historia de mato grosso para concurso gratis

Pascoal Moreira Cabral identifica-se com a história de Mato Grosso, entre outras razões, porque

  • A.

    insurgiu-se contra o poder metropolitano e proclamou a independência da capitania de Mato Grosso em meados do século XVIII.

  • B.

    defendeu a liberdade dos indígenas que viviam na região de Mato Grosso, recusando-se a escravizá-los e a permitir que outros o fizessem.

  • C.

    delimitou definitivamente a fronteira oeste de Mato Grosso, ao vencer os espanhóis em três sucessivas batalhas.

  • D.

    descobriu ouro nas margens do rio Coxipó, em 1719, marco inicial do povoamento da região de Cuiabá.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Uma corrente historiográfica defende a tese de que a criação da capitania de Mato Grosso tinha, entre outras, a finalidade de caracterizar a posse portuguesa da região. Desse modo, o que Portugal pretendia com essa decisão era tornar mais consistente e efetivo o princípio que sua diplomacia utilizara na celebração de tratados de limites com a Espanha, o uti possidetis, o qual estabelecia que

  • A.

    Portugal garantia como sua a área que os habitantes da colônia haviam ocupado de fato ou, pelo menos, tornado questionável a posse espanhola.

  • B.

    os indígenas da região seriam transferidos para os aldeamentos criados por religiosos no sul da colônia, as conhecidas missões ou reduções jesuíticas.

  • C.

    o governo de Lisboa aceitava entregar aos espanhóis o domínio da bacia amazônica em troca da posse da região de Mato Grosso.

  • D.

    Mato Grosso seria isolado do restante da colônia, sobretudo de São Paulo, para impedir as incursões de aventureiros sobre os territórios pertencentes à Espanha.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Um dos mais violentos episódios da história de Mato Grosso ficou conhecido como A Rusga, que explodiu no contexto da independência e da constituição do Estado brasileiro, processo que se estendeu pelo Primeiro Reinado (1822-31) e pelo período regencial (1831-40). Denominada por alguns de a Noite de São Bartolomeu da História Mato-Grossense, A Rusga correspondeu ao

  • A.

    choque de interesses entre naturais da província e forasteiros, sobretudo paulistas, que para ela convergiam em busca do ouro.

  • B.

    confronto entre brasileiros de Mato Grosso e portugueses, sendo estes identificados como estrangeiros que já haviam explorado em demasia as riquezas locais.

  • C.

    movimento de insurreição promovido pelos escravos de origem africana, que fundaram, pouco antes, em Mato Grosso, o maior quilombo que o Brasil conheceu.

  • D.

    levante indígena na região do Guaporé, o qual obrigou D. Pedro I a decretar a intervenção imperial no governo da província de Mato Grosso.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Relativamente a fatos, personagens e contextos da história de Mato Grosso, assinale a opção incorreta.

  • A.

    Dois fatos protagonizados pelo Paraguai deram início à Guerra da Tríplice Aliança: o aprisionamento do navio que conduzia o futuro presidente da província de Mato Grosso e a invasão do território brasileiro.

  • B.

    A figura do marechal mato-grossense Cândido Mariano da Silva Rondon identifica-se, na história brasileira, fundamentalmente pelo esforço de interligar o interior do país por meio das comunicações e pela preocupação em proteger as populações indígenas.

  • C.

    Diferentemente do ocorrido em outras regiões do Brasil colônia, em Mato Grosso foram irrelevantes os conflitos entre conquistadores brancos e populações indígenas, tendo sido estas facilmente atraídas para o trabalho nas minas e na lavoura.

  • D.

    De maneira geral e quanto à repercussão econômica, a mineração em Mato Grosso foi de curta duração, marcada por descobertas intermitentes e pelo rápido esgotamento.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em outubro de 1977, foi sancionada a Lei Complementar que criou o estado de Mato Grosso do Sul pelo desmembramento de área do estado de Mato Grosso. A respeito do processo que resultou nessa divisão, assinale a opção correta.

  • A.

    Por meio de plebiscito, as populações nortista e sulina de Mato Grosso aprovaram a divisão desse estado.

  • B.

    A decisão de dividir o estado aconteceu em pleno regime militar.

  • C.

    O marechal Rondon foi o maior defensor da referida divisão.

  • D.

    O sul foi a área mais refratária à divisão do estado.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Assinale a opção em que se identifica o principal fato decorrente da descoberta do ouro em Mato Grosso, na primeira metade do século XVIII.

  • A.

    Pacificação dos povos indígenas que habitavam a área.

  • B.

    Chegada das expedições bandeirantes na região.

  • C.

    Consolidação dos limites do Tratado de Tordesilhas.

  • D.

    Efetivo início do povoamento de Mato Grosso.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A sempre conflituosa relação entre índios e não-índios, ao longo do processo de ocupação de Mato Grosso, adquiriu conotação diferenciada após a descoberta de ouro na região. Com relação a esse fato, assinale a opção correta.

  • A.

    Moveu-se guerra contra os índios com o intuito de ser-lhes tomada a terra para que nela se efetivasse o povoamento branco.

  • B.

    Os índios passaram a ser objeto de captura para que servissem de mão-de-obra escravizada.

  • C.

    Os indígenas foram deslocados para o litoral da colônia, onde desempenharam papel central na agroindústria açucareira.

  • D.

    Os indígenas de Mato Grosso associaram-se aos espanhóis na guerra para impedir o adensamento da presença portuguesa na porção oeste da colônia.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em meio a muitos atos de violência, um episódio sangrento notabilizou-se na história de Mato Grosso. Trata-se da rusga, nome pelo qual ficaram conhecidos os sangrentos acontecimentos de 30 de maio de 1834, quando

  • A.

    espanhóis vindos da Bolívia, em sua maior parte, atacaram Mato Grosso para reaver o território que consideravam pertencer-lhes de direito.

  • B.

    guerreiros paiguás invadiram a capital da província e encontraram inesperada e poderosa reação por parte da população local.

  • C.

    brasileiros de Mato Grosso se lançaram armados contra portugueses que viviam na província, os chamados adotivos, o que, para alguns, foi gesto típico de revanche à tirania lusa.

  • D.

    as tropas enviadas pelo governo regencial atacaram Cuiabá com o objetivo de desalojar do poder o presidente da província.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Reproduziu-se em Mato Grosso o quadro de turbulência que, não raro, assinalou a trajetória da Primeira República (1889-1930) no Brasil. Choques entre facções das elites, tentativas de golpes e pretensas revoluções e intervenção do poder central marcaram esse período. Em meio a uma dessas crises, uma solução típica da política brasileira — a conciliação — foi buscada para apaziguar o Estado: em plena Primeira Guerra Mundial, um membro do clero católico foi escolhido para presidir Mato Grosso. Trata-se de

  • A.

    Filinto Muller.

  • B.

    Aquino Correa.

  • C.

    Augusto Leverger.

  • D.

    Manoel Murtinho.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

De formação positivista e dotado de visão humanista da cultura, um brasileiro se notabilizou pelo esforço de integração de áreas interioranas do país, via fixação de linhas telegráficas, e pelo trabalho de contato com povos indígenas de modo diferente do modelo que prevalecera em quatro séculos de História. Natural de Mato Grosso, militar, esse sertanista era

  • A.

    João Poupino Caldas.

  • B.

    João de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres.

  • C.

    Cândido Mariano da Silva Rondon.

  • D.

    Mário Corrêa da Costa.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
mato grosso mato grosso concurso sobre história guiamos principal sobre mato grosso mato grosso é materiais sobre mato sobre grosso estado mato é grosso é concursos pública público cadastre primeira