Questões de Engenharia Agronômica do ano 2006

Rocha é um agregado natural formado por um ou mais minerais, que constitui parte essencial da crosta terrestre. Os mais freqüentes constituintes das rochas são:

  • A. os feldspatos, grupo mineralógico que perfaz ao redor de 60% da totalidade dos minerais.
  • B. os anfibólios, grupo mineralógico que perfaz ao redor de 70% da totalidade dos minerais.
  • C. os piroxênios, grupo mineralógico que perfaz ao redor de 80% da totalidade dos minerais.
  • D. o quartzo, grupo mineralógico que perfaz ao redor de 70% da totalidade dos minerais.
  • E. as micas, grupo mineralógico que perfaz ao redor de 80% da totalidade dos minerais.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em climas áridos e semi-áridos, os sais solúveis não são removidos pelas águas, pois a precipitação pluviométrica é insuficiente. A este processo dá-se o nome de

  • A. desagregação.
  • B. lixiviação.
  • C. cristalização.
  • D. dissolução.
  • E. decomposição.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Desde os tempos antigos o homem já fazia uso da água subterrânea. O termo água subterrânea se refere a
  • A. água aderida às partículas do solo por forças de adsorção.
  • B. água contida na zona de aeração.
  • C. totalidade da água que escoa para dentro da terra, logo após a precipitação, ou fusão das neves.
  • D. água contida na zona de saturação, isto é, a água situada abaixo do nível hidrostático.
  • E. água retida em interstícios microscópicos, presa por forças capilares.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Segundo o aspecto que o terreno apresenta, o relevo brasileiro pode ser classificado como:

  • A. plano, ondulado, acidentado, em garganta e em cadeia.
  • B. plano, ondulado, movimentado, acidentado, montuoso e montanhoso.
  • C. montuoso, em chapadas, em chapadões e em cordilheira.
  • D. composto ou derivado, em garganta, plano e em cadeia.
  • E. ondulado, acidentado, em chapadões e em cordilheira.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

As curvas de nível possibilitam representar o relevo de uma determinada área em sua respectiva planta planialtimétrica. É correto afirmar que

  • A. uma curva de nível pode desaparecer repentinamente e isso demonstra um maior declive no terreno.
  • B. duas curvas de nível podem se encontrar e continuar, a partir daí, em uma só.
  • C. quando as curvas de nível estão muito afastadas umas das outras significa que o terreno é fortemente inclinado.
  • D. o maior declive do terreno ocorre no local onde aparecer a maior distância entre duas curvas de nível.
  • E. duas curvas de nível jamais se cruzam, porque disto resultaria um único ponto com duas elevações diferentes.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Os levantamentos planialtimétricos visam obter, juntamente com a planta de um terreno, a representação de seu relevo. Os tipos de levantamentos planialtimétricos são:

  • A. pelas secções diagonais, taqueométrico, restituição fotogramétrica e sistema de informação geográfica.
  • B. pela quadriculação do terreno, pelas secções diagonais, pelas secções transversais e sistema de informação geográfica.
  • C. pela quadriculação do terreno, taqueométrico, pelas secções transversais e restituição fotogramétrica.
  • D. pela triangulação da área, pelas secções diagonais, pelas secções transversais e sistema de informação geográfica.
  • E. pela triangulação da área, pelas secções opostas, restituição fotogramétrica e sistema de informação geográfica.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

A drenagem de terras agrícolas pode ser definida como sendo o processo de remoção de excesso de água dos solos, de modo que lhes dê condições de aeração, estruturação e resistência, a fim de torná-los viáveis à exploração agrícola e pode ser dividida em

  • A. duas grandes classes: drenagem superficial e drenagem do solo (ou drenagem propriamente dita).
  • B. duas grandes classes: drenagem superficial e drenagem subterrânea.
  • C. duas grandes classes: drenagem do solo (ou drenagem propriamente dita) e drenagem subterrânea.
  • D. três grandes classes: drenagem superficial, drenagem do solo (ou drenagem propriamente dita) e drenagem subterrânea.
  • E. três grandes classes: drenagem superficial, drenagem do solo (ou drenagem propriamente dita) e drenagem do subsolo.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

O espaçamento e a profundidade são os principais parâmetros para o dimensionamento de um sistema de drenagem. Estes parâmetros dependem principalmente de:

  • A. taxa de decomposição de matéria orgânica como exclusivo parâmetro de tipo de solo, quantidade de água a ser drenada, linha de efeito útil de drenagem e profundidade do solo que se quer drenar.
  • B. tipo de solo, quantidade de água a ser drenada, linha de efeito útil de drenagem e salinidade do lençol freático.
  • C. taxa de matéria orgânica como exclusivo parâmetro de tipo de solo, quantidade de água a ser drenada, salinidade do lençol freático e profundidade do solo que se quer drenar.
  • D. aeração como exclusivo parâmetro de tipo de solo, linha de efeito útil de drenagem e profundidade do solo que se quer drenar.
  • E. tipo de solo, quantidade de água a ser drenada, linha de efeito útil de drenagem e profundidade do solo que se quer drenar.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Os métodos para medição de vazão de água, sob o ponto de vista da irrigação, podem ser divididos em:

  • A. três grandes grupos: Método Direto, Método Indireto e Método Misto.
  • B. dois grandes grupos: medição d'água em canais de irrigação e medição d'água em sulcos de irrigação.
  • C. três grandes grupos: medição d'água em canais de irrigação, Vertedor e Método Parshall.
  • D. três grandes grupos: Vertedor, Método Indireto e Método Parshall.
  • E. quatro grandes grupos: Sifão, WFC flume, Método Direto e Método Indireto.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

As condições que estão associadas a uma demanda freqüente de irrigação são:

  • A. raízes de crescimento rápido; solos não salinos; baixa demanda de evaporação; chuva durante o crescimento.
  • B. raízes profundas, densas e de crescimento rápido; solo profundo; baixa demanda de evaporação; plantio durante a estação chuvosa.
  • C. colheita de órgãos secos; solo com boa infiltração; clima úmido; plantio durante a estação chuvosa.
  • D. raízes rasas, esparsas e de crescimento lento; solo raso ou mal estruturado; alta demanda de evaporação; plantio no início da estação seca.
  • E. raízes profundas, densas e de crescimento rápido; lençol freático pouco profundo; clima úmido; valor no mercado determinado pelo peso seco.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: