Questões de Português de Ortografia

Pesquise mais Questões de Português de Ortografia abaixo,

CESGRANRIO - Banco do Brasil - Auxiliar de Infermagem do Trabalho - 2014
Português / Ortografia

O seguinte par de palavras (verbo e substantivo a ele relacionado) está grafado corretamente:

a) Escavar - excavação
b) Expulsar - espulsão
c) Expandir - espansão
d) Explicar - esplicação
e) Estender - extensão

CESPE - Câmara dos Deputados - Analista Legislativo - Consultor Legislativo Área - 2014
Português / Ortografia

Com base no que dispõe o novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, julgue o próximo item.

Está correta a grafia dos seguintes vocábulos: bilíngue, sagui, sequência, quinquênio, Müller, colmeia, joia, paranoico, papéis, feiúra, perdoo, pera, pôde (3.ª pessoa do sing. do pretérito), sobre-humano, co-herdeiro, subumano, coedição, capim-açu, semi-analfabeto, vice-almirante, contrarregra, infrassom, semi-interno, sub-bibliotecário, panamericano.

FADEMS - MPE - MS - Promotor de Justiça - 2013
Português / Ortografia

Assinale a série em que todas as palavras estão grafadas corretamente:

a) pretensão, sucinto, regozijo, prazeirosamente.
b) obsessão, supertição, oscilar, sopetão.
c) propulsão, chuchu, frizar, insosso.
d) coalizão, piche, deslize, lambujem.
e) irascível, xícara, dissensão, irriquieto.

CETRO - Prefeitura Campinas - SP - Enfermeiro - 2013
Português / Ortografia

De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à ortografia, dentro do contexto em que as palavras se encontram, assinale a alternativa correta.

a) O médico foi taxado de mercenário.
b) Cientistas alemães afirmam que o hábito de fazer a sexta ajuda a consolidar a memória.
c) Os profissionais da medicina presam muito a ética.
d) Para avaliar a real necessidade de algumas cirurgias, foi necessária a intercessão do hospital Albert Einstein.

AOCP - COREN - SC - Administrador - 2013
Português / Ortografia

Assinale a expressão que está escrita corretamente.

a) Distânciamento
b) Previdênte
c) Medievalístico
d) Indivídualmente
e) Saúdavel

QUADRIX - CRF - SP - Analista de Sistemas - 2013
Português / Ortografia

Marque a alternativa que não apresenta problemas de ortografia.

a) Sabe-se que é muito importante concertar peças quebradas de um carro para que não haja problemas na estrada.
b) O jovem tem multa descrição para chegar em casa durante a madrugada sem que seus pais percebam.
c) Ela sempre ironiza o que o pai diz e sua mãe sabe disso.
d) É fundamental que a análize do poema seja articulada com o ponto de vista teórico adotado.
e) Não é permitido comercialisar produto ilegal.

FCC - SEFAZ - SP - Agente Fiscal de Rendas - P1 - 2013
Português / Ortografia

Atenção: Para responder a questão, considere o texto abaixo.



No final de 1865, d. Pedro II solicitou a José Antônio Pimenta Bueno, futuro visconde, depois marquês de São Vicente, que
realizasse estudos preliminares e elaborasse propostas de ação legislativa visando à emancipação dos escravos. O trabalho de
Pimenta Bueno seria depois discutido em sessões do Conselho de Estado pleno. O objetivo do esforço era dotar o governo de projeto
de lei sobre emancipação a ser submetido à discussão e aprovação do Legislativo. Pimenta Bueno concluiu a tarefa em janeiro de
1866. Todavia, as dificuldades da guerra com o Paraguai e a resistência do chefe de gabinete na ocasião, o marquês de
Olinda -escravocrata raivoso e empedernido -, fizeram com que o assunto fosse engavetado por alguns meses. Em meados de
1866, o interesse do imperador em promover o debate sobre o problema da escravidão recebeu novo alento com a correspondência
enviada por uma prestigiosa sociedade abolicionista francesa, a Comité pour l"Abolition de l"Esclavage, solicitando-lhe que usasse o
seu poder e influência para abolir a escravidão no Brasil. A resposta, assinada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, indicava que
o novo gabinete liberal, liderado por Zacarias de Góes e Vasconcellos, estava pronto para promover a causa. A emancipação no
Brasil parecia coisa decidida, sendo apenas questão de forma e oportunidade.

A resposta enviada aos abolicionistas franceses surpreendeu políticos e grandes proprietários. Foi, na verdade, a moldura
para os debates sobre o trabalho de Pimenta Bueno, então visconde de São Vicente, no Conselho de Estado, em abril de 1867. Os
conselheiros estavam numa situação delicada. Confrontados com a determinação do imperador em fazer caminhar o problema da
emancipação, ficavam talvez inibidos em opor resistência decidida à iniciativa, por mais que esta fosse de encontro às suas
convicções mais íntimas. O resultado dessa tensão entre conveniência política e convicções escravocratas foi a formulação, por parte
da maioria dos conselheiros, de argumentos sibilinos destinados a concordar com o imperador em que a emancipação era questão
decidida, ao mesmo tempo que sustentavam a opinião de que nada devia ser feito sobre o assunto.

(Sidney Chalhoub. Escravidão e cidadania: a experiência histórica de 1871. Machado de Assis, historiador. São Paulo: Companhia

das Letras, 2003, p.139 e 140)


Considere as seguintes afirmações:

I. Embora tenham significados distintos, as palavras futuro (linha 1) e então (linha 13) remetem a um mesmo período da vida de Pimenta Bueno.
II. A depender da articulação entre o termo destacado em o seu poder e influência (linhas 8 e 9) e outras partes da frase, são possíveis duas leituras.

III. Está correta a grafia da palavra destacada em sessões do Conselho de Estado pleno (linha 3), assim como o está a destacada em "Você encontrará os dados na segunda secção do primeiro capítulo".


Está correto o que se afirma em

a) I, II e III.
b) I, apenas.
c) I e II, apenas.
d) I e III, apenas.
e) II e III, apenas.

CETRO - HGA - SP - Oficial de Saúde - 2013
Português / Ortografia

Em relação à ortografia e de acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa, assinale a alternativa correta.

a) Não conseguia conviver com as maselas do mundo moderno.
b) O rapaz agiu como cafageste com a moça inocente.
c) As crianças ficaram entertidas com o palhaço da festa.
d) Foi à feira, mas não encontrou mangericão.
e) Subia na laje da casa todos os dias para tomar sol.

FCC - SEFAZ - SP - Agente Fiscal de Rendas - P1 - 2013
Português / Ortografia

Atenção: Considere o texto abaixo para responder a questão.



No tempo de Lavinia Fontana, na efervescência da Bolonha do século XVI, uma pintura, fosse um retrato ou uma cena,
fosse religiosa ou alegórica, histórica ou privada, era criada com a intenção de ser lida. Essa era uma característica inerente e
essencial do ato estético: a possibilidade, por meio de um vocabulário compartilhado, da comunicação entre o ponto de vista do
artista e o ponto de vista do público. Um quadro podia ser venerado pela sua arte ou seu conteúdo, mas acima da veneração estava
a promessa de algo a ser aprendido ou pelo menos reconhecido. Ainda no século VI, o papa Gregório, o Grande, havia declarado:
"Uma coisa é adorar um quadro, outra é aprender em profundidade, por meio dos quadros, uma história venerável. Pois aquilo que
a escrita torna presente para o leitor as pinturas tornam presente para os iletrados, para aqueles que só percebem visualmente,
porque nas imagens os ignorantes veem a história que devem seguir, e aqueles que não conhecem o alfabeto descobrem que
podem, de certa maneira, ler. Portanto, especialmente para o povo comum, as pinturas são o equivalente da leitura”.
[...] na nossa época, quando as imagens ganham novamente proeminência sobre a palavra escrita, falta-nos esse
vocabulário visual compartilhado. Temos permitido que a propaganda e a mídia eletrônica privilegiem a imagem para transmitir
informações instantaneamente ao maior número de pessoas; esquecemos que a própria velocidade as converte na ferramenta ideal
de comunicação para toda sorte de propaganda, porque, manipuladas pela mídia, essas imagens não nos dão tempo para uma
crítica ou reflexão pausada. "Adoramos as imagens”, mas não “aprendemos em profundidade, por meio delas”. Superficialmente,
temos em comum certas imagens básicas -de eficiência e lucro, de sexualidade e satisfação -, cada uma com seu lugar-comum
nas propagandas completamente banais para a Ralph Lauren ou a Volvo, ou para o Homem de Marlboro, com sua tendência ao
câncer. Um carro comumente significa sucesso, um cigarro, auto-afirmação; as praias oferecem um paraíso perdido, e as roupas de
um estilista definem a identidade. Mas a leitura de imagens mais antigas e mais sábias nos escapa. Falta-nos uma linguagem
comum, que seja profunda e significativamente rica. Vivemos, mais uma vez, na Torre de Babel inacabada.

Obs.:Lavinia Fontana (Bolonha (1552); Roma (1614)), pintora italiana. Seu pai e professor, Prospero Fontana, era o principal pintor

da Escola de Bolonha.

(Alberto Manguel, Lendo imagens: uma história de amor e ódio. Trad. Rubens Figueiredo, Rosaura Eichemberg, Cláudio Strauch,

São Paulo: Companhia das Letras, 2001, p. 143 e 144)


Tomado o padrão culto escrito como referência, é correto afirmar:

a) (linha 2) o vocábulo "intenção" está adequadamente grafado, assim como o está o vocábulo "compreenção".
b) (linha 8) a palavra veem está corretamente grafada, assim como o está a palavra destacada em "Os muros retêm a água da chuva".
c) (linha 9) outra redação para o segmento pinturas são o equivalente da leitura, em forma igualmente adequada, que preserva o sentido original, é "as pinturas equivalem a leitura".
d) (linha 13) a palavra porque está adequadamente grafada, assim como o está na frase "Ele chegou atrasado, não sei bem porque motivo".
e) A concordância notada em uma história venerável (linha 6) está correta, assim como o está na frase "Quem aprecia a arte considera venerável, em todo e qualquer contexto, as histórias que os quadros oferecem".

CETRO - CREF - SP - Analista de Licitação - 2013
Português / Ortografia

De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e em relação à ortografia e ao contexto em que se encontram as palavras, assinale a alternativa correta.

a) O caseiro ascendeu a lareira do chalé.
b) Um fragrante de lavanda espalhou-se pela sala.
c) Ficou surpreso ao receber o mandato de prisão naquele momento.
d) O rapaz foi taxado de preguiçoso.
e) A infração está alta, apesar de noticiarem que os preços dos alimentos estão sendo mantidos.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.