Questões de Psicologia de Estatuto da criança e do adolescente

 /   /   /  Estatuto da criança e do adolescente

Pesquise mais Questões de Psicologia de Estatuto da criança e do adolescente abaixo,

FCC - TJ - PE - Analista Judiciário - Psicólogo - 2012
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

No tocante ao adolescente que pratica ato infracional, o ECA ? Estatuto da Criança e do Adolescente

a) determina privação da liberdade sem que haja obri gatoriedade de frequência à instituição escolar.
b) obriga sempre o acolhimento institucional ainda que não haja flagrante.
c) prevê obrigação de reparar o dano ou conforme de terminação do juiz, compensar o prejuízo da vítima.
d) destitui o poder familiar como forma preventiva.
e) determina sempre o acolhimento em presídio comum, ressalvando o prazo máximo de 120 dias determinado em sentença judicial.

FCC - TJ - PE - Analista Judiciário - Psicólogo - 2012
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

O Estatuto da Criança e do Adolescente, acrescido pela Lei nº 12.010 de 2009, menciona que toda criança que estiver inserida em programa de acolhimento familiar ou institucional terá sua situação reavaliada por equipe interprofissional ou multiprofissional no máximo a cada

a) 120 meses.
b) 2 meses.
c) 6 meses.
d) 4 meses.
e) 3 meses.

FUNIVERSA - MPE - GO - Técnico em Psicologia - 2010
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

As modalidades de violência doméstica praticadas contra crianças e adolescentes são classificadas em

a) violência sexual ( negligência ) e violência escolar.
b) violência física e educativa.
c) violência física, violência sexual, negligência e violência psicológica.
d) violência física, violência sexual ou negligência e violência educativa.
e) violência física ou negligência, violência sexual e abandono.

FUNIVERSA - MPE - GO - Técnico em Psicologia - 2010
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA ), verificada a prática de ato infracional, a autoridade competente poderá aplicar ao adolescente várias medidas, entre as quais se incluem

a) prisão e internação em estabelecimento correcional.
b) liberdade assistida e inserção em regime de semiliberdade.
c) internação em estabelecimento prisional e advertência.
d) pagamento pelo dano causado e internação.
e) pagamento pelo dano causado e internação em estabelecimento prisional.

CAIPIMES - SP Turismo - Psicólogo - 2010
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

Em relação ao Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA, assinale (V) para verdadeiro e (F) para falso:

( ) A falta ou carência de recursos materiais constitui motivo para perda ou suspensão do poder familiar.
( ) A perda e a suspensão do poder familiar serão reconhecidas administrativamente pelo conselho tutelar.
( ) A opinião da criança ou adolescente independentemente de seu estágio de desenvolvimento e grau de compreensão será considerada em absoluto.
( ) A guarda obriga a prestação de assistência material, moral e educacional à criança ou adolescente, conferindo a seu detentor o direito de opor-se a terceiros, inclusive aos pais.
( ) Constitui crime punível pelo ECA corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18 anos com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la utilizando-se de quaisquer meios eletrônicos, inclusive salas de bate papo na internet.

A seqüência correta é:

a) F, F, V, V, V.
b) F, F, F, V, V.
c) V, V, F, V, V.
d) V, F, F, V, V.

CAIPIMES - SP Turismo - Psicólogo - 2010
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

NÃO constitui crime regulamentado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente:

a) Colocar a criança ou adolescente em exposição a informações pedagogicamente adequadas sobre processos biológicos de desenvolvimento corporal e reprodução humana.
b) Produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfico, envolvendo criança ou adolescente.
c) Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfico envolvendo criança ou adolescente.
d) Simular a participação de criança ou adolescente em cena de sexo explícito ou pornográfico por meio de adulteração, montagem ou modificação de fotografia, vídeo ou qualquer outra forma de representação visual.

FUNIVERSA - MPE - GO - Técnico em Psicologia - 2010
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

Segundo o ECA, a colocação de uma criança em família substituta deverá ser feita mediante

a) guarda, tutela ou adoção.
b) tutela e guarda.
c) guarda ou adoção, somente.
d) tutela, guarda ou convivência.
e) convivência, guarda ou adoção.

FUNIVERSA - MPE - GO - Técnico em Psicologia - 2010
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

A violência contra crianças e adolescentes no Brasil não é uma prática recente. Nas últimas décadas, esse fenômeno tem sido muito discutido, sobretudo após a promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA ). Entre as várias causas que mantêm essa prática, incluem-se

a) as características do agressor e da vítima e questões culturais.
b) as novas tecnologias da educação e da transmissão de valores.
c) os avanços dos estudos em psicologia do desenvolvimento e da educação.
d) a vida cotidiana e a transmissão de valores feita de pais para filhos.
e) o novo paradigma de vida pautado na Internet e as relações cristalizadas e profundas que ele traz.

FCC - TJ - SE - Analista Judiciário - Psicologia - 2009
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

O sigilo profissional é estruturante de todas as profissões das áreas de saúde. No entanto, o Estatuto da Criança e do Adolescente determina que em casos de maus tratos contra crianças e adolescentes

a) será aplicada pena apenas ao profissional que manejar a contratransferência de modo equivocado deixando de observar o que os relatos dos maus tratos contra crianças e adolescentes lhes indique.
b) não será aplicada pena ao profissional que se omita em realizar denúncia judicial de casos de que tenha conhecimento envolvendo suspeita ou confirmação de maus tratos contra a criança e o adolescente, já que está resguardado pelo Código de Ética Profissional.
c) não será aplicada pena ao profissional que se omita em realizar denúncia judicial de casos de que tenha conhecimento envolvendo suspeita ou confirmação de maus tratos contra a criança e o adolescente, pois no contrato que assume com o paciente não está inclusa a responsabilidade por denúncias a autoridades policiais.
d) será aplicada pena ao profissional que se omita em realizar denúncia judicial de casos de que tenha conhecimento envolvendo suspeita ou confirmação de maus tratos contra a criança e o adolescente.
e) será aplicada pena de prisão ao profissional que se omitir em face da escuta de relatos envolvendo maus tratos contra crianças e adolescentes.

FCC - TJ - SE - Analista Judiciário - Psicologia - 2009
Psicologia / Estatuto da criança e do adolescente

A Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente possuem como intuito a implementação da Doutrina da Proteção Integral denominada Sistema de Garantia de Direitos. Nesse Sistema, dentre outras esferas públicas, temos que a sociedade civil faz-se presente por meio de três eixos. São eles:

a) Nutrição, Educação e Violência.
b) Violência, Saúde Mental e Defesa.
c) Prevenção, Saúde Mental e Educação.
d) Promoção, Defesa e Controle Social.
e) Controle Social, Vulnerabilidade e Defesa.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.