Como estudar a lei seca

Diego Monteiro atualmente é servidor público em Brasília e escreve sobre vários temas para concurso público. Já foi aprovado para diversos cargos e no Exame da OAB.

Na hora de estudar para seu concurso, você, concurseiro, deve ter em mente que não deverá se limitar a apenas um método de estudos, mas sim combinar alguns para ter um estudo completo e se diferenciar dos outros candidatos. No caminho dos concursos, um dos métodos que os estudantes acabam deixando de lado e faz total diferença para sua aprovação é o estudo da lei seca.

A lei seca, como chamamos, é o estudo da letra da lei propriamente dita. Enquanto os manuais tratam de dissecá-la e explicá-la, é imprescindível ter o estudo dela separadamente, visto que muitas vezes seu texto é cobrado na literalidade e dessa forma, estudando os artigos em ordem você terá uma ideia melhor do conteúdo estudado.

Aqui estão algumas dicas para o estudo da lei:

  • A dica mais importante, com certeza, é manter a legislação atualizada! Sabe-se que o texto de lei tende a mudar rapidamente, de forma que a lei que você pode ter impresso de 6 meses atrás pode estar desatualizada. Isso é muito perigoso para as provas de concurso, pois o examinador tende a colocar questões, justamente, das novidades legislativas. Portanto, antes do concurseiro entender como estudar a lei seca, primeiramente precisa ter certeza de que está com o material correto para estudo! Todas alterações você pode encontrar no site do planalto.
  • Sempre que for estudar alguma matéria que possui legislação, durante o estudo pela doutrina ou por videoaulas grife os artigos na lei. É muito melhor se a lei estiver impressa, pois facilita o estudo visto que você pode sublinhar, riscar, fazer anotações.
  • Você pode utilizar um código de marcação: muitas pessoas utilizam várias cores de marcador de texto que simbolizam coisas diferentes, como usar uma cor específica para grifar prazos, alguma palavra-chave, ou alguma data.
  • Você também pode utilizar bolinhas adesivas para marcar a dificuldade na leitura de cada artigo, usando um código de cores. Dessa forma, na hora de revisar a matéria, você saberá quais artigos deve focar mais!
  • Uma tática também muito utilizada pelos concurseiros é, ao resolver questões de concurso, marcar do lado de cada artigo a incidência dele nas questões. De maneira complementar à dica anterior, isso facilita muito como estudar a lei seca e fará sua revisão ser muito mais prática!
  • Não entendeu o que o artigo significa? Recorra a códigos comentados ou à doutrina! Em seguida, escreva ao lado do artigo uma interpretação sua. A compreensão da legislação muitas vezes é difícil, portanto o concurseiro precisa criar suas próprias formas de como estudar a lei seca.

 


Você também pode gostar

Forma de Estado A Forma de Estado, iniciou-se a partir da organização política do território. Podemos dividir a Forma de Estado em Estado unitário e Estado federal. Diferença entre Estado Unitário e Estado Federal Estado Unitário A característica do Estado unit...
Como estudar para Concurso sem Edital Publicado Em um início de ano com tantos editais abertos, muitos concurseiros sentem-se tentados a escolher uma prova para fazer, mesmo que não seja da sua área de estudo, simplesmente para ter um objetivo a curto prazo. Essa decisão pode atrapalhar muito o tr...
Tipologia textual – Tipos textuais Descrição, Narração e Dissertação Agora, vamos compreender sobre Tipologia textual, e os 3 tipos textuais mais importantes e usados: descrição, narração e dissertação. Veremos o essencial da Tipologia textual, noções que são cobradas nas provas. O que é Tipologia Textual? São as c...
Princípio da indisponibilidade dos direitos trabalhistas O Princípio da indisponibilidade, também chamado de princípio da imperatividade, é uma limitação à autonomia das partes no direito do trabalho. No direito civil, as partes têm autonomia para negociar cláusulas contratuais. No direito do trabalho, ...
Princípios da Administração Pública Os princípios da Administração Pública, como o próprio conceito da palavra exprime, são as diretrizes a serem seguidas por cada ramo do direito. O estudo e a compreensão do alcance dos mesmos é essencial para o concurseiro realizar uma boa prova. ...

Deixe uma resposta