Com relação às intervenções não estruturais para a

Com relação às intervenções não estruturais para a estabilização de taludes/encostas sujeitas à ocorrência de deslizamentos, analise as afirmativas a seguir.

I. O retaludamento para obtenção de um ângulo de 28° de inclinação é uma solução adequada para a estabilização de uma encosta composta por depósito de tálus.

II. A revegetação é uma solução adequada para a proteção de uma encosta contra erosão hídrica, mas depende da existência de um solo suficientemente espesso para a sua execução.

III. A criação de uma área de dissipação de energia, com afastamento mínimo igual à altura do talude, é uma solução adequada para a redução de risco numa pedreira de brita abandonada.

Está correto o que se afirma em:

  • A. I, apenas.
  • B. II, apenas.
  • C. III, apenas.
  • D. II e III, apenas.
  • E. I, II e III.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Defeito pode ser entendido como falta de conformidade de um produto, quando determinada característica de qualidade é comparada às suas especificações. As características da qualidade do produto são os aspectos primários que constituem os elementos de decisão dos clientes ao adquirir um produto. Considerando que um produto é classificado como defeituoso em relação a uma ou mais características de qualidade, julgue os itens a seguir, referentes a defeitos.

Como qualquer defeito é um defeito, não há justificativa para uma classificação de defeitos.

Resolva a questão aqui ›


Quando ocorre a remoção de um servidor público, realizada pelo superior hierárquico, motivada por inimizade pessoal, trata-se de uma manifestação de:

Resolva a questão aqui ›


Na Rua Leonídia Leite, 68, no Bairro Floresta, em Belo Horizonte, ocupado temporariamente pelo grupo Kaza Vazia, o artista retira com cuidado um dente da frente implantado e coloca um separador de lábios que deixa à mostra sua arcada incompleta. Assim, com a boca escancarada, percorre o caminho até o centro da cidade, parte a pé, parte de ônibus. Durante um tempo, permanece na Praça 7 de setembro, onde realiza malabares com a língua e o fragmento de dente que tem em sua boca, essa boca aberta impossibilitada de falar. [...] concomitantemente, distribui o panfleto Dente de ele-fante (2007) dedicado aos desdentados. Nele, o artista começa rastreando a origem da palavra ban-guela, e continua numa enunciação vertiginosa de narrativas que aliam à possibilidade de rir ou sorrir, própria de homens e macacos, a escravidão, a extração do ouro, a dificuldade de falar sem ter dentes, a epopeia de Tiradentes, as torturas na ditadura militar, a extração dos dentes do elefante para usá-los como material de arte. Texto do catálogo do artista Paulo Nazareth, lançado pela Editora Cobogó, em 2012.

Paulo é um artista contemporâneo e nesse trabalho ele utilizou a linguagem do (a)

Resolva a questão aqui ›