Questões sobre Crimes Contra a Incolumidade Pública

Acerca dos crimes contra a incolumidade pública, julgue os itens que se seguem. A conduta de disseminar germes patológicos com o objetivo de infectar plantas e animais não configura o crime de epidemia.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Acerca dos crimes contra a incolumidade pública, julgue os itens que se seguem. O crime de difusão de doença ou praga é considerado um tipo penal de consumação permanente e de perigo concreto.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Acerca dos crimes contra a incolumidade pública, julgue os itens que se seguem. Situação hipotética: Após anos de trabalho como auxiliar de enfermagem, Marcos abriu um consultório médico e passou a realizar consulta, a ministrar medicamentos aos seus pacientes e a realizar pequenas intervenções cirúrgicas. Assertiva: Nessa situação, Marcos pratica o crime de exercício ilegal da profissão.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Acerca dos crimes contra a incolumidade pública, julgue os itens que se seguem. Em se tratando dos crimes de incêndio e desabamento, admite-se a modalidade culposa.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Acerca dos crimes contra a incolumidade pública, é correto afirmar que:
  • A. o crime de incêndio não admite a modalidade culposa.
  • B. caso ocorra, nc crime de perigo de desasire ferroviário, resultado morte indesejado pelo agente, existirá concurso de crimes com o delito de homicídio culposo.
  • C. há arremesso de projétil quando alguém realiza disparos de arma de fogo contra um ônibus em andamento.
  • D. o exercício ilegal da medicina, arte dentária ou farmacêutica é doutrinariamente classificado como crime habitual e de perigo abstrato.
  • E. o delito de desabamento ou desmoronamento é majorado quando praticado com a intenção de obter vantagem pecuniária.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Julgue os itens a seguir, acerca dos crimes contra a incolumidade pública. Um eletricista que, sem se utilizar dos cuidados necessários, por desconhecê-los, interromper o serviço de discagem do telefone 190 da polícia militar, prejudicando um serviço de utilidade pública, responderá por crime contra a incolumidade pública, na modalidade culposa, ante a ausência da potencial consciência da ilicitude.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Julgue os itens a seguir, acerca dos crimes contra a incolumidade pública. Em se tratando de crimes de incêndio e explosão, admite-se o concurso de crimes, afastando-se a aplicação do princípio da consunção.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:
Em cada um dos próximos itens, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada com base no direito penal. A PM foi acionada para solucionar confusão praticada por gangues em determinada área de Brasília. Ao avistar a viatura policial, um dos participantes, para evitar a atuação da polícia, ateou fogo em ônibus de transporte urbano que passava pelo local. Nessa situação, referido participante responderá pelo crime de incêndio qualificado — além de outros delitos que tenha praticado ou que venham a resultar da ação incendiária —, cujo elemento subjetivo é o dolo de perigo, ou seja, a vontade livre e consciente de produzir risco de dano à incolumidade pública.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 11 A 30, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO.

Os crimes contra a incolumidade pública são considerados crimes de perigo comum, porque são crimes que:

  • A.

    envolvem vários autores e várias vítimas.

  • B.

    colocam em risco a vida, a saúde e o patrimônio de um número indeterminado de pessoas.

  • C.

    são em geral qualificados.

  • D.

    somente existem na forma dolosa.

Clique em uma opção abaixo para responder a questão: