ª) Conhecimentos Específicos – 40 questões
3ª) Prova Discursiva – Redação

Conhecimentos Básicos – Todos os Cargos

Para o TRE SP concurso, cargos de nível médio e superior tiveram as seguintes matérias em comum:

  • Língua Portuguesa
  • Matemática e Raciocínio Lógico e Matemático
  • Noções de Informática
  • Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência (Resolução CNJ nº 230/2016 – art. 19)
  • Legislação e ética no serviço público

Conhecimentos Específicos

Varia para cada cargo, recomenda-se a consulta ao edital para o concurso do Tribunal Regional de São Paulo.

Data de Validade Concurso TRE SP

Validade de dois anos, que podem ser prorrogadas por mais dois anos. Mas o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (Concurso TRT SP), pode publicar no Diário Oficial da União, a suspensão do prazo de validade em caso de situações excepcionais.

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Carregando...

Leia o post anterior:
Concurso TRE PE – Saiba tudo sobre o certame

O concurso TRE PE – Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco é uma ótima oportunidade para quem procura vagas para técnico...

Fechar