Em relação ao fragmento de texto acima, julgue os próximo...

Em relação ao fragmento de texto acima, julgue os próximos itens.

As palavras “excelência”, “desperdício”, “ineficiência” e “ignorância” recebem acento gráfico com base em regras gramaticais diferentes.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Em relação às falhas representadas na figura, avalie as proposições abaixo.

I - A falha 1 é uma falha normal que corta as unidades A, B, C e E e coloca os sedimentos B em contato tectônico com os estratos dobrados da unidade E.

II - A falha 2 é a falha mais antiga da situação e é do tipo reversa.

III - A falha 1 é uma falha de rejeito direcional e apresenta escarpa de falha exposta em superfície, um elemento característico desse tipo de estrutura.

IV - A falha 2 é uma falha de empurrão e contemporânea às intrusões ígneas.

V - A falha 1 é uma falha de empurrão que corta as unidades C, B e E, mas não afetou os sedimentos horizontalizados da unidade A, pois esses são os mais novos da sequência sedimentar.

Estão corretas APENAS as proposições

Resolva a questão aqui ›


Ser síndico não é fácil. Além das cobranças de uns e da inadimplência de outros, ele está sujeito a passar por desonesto. A esse respeito, um ex-síndico formulou as seguintes proposições: — Se o síndico troca de carro ou reforma seu apartamento, dizem que ele usou dinheiro do condomínio em benefício próprio. (P1) — Se dizem que o síndico usou dinheiro do condomínio em benefício próprio, ele fica com fama de desonesto. (P2) — Logo, se você quiser manter sua fama de honesto, não queira ser síndico. (P3)

Com referência às proposições P1, P2 e P3 acima, julgue os itens a seguir.

A partir das premissas P1 e P2, é correto concluir que a proposição “Se o síndico ficou com fama de desonesto, então ele trocou de carro” é verdadeira.

Resolva a questão aqui ›


Questão de Direito Penal

Um paciente, vítima de um atropelamento, está internado em um hospital de Buenos Aires, recebendo tratamento médico de emergência. Seu estado é grave. Deve, pois, tomar determinado medicamento de três em três horas, com o que deverá se curar. O controle de sua evolução clínica é feito por computador. Um brasileiro, radicado em São Paulo, invade o computador daquele hospital e altera aquela periodicidade para 6 horas. O paciente morre. Pergunta-se: onde foi cometido o crime?

Resolva a questão aqui ›