Como estudar a Lei Seca – Parte 2

Diego Monteiro atualmente é servidor público em Brasília e escreve sobre vários temas para concurso público. Já foi aprovado para diversos cargos e no Exame da OAB.

Uns dos desafios mais difíceis enfrentados pelos concurseiros, certamente é a leitura da lei seca. Por ser um texto muitas vezes difícil de interpretar até pelos doutrinadores e ser uma leitura cansativa, os estudantes costumam deixar essa parte importante do estudo de lado. Aqui estão elencadas algumas dicas para facilitar o estudo das leis:

Entenda que é necessário

O psicológico do concurseiro precisa estar alinhado com sua necessidade de estudo. A Não há opção de estudar ela ou não visto que, com o nível de dificuldade das provas aumentando, a lei seca é cada vez mais pedida nas provas, trocando uma palavra por outra, por exemplo. Por mais que a doutrina e as aulas tragam a explicação da letra de lei, ela deve ser lida para não ocorrer confusão na prova.

Como fazer o estudo da lei

Uma dica para estudar a lei seca é realizar a leitura durante a aula, sempre que algum artigo for citado. É interessante resumir a ideia dos artigos mais importantes e escrever ao lado, para facilitar o estudo e a compreensão do texto da lei.

Pense como se fosse o examinador.

A partir da leitura da lei, o que você acha que seria importante cobrar? Como os concurseiros irão se confundir? Trocar competências de um órgão para outro, trocar prazos, colocar um “não”, um “sempre”. Você precisa ter estratégia na hora de estudar, não apenas ler. Não seja um estudante passivo, estude com vontade e compreenda o que pode ser pedido na sua prova.

Faça muitos exercícios!

O hábito de resolver questões antigas é essencial para entender como estudar a lei seca, pois você entenderá quais artigos são mais cobrados e a forma que o examinador costuma pedi-los. O concurso público funciona muito como uma repetição de padrões. A resolução de questões de concurso você pode fazer aqui no site Estude Grátis!

Na dúvida, busque a lei comentada na internet

Se você tiver muita dúvida de como estudar a lei seca por ter dificuldades de entendê-la, muitos sites na internet disponibilizam os artigos comentados, bem como videoaulas gratuitas explicando o conteúdo desejado.

Tome cuidado para saber se sua lei está devidamente atualizada!

Antes de entender como estudar a lei seca, você deve saber se sua lei está atualizada. Dependendo da lei em questão, a versão de um ano atrás pode estar antiga e ter modificações. Isso é muito importante, visto que as bancas gostam de cobrar atualizações. Dessa forma, procure sempre a lei no site do planalto para verificar se não houve modificações recentes desde a versão que você possui.

Tente memorizar regras com exemplos! São mais fáceis para você compreender

Apesar da leitura da própria lei ser indispensável, gravar exemplos da regra contida no texto da lei pode ajudar a memorizar e entender melhor o que o legislador quis dizer.


Você também pode gostar

Regime de bens no casamento – Direito de família Breve histórico sobre Regime de bens no casamento No Código Civil de 1916 a família era exclusivamente constituída pelo matrimonio. O casamento era indissolúvel, levando a uma união plena de vida e de patrimônio. O regime legal era o da comunhão...
Técnicas de Memorização para Estudar Técnicas de Memorização para Estudantes Muitos alunos, apesar do seu esforço, não conseguem obter o sucesso escolar que estaria ao seu alcance, pois trabalham com métodos inadequados. Saberão todos os alunos estudar? A Escola ensina os alunos a estu...
Emenda Constitucional e Revisão Constitucional Você sabe a diferença entre Emenda Constitucional e Revisão Constitucional? Atualmente, a única possibilidade de alteração formal da Constituição é mediante emenda constitucional. A proposta de emenda constitucional é discutida e votada em cada...
Poderes de Estado Os Poderes de Estado, de acordo com a Constituição Federal de 1988, são: Legislativo, o Executivo e o Judiciário. Todos estes são poderes da União. A cada um dos Poderes de Estado foi atribuído uma função principal. Essa tripartição foi concebida,...
Princípio da intangibilidade salarial – O que é? De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, o Princípio da intangibilidade salarial confere ao salário diversas garantias jurídicas, visto que este possui natureza alimentar. O que é Princípio da intangibilidade salarial? A intangibilidade s...

Deixe uma resposta