Suponha que, em circunstância de perigo iminente, Pedro d...

Suponha que, em circunstância de perigo iminente, Pedro destruiu coisa alheia. Sabe-se que as circunstâncias tornaram absolutamente necessária a destruição da coisa, e que Pedro não excedeu os limites do indispensável para a remoção do perigo. A partir dessa situação, julgue os itens a seguir.

Se o dono da coisa, na situação acima, não for culpado do perigo, assistir-lhe-á direito à indenização pelo prejuízo que sofreu.

  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Para chegar ao resultado acima, deve-se marcar o texto, clicar

Resolva a questão aqui ›


Julgue os itens a seguir, relativos a sangue e hematopoese.

Assumindo-se que parte da hematopoese fetal humana ocorre no fígado, do ponto de vista biológico, esse órgão poderia ser utilizado como fonte de CTHs, porém, há óbvios impedimentos éticos para tanto.

Resolva a questão aqui ›


Para responder às questões de números 21 a 23, leia os textos de cartas de leitores, publicadas em O Estado de S.Paulo, de 03.08.2007.

De acordo com a norma culta, assinale a alternativa em que o pronome pessoal substitui corretamente a expressão em destaque: Até quando nós, contribuintes, teremos de agüentar esse caos?

Resolva a questão aqui ›