Questões sobre O Setor Externo

Sobre os diferentes regimes de taxa de câmbio, é correto afirmar que
  • A. a experiência histórica com regime de câmbio fixo, nos países em desenvolvimento, revela ser esse regime o que garante a maior estabilidade das contas externas, pois prescinde das estruturas de importações e exportações dos países, pois é garantido que o mercado internacional financeiro garante plena liquidez em todos os momentos.
  • B. uma taxa de câmbio flexível implica um ajustamento do balanço de pagamentos por meio da elevação da taxa de juros, uma vez que a taxa de câmbio apenas pode variar para baixo.
  • C. em um regime de taxa de câmbio flexível é possível ter metas de taxa real de câmbio, pois pode-se sempre ajustar a taxa nominal de câmbio para atingir-se um nível real do câmbio.
  • D. um regime de câmbio fixo torna a política monetária de uma país emissor de moeda não conversível mais eficaz, pois permite à autoridade monetária prevenir qualquer ataque especulativo contra a moeda, independentemente do nível de suas reservas internacionais de divisas estrangeiras.
  • E. uma taxa de câmbio ajustável (com flutuação suja) significa que a autoridade monetária pode intervir no mercado de câmbio para impor limites à flutuação da taxa de câmbio. No Brasil, o Banco Central costuma intervir no mercado de contratos futuros de câmbio com os chamados swaps cambiais.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Um dos principais problemas de países primário-exportadores consiste obter divisas estrangeiras para financiar suas importações de forma sustentada e sistemática. Para tanto, é fundamental considerar o papel da taxa de câmbio real como um dos mais relevantes indicadores de comércio internacional de cada nação. Portanto,
  • A. a capacidade de importar de um país é dada pela razão exportações/produto interno bruto.
  • B. uma taxa de câmbio real elevada significa um duplo efeito negativo sobre a balança de comércio, uma vez que indica que os preços no mercado internacional estão mais baixos do que no mercado interno, gerando baixos influxos de divisas via exportações e elevadas importações.
  • C. uma apreciação da taxa de câmbio nominal apenas gera resultados negativos sobre a balança comercial se não for acompanhada por uma elevação proporcional dos preços dos bens exportados pelo país no mercado internacional ou por uma queda proporcional do nível de preços doméstico.
  • D. quanto menos diversificada for a pauta de importações de um país, menos vulnerável se torna a economia, pois o produto importado pode ser rapidamente substituído por produção doméstica.
  • E. a hipótese da deterioração dos termos de troca sugere que países exportadores de produtos com alto conteúdo tecnológico tendem a se tornar cada vez mais dependentes de produtos primários e, por isso, mais sujeitos a crises de balanço de pagamentos com maior volatilidade da taxa de câmbio real.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em relação ao comportamento do balanço de pagamentos sob diferentes regimes cambiais, é correto afirmar:
  • A. Em regime de flutuação suja ou controlada, a taxa de câmbio é praticamente mantida fixa e alterada pela autoridade monetária apenas quando há iminência de crise cambial.
  • B. Sob um regime de flutuação cambial plena, a taxa de juros pode controlar plenamente a taxa de câmbio nominal, por meio da atração de capitais externos.
  • C. A expansão da renda em um regime de câmbio fixo não reforça a tendência ao desequilíbrio das contas externas, pois o mercado financeiro internacional tem liquidez garantida.
  • D. A inflação é mais efetivamente controlada no curto prazo em um regime de câmbio fixo, supondo-se que a inflação externa seja nula, pois um aumento da demanda pode ser atendida pela oferta de bens importados, em caso de insuficiência de abastecimento interno.
  • E. Uma taxa de câmbio flutuante insere uma tendência natural à depreciação da moeda, pois todo e qualquer país demanda mais bens do exterior do que o que pode produzir internamente, pressionando sempre as contas externas por meio de uma balança comercial negativa.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em relação aos conceitos de paridade do poder de compra, movimento de capitais e regimes de câmbio, analise as afirmativas a seguir.

( ) Para que a taxa de câmbio real seja igual à unidade, a paridade do poder de compra relativa deve ser válida.

( ) O diferencial entre a taxa de juros interna e a internacional, sob a condição de arbitragem, deve ser maior quanto maior for a expectativa de desvalorização da taxa de câmbio nominal do país local, os custos de transação e o risco do país.

( ) O regime de taxas flutuantes de câmbio tem como característica o fato de que a taxa de câmbio se ajusta afim de equilibrar a demanda e a oferta por moeda estrangeira.

Assinale

  • A. se somente a afirmativa I estiver correta.
  • B. se somente a afirmativa III estiver correta.
  • C. se somente as afirmativas e I e III estiverem corretas.
  • D. se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
  • E. se todas as afirmativas estiverem corretas.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Relacione cada uma das contas do balanço de pagamentos listadas a seguir aos seus respectivos componentes.

1. Conta de Serviços

2. Transferências Unilaterais

3. Conta Capital

4. Conta Financeira

( ) Investimento Direto Estrangeiro.

( ) Doações de um país para outro.

( ) Transferência de patrimônio de migrantes internacionais.

( ) Gastos de turistas no exterior.

Assinale a opção que indica a relação correta, de cima para baixo.

  • A. 1, 2, 3 e 4.
  • B. 1, 3, 2 e 4.
  • C. 2, 1, 4 e 3.
  • D. 4, 2, 3 e 1.
  • E. 4, 3, 2 e 1.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Com o aumento do peso de determinados parceiros comerciais de um país, a taxa de câmbio indica uma desvalorização no caso desses parceiros terem moedas mais fortes em relação a esse país analisado, ceteris paribus. Essa descrição reflete o conceito de:
  • A. paridade absoluta do poder de compra;
  • B. paridade relativa do poder de compra;
  • C. taxa de câmbio nominal;
  • D. taxa de câmbio real;
  • E. taxa de câmbio efetiva.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Em relação aos componentes do Balanço de Pagamentos, considere V para a(s) afirmativa(s) verdadeira(s) e F para a(s) falsa(s):

( ) Superávit comercial pode ser causado pelo aumento das receitas com turistas.

( ) Empréstimo tomado junto ao Fundo Monetário Internacional melhora o saldo da Conta Financeira.

( ) Aumento do Investimento Estrangeiro Direto aumenta o saldo da Conta Capital.

A sequência correta é:

  • A. V, V e V;
  • B. V, F e F;
  • C. C) F, V e F;
  • D. F, F e V;
  • E. F, F e F.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Com referência aos dados do balanço de pagamentos apresentado na tabela acima, julgue (C ou E) os itens seguintes.

O movimento de capitais autônomos foi positivo e igual a US$ 39 bilhões.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Com referência aos dados do balanço de pagamentos apresentado na tabela acima, julgue (C ou E) os itens seguintes.

A aquisição de ações no mercado secundário e o reinvestimento de lucros não contribuem para o aumento do estoque de capital da economia.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Com referência aos dados do balanço de pagamentos apresentado na tabela acima, julgue (C ou E) os itens seguintes.

Ocorrendo saldo negativo no balanço de pagamentos, ele poderá ser financiado mediante redução das reservas internacionais.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: