Concurso Engenheiro Ambiental – Saiba Mais

Série Dicas

O concurso Engenheiro Ambiental é de nível superior. Várias agências ambientais, prefeituras, fundações e universidades oferecem vagas todos os anos para engenheiro e analista ambiental. Saiba mais no artigo abaixo.

Concurso Engenheiro Ambiental

Cargo Concurso Engenheiro Ambiental

Geralmente o engenheiro ambiental é responsável por atividades relacionadas aos seguintes temas:

  • consultoria em projetos de Engenharia;
  • gerenciamento de práticas para recuperação de áreas degradadas;
  • implantação de soluções de gestão ambiental;
  • coordenação de grandes obras civis visando a diminuir os impactos ambientais;
  • criação de novos sistemas de gestão de resíduo, tratamento de água ou distribuição energética;
  • avaliação de pedidos de licenciamento ambiental;
  • gerenciamento de áreas contaminadas;
  • condução de pesquisas para o desenvolvimento sustentável;
  • atuação em projetos de educação ambiental.

Basicamente um engenheiro ambiental é responsável pela gestão ambiental dos projetos relacionados ao órgão de trabalho. Supervisiona e avalia dados sobre o meio ambiente, fiscaliza e elabora estudos sobre áreas no que tange à ameaças ambientais, zela pelo patrimônio florestal, planeja e executa programas na defesa do meio ambiente.

Requisitos

Diploma ou certificado de conclusão de curso de Graduação em Engenharia Ambiental ou Engenharia Sanitária e Ambiental, devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

Salários

O salário depende de cada processo seletivo que oferece concurso de engenheiro ambiental, entretanto, o salário inicial em uma prefeitura, por exemplo, varia na média de R$ 2000,00. A depender da instituição, poderá chegar a mais de R$ 15.000,00. Recomenda-se olhar o edital de interesse para maiores informações.

Conhecimentos Básicos e Específicos

Engenheiro ambiental concurso

Para o concurso engenheiro ambiental algumas matérias são comuns para quase todos os editais:

  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico
  • Conhecimentos específicos

As principais matérias para conhecimentos específicos para concurso engenheiro ambiental são:

  • Licenciamento Ambiental
  • Política Nacional de Meio Ambiente (Lei nº 6.938/81)
  • Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/10)
  • Leis de Crimes Ambientais
  • SNUC e Código Florestal
  • Planejamento de Recursos Hídricos, bacia hidrográfica
  • Política Nacional de Educação Ambiental
  • Ecologia e Ciclos Biogeoquímicos
  • Qualidade da água, resoluções Conama aplicáveis
  • Meteorologia e climatologia, Mudanças Climáticas
  • Lei n 9.433/97 (Política Nacional de Recursos Hídricos)
  • Hidrologia, Ciclo Hidrológico
  • poluição atmosférica e tecnologias de tratamento
  • Planejamento Urbano
  • Uso e ocupação do solo
  • Saneamento básico
  • Tecnologias de tratamento de água e esgoto
  • Geologia, solos e RAD
  • Qualidade do solo
  • Gestão ambiental, auditoria e ISO 14000
  • Geoprocessamento
  • Sensoriamento remoto e SIG
  • Economia ambiental
  • Valoração ambiental
  • Meio ambiente e sociedade/ sociologia
  • Hidráulica
  • Saúde pública e epidemiologia
  • Ética profissional

Cada edital, entretanto, tem suas especificidades para o concurso de engenheiro ambiental.

Três tópicos, entretanto, são comuns para quase todos os concursos públicos abertos:

  • Licenciamento ambiental

  • Política Nacional de Meio Ambiente (Lei nº 6.938/81)

  • Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/10) e gerenciamento de resíduos sólidos

licenciamento ambiental é um importante instrumento de gestão da Administração Pública: por meio dele é exercido o necessário controle sobre as atividades humanas que interferem nas condições ambientais. Por meio dele é possível a conciliação do desenvolvimento econômico com o uso dos recursos naturais, de modo a assegurar a sustentabilidade do meio ambiente, nos seus aspectos físicos, socioculturais e econômicos.

Para que uma atividade seja submetida ao procedimento de licenciamento, ela deve ser considerada efetiva ou potencialmente poluidora, ou ter o potencial de causar degradação ambiental.  É um procedimento administrativo pelo qual é autorizada a localização, instalação, ampliação e operação destes empreendimentos e/ou atividades.

A Lei nº 6.938/81 estabelece os fins e mecanismos de formulação e aplicação da Política Nacional de Meio Ambiente (PNMA), constitui o Sistema Nacional do Meio Ambiente (SISNAMA) e institui o Cadastro de Defesa Ambiental.

O objetivo da PNMA é de regulamentar as várias atividades que envolvam o meio ambiente, para que haja preservação, melhoria e recuperação da qualidade ambiental, preservando a vida e assegurando à população condições propícias para seu desenvolvimento social e econômico.

Já a Lei nº 12.305/10 institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, dispondo sobre seus princípios, objetivos e instrumentos, bem como sobre as diretrizes relativas à gestão integrada e ao gerenciamento de resíduos sólidos.

Prevê a prevenção e a redução na geração de resíduos, tendo como proposta a prática de hábitos de consumo sustentável e um conjunto de instrumentos para propiciar o aumento da reciclagem e da reutilização dos resíduos sólidos (aquilo que tem valor econômico e pode ser reciclado ou reaproveitado) e a destinação ambientalmente adequada dos rejeitos (aquilo que não pode ser reciclado ou reutilizado).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Carregando...

Leia o post anterior:
Concurso Delegado MG – Polícia Civil de Minas Gerais

Cargo destinado a bacharéis em direito. As oportunidades do concurso Delegado MG são para atuar no estado de Minas Gerais,...

Fechar