Questões de Português de Verbos

Pesquise mais Questões de Português de Verbos abaixo,

FCC - TRT 19ª - Técnico Judiciário - Administrativa - 2014
Português / Verbos

Para responder à questão, considere os textos I e II.


Texto I

Tudo é grandioso na Amazônia, o maior bloco remanescente de floresta tropical do planeta. Com pouco mais de 6,8 milhões de quilômetros quadrados, espalha-se por nove países da América do Sul ? a maior parte está no Brasil, que detém 69% da área coberta pela floresta. Estima-se ainda que ela abrigue quase 25% de todas as espécies de seres vivos da Terra, além de 35 milhões de pessoas (20 milhões somente no Brasil). A Amazônia tem também a maior bacia fluvial do mundo, fundamental para a drenagem de vários países e para a geração de chuvas. É o maior reservatório de água doce do planeta, com cerca de 20% de toda a água doce disponível. Por isso, é um dos reguladores do clima e do equilíbrio hídrico da Terra.
Apesar de tanta grandiosidade, são as alterações em pequena escala, como a abertura de clareiras para a extração seletiva de madeira, que podem representar uma das principais ameaças à conservação do ecossistema, destaca o biólogo Helder Queiroz, diretor do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá. De modo geral, explica Queiroz, as principais ameaças à Amazônia estão hoje associadas às práticas que levam direta ou indiretamente à perda de hábitats e à redução de populações de plantas e de animais. "Muitas árvores com madeira de grande valor comercial são fundamentais para a alimentação de diversos animais", diz Queiroz.
Hoje, a perda de ambientes naturais é maior numa região conhecida como Arco do Desmatamento, que se estende do sul ao leste da Amazônia Legal - uma área de 5 milhões de km2 que engloba oito estados. O Arco do Desmatamento, definido pela fronteira da expansão agropecuária - que converte grandes extensões de floresta em pastagens -, concentra cerca de 56% da população indígena do país.
As regiões de várzea, em terrenos mais baixos, no interior da floresta amazônica, também têm atraído a atenção do poder público durante a elaboração de estratégias de conservação do ecossistema. Boa parte dessa região é inundada pelas chamadas águas brancas, de origem andina, ricas em sedimentos e nutrientes. Nesses trechos, a vegetação tende a ser mais abundante. Devido a essa riqueza em recursos naturais, as florestas de várzea sofrem mais com a constante ocupação humana. Todas as grandes cidades amazônicas, e boa parte das pequenas, estão localizadas nessas áreas.


(Adaptado de: ANDRADE, Rodrigo de Oliveira, Pesquisa Fapesp, outubro de 2013. p. 58-60)


Texto II

Em 1985, depois de examinar com atenção a intensa urbanização da Amazônia, que nas últimas décadas do século XX acusou as maiores taxas do Brasil, a geógrafa política Bertha Koiffmann Becker (que morreu em julho de 2013) lançou a expressão "floresta urbanizada" para definir a região, valorizada até então apenas pelas matas. Ela preferia usar a expressão Arco do Povoamento Consolidado em vez da mais comum, Arco do Desmatamento, para designar as áreas de ocupação humana nas bordas da floresta, pela simples razão de que essa área está ocupada por muitas cidades grandes, estradas e plantações de soja, além de pecuária e mineração.
Bertha Becker argumentava que era preciso pensar o desenvolvimento da floresta, não apenas sua preservação. Suas conferências, os debates com colegas acadêmicos e com homens do governo e os 19 livros que publicou ajudaram a enriquecer a visão sobre a Amazônia, hoje vista como um espaço complexo, resultante da interação de forças políticas e econômicas. Seu trabalho influenciou a elaboração de novas estratégias para a organização desse território.


(Adaptado de: Pesquisa Fapesp, agosto de 2013. p. 56)

- que converte grandes extensões de floresta em pastagens - (Texto I, 3º parágrafo) Transpondo a frase acima para a voz passiva, a forma verbal passará a ser:

a) tinham convertido.
b) foi convertida.
c) são convertidas.
d) deveria converter.
e) foram convertidos.

FCC - TRF 3ª - Analista Judiciário - 2014
Português / Verbos

Atenção: Para responder à questão, considere o trecho abaixo.

Foi por me sentir genuinamente desidentificado com qualquer espécie de regionalismo que escrevi coisas como: "Não sou brasileiro, não sou estrangeiro / Não sou de nenhum lugar, sou de lugar nenhum"/ "Riquezas são diferenças".
Ao mesmo tempo, creio só terem sido possíveis tais formulações pessoais pelo fato de eu haver nascido e vivido em São Paulo. Por essa ser uma cidade que permite, ou mesmo propicia, esse desapego para com raízes geográficas, raciais, culturais. Por eu ver São Paulo como um gigante liquidificador onde as informações diversas se misturam, gerando novas interpretações, exceções.
Por sua multiplicidade de referências étnicas, linguísticas, culturais, religiosas, arquitetônicas, culinárias...
São Paulo não tem símbolos que dêem conta de sua diversidade. Nada aqui é típico daqui. Não temos um corcovado, uma arara, um cartão postal. São Paulo são muitas cidades em uma.
Sempre me pareceram sem sentido as guerras, os fundamentalismos, a intolerância ante a diversidade.
Assim, fui me sentindo cada vez mais um cidadão do planeta. Acabei atribuindo parte desse sentimento à formação miscigenada do Brasil.
Acontece que a miscigenação brasileira parece ter se multiplicado em São Paulo, num ambiente urbano que foi crescendo para todos os lados, sem limites.
Até a instabilidade climática daqui parece haver contribuído para essa formação aberta ao acaso, à imprevisibilidade das misturas.
Ao mesmo tempo, temos preservados inúmeros nomes indígenas designando lugares, como Ibirapuera, Anhangabaú, Butantã etc. Primitivismo em contexto cosmopolita, como soube vislumbrar Oswald de Andrade.
Não é à toa que partiram daqui várias manifestações culturais.
São Paulo fragmentária, com sua paisagem recortada entre praças e prédios; com o ruído dos carros entrando pelas janelas dos apartamentos como se fosse o ruído longínquo do mar; com seus crepúsculos intensificados pela poluição; seus problemas de trânsito, miséria e violência convivendo com suas múltiplas ofertas de lazer e cultura; com seu crescimento indiscriminado, sem nenhum planejamento urbano; com suas belas alamedas arborizadas e avenidas de feiura infinita.


(Adaptado de: ANTUNES, Arnaldo. Alma paulista. Disponível em http://www.arnaldoantunes.com.br).

O verbo flexionado no plural que também estaria corretamente flexionado no singular, sem que nenhuma outra alteração fosse feita, encontra-se em:

a) Não é à toa que partiram daqui várias manifestações culturais...
b) Sempre me pareceram sem sentido as guerras...
c) São Paulo são muitas cidades em uma.
d) São Paulo não tem símbolos que dêem conta de...
e) ... onde as informações diversas se misturam...

FCC - METRÔ - SP - Administração de Empresas - 2014
Português / Verbos

Atenção: A questão de número refere-se ao texto seguinte.


Delicadezas colhidas com mão leve

Era sábado e estávamos os dois na redação vazia da revista. Esparramado na cadeira, Guilherme roía o que lhe restava das unhas, levantava-se, andava de um lado para outro, folheava um jornal velho, suspirava. Aí me veio com esta:
- Meu texto é melhor que eu.
A frase me fez rir, devolveu a alegria a meu amigo e poderia render uma discussão sobre quem era melhor, Guilherme Cunha Pinto ou o texto do Guilherme Cunha Pinto. Os que foram apenas leitores desse jornalista tão especial, morto já faz tempo, não teriam problema em escolher as matérias que ele assinava, que me enchiam de uma inveja benigna.
Inveja, por exemplo, da mão leve com que ele ia buscar e punha em palavras as coisas mais incorpóreas e delicadas. Não era com ele, definitivamente, a simplificação grosseira que o jornalismo tantas vezes se concede, com a desculpa dos espaços e horários curtos, e que acaba fazendo do mundo algo chapado, previsível, sem graça. Guilherme não aceitava ser um mero recolhedor de aspas, nas entrevistas, nem sair à rua para ajustar os fatos a uma pauta. Tinha a capacidade infelizmente rara de se deixar tocar pelas coisas e pessoas sobre as quais ia escrever, sem ideias prontas nem pé atrás. Pois gostava de coisas e de pessoas, e permitia que elas o surpreendessem. Olhava-as com amorosa curiosidade - donde os detalhes que faziam o singular encanto de suas matérias. O personagem mais batido se desdobrava em ângulos inéditos quando o repórter era ele. Com suavidade descia ao fundo da alma de seus entrevistados, sem jamais pendurá-los no pau de arara do jornalismo inquisitorial. Deu forma a textos memoráveis e produziu um título desde então citado e recitado nas redações paulistanas: “Picasso morreu, se é que Picasso morre”.


(Adaptado de: WERNECK Humberto. Esse inferno vai acabar. Porto Alegre: Arquipélago, 2001. p.45 e 46)

Atente para as seguintes afirmações:

I. A frase Meu texto é melhor que eu é precedida por visíveis sinais de inquietação de Guilherme Cunha Pinto, que sugerem os momentos de uma tensa autoanálise desse jornalista.
II. O autor do texto reconhece como uma das virtudes principais do colega a capacidade de dar forma verbal àquilo que parece definitivamente resistir à corporeidade da expressão.
III. A relevância do jornalista Guilherme Cunha Pinto destaca-se, sobretudo, na oposição a um jornalismo praticado com mão pesada e visão preconcebida das coisas.

Em relação ao texto está correto o que se afirma em

a) I, II e III.
b) I e II, apenas.
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.
e) II, apenas.

VUNESP - SAP - SP - Executivo Público - 2014
Português / Verbos

Leia o texto para responder à questão de número.

Se a mera promulgação de novas leis fosse capaz de transformar a realidade, o Brasil não seria o país que é. Embora óbvia, a constatação é frequentemente ignorada pelos legisladores.
O país assiste a uma verdadeira profusão de leis - muitas delas, a rigor, desnecessárias. São produzidas todos os dias pelos Legislativos federal, estadual e municipal, sem falar na imensa quantidade de atos normativos, decretos, portarias, circulares...
O problema não se restringe à confusão que esse emaranhado costuma provocar. Às novas leis correspondem novas obrigações para o poder público, que deve monitorar sua implementação, fiscalizar seu cumprimento e punir eventuais desvios.
Antes de promulgar leis, legisladores de países mais previdentes realizam estudos de impacto e testes de custo/benefício para avaliar os efeitos das normas. Não no Brasil, onde a regra é o voluntarismo.
O mais recente exemplo disso é o projeto de lei que regulamenta o peso a ser transportado por estudantes em suas mochilas - o texto foi aprovado pelo Senado e deve seguir para avaliação da Câmara.


(Folha de S.Paulo, 23.11.2013)

Em - Se a mera promulgação de novas leis fosse capaz de transformar a realidade, o Brasil não seria o país que é. -, caso a forma verbal em destaque seja substituída por for, o final do período assume a seguinte redação:

a) ... o Brasil não fora o país que é.
b) ... o Brasil não era o país que é.
c) ... o Brasil não será o país que é.
d) ... o Brasil não teria sido o país que é.
e) ... o Brasil não foi o país que é.

FCC - METRÔ - SP - Assistente Administrativo Júnior - 2014
Português / Verbos

Atenção: Leia o texto abaixo para responder à questão.

O criador da mais conhecida e celebrada canção sertaneja, Tristeza do Jeca (1918), não era, como se poderia esperar, um sofredor habitante do campo, mas o dentista, escrivão de polícia e dono de loja Angelino Oliveira. Gravada por “caipiras” e “sertanejos”, nos “bons tempos do cururu autêntico”, assim como nos “tempos modernos da música ‘americanizada’ dos rodeios”, Tristeza do Jeca é o grande exemplo da notável, embora pouco conhecida, fluidez que marca a transição entre os meios rural e urbano, pelo menos em termos de música brasileira.
Num tempo em que homem só cantava em tom maior e voz grave, o Jeca surge humilde e sem vergonha alguma da sua “falta de masculinidade”, choroso, melancólico, lamentando não poder voltar ao passado e, assim, “cada toada representa uma saudade”. O Jeca de Oliveira não se interessa pelo meio rural da miséria, das catástrofes naturais, mas pelo íntimo e sentimental, e foi nesse seu tom que a música, caipira ou sertaneja, ganhou forma.
“A canção popular conserva profunda nostalgia da roça. Moderna, sofisticada e citadina, essa música foi e é igualmente roceira, matuta, acanhada, rústica e sem trato com a área urbana, de tal forma que, em todas essas composições, haja sempre a voz exemplar do migrante, a qual se faz ouvir para registrar uma situação de desenraizamento, de dependência e falta”, analisa a cientista política Heloísa Starling.
Acrescenta o antropólogo Allan de Paula Oliveira: “foi entre 1902 e 1960 que a música sertaneja surgiu como um campo específico no interior da MPB. Mas, se num período inicial, até 1930, ‘sertanejo’ indicava indistintamente as músicas produzidas no interior do país, tendo como referência o Nordeste, a partir dos anos de 1930, "sertanejo" passou a significar o caipira do Centro-Sul. E, pouco mais tarde, de São Paulo. Assim, se Jararaca e Ratinho, ícones da passagem do sertanejo nordestino para o ‘caipira’, trabalhavam no Rio, as duplas dos anos 1940, como Tonico e Tinoco, trabalhariam em São Paulo”.


(Adaptado de: HAAG, Carlos. “Saudades do Jeca no século XXI”. In: Revista Fapesp, outubro de 2009, p. 80-5).

..."sertanejo" indicava indistintamente as músicas produzidas no interior do país... (último parágrafo) Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, a forma verbal resultante será:

a) vinham indicadas.
b) era indicado.
c) eram indicadas.
d) tinha indicado.
e) foi indicada.

FCC - ALE - PE - Consultoria Legislativa - Redação e Pronunciamento - 2014
Português / Verbos

Considerando desejável que a ideias similares deve corresponder forma verbal similar, em busca da clareza, deve ser evitada, no contexto em que está, a construção destacada em:

a) Anula-se a cláusula contratual que obriga o contratante a pagamento adicional ou a fornecer qualquer material escolar de uso coletivo.
b) Foi aprovado projeto que proíbe a venda em escolas públicas e privadas de bebidas com baixo valor nutricional, como o refrigerante, e de alimentos com alto teor de gordura e sódio, como os salgados.
c) É direito do profissional taxista empregado: aplicação, no que couber, da legislação que regula o direito trabalhista e da do regime geral da previdência social.
d) Fomenta e incentiva ações que promovam a recuperação florestal e a implantação de sistemas agroflorestais em áreas rurais desapropriadas e em áreas degradadas, nos casos que especifica.
e) Dispõe sobre a exploração direta e indireta pela União de portos e instalações portuárias e sobre as atividades desempenhadas pelos operadores portuários.

CESPE - TRT 10ª - Técnico Judiciário - Administrativa - 2013
Português / Verbos

Com o objetivo de apresentar boas práticas da
organização judicial e discutir os desafios e perspectivas do
Poder Judiciário no atual cenário de mudanças tecnológicas e
organizacionais, acontecerá o seminário Atualidade e Futuro
da Administração da Justiça, nos dias 11 e 12 de março de
2013, em Porto Alegre. O evento será organizado pelo
Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4) e pelo
Instituto Brasileiro de Administração do Sistema Judiciário.

O encontro terá a participação de ministros de
tribunais superiores, desembargadores, juízes, promotores,
advogados, delegados, diretores de tribunais e professores
universitários. Entre as palestras, painéis e mesas-redondas
estão programados temas a respeito de gestão, informatização,
correição virtual, paradigmas, meio ambiente, conciliação,
comunicação, todos eles relacionados à justiça.

Internet: (com adaptações).


Com base nas estruturas linguísticas do texto acima, julgue os itens que se seguem.

No segundo parágrafo, excetuada a última, todas as demais vírgulas têm a mesma justificativa de uso.

CESPE - TRT 10ª - Técnico Judiciário - Tecnologia da Informação - 2013
Português / Verbos

Com o objetivo de apresentar boas práticas da
organização judicial e discutir os desafios e perspectivas do
Poder Judiciário no atual cenário de mudanças tecnológicas e
organizacionais, acontecerá o seminário Atualidade e Futuro
da Administração da Justiça, nos dias 11 e 12 de março de
2013, em Porto Alegre. O evento será organizado pelo
Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4) e pelo
Instituto Brasileiro de Administração do Sistema Judiciário.

O encontro terá a participação de ministros de
tribunais superiores, desembargadores, juízes, promotores,
advogados, delegados, diretores de tribunais e professores
universitários. Entre as palestras, painéis e mesas-redondas
estão programados temas a respeito de gestão, informatização,
correição virtual, paradigmas, meio ambiente, conciliação,
comunicação, todos eles relacionados à justiça.

Internet: (com adaptações).


Com base nas estruturas linguísticas do texto acima, julgue os itens que se seguem.

A expressão "boas práticas" (L.1), por indicar juízo de valor, confere subjetividade ao texto, tornando-o pessoal e pouco objetivo.

CESPE - TJ - DFT - Técnico Judiciário - Administrativa - 2013
Português / Verbos

A transmissão segura de dados sigilosos, que é um
velho e importante problema, continua sendo uma questão
estratégica para qualquer sociedade moderna.
Para começar a abordá-la, vejamos de forma
simplificada como as transmissões de dados são feitas de forma
segura atualmente. Suponha-se que uma pessoa deseje fazer
uma compra por meio da Internet e pagá-la com o cartão de
crédito. Nesse caso, é necessário enviar os dados pessoais do
comprador e o número do cartão de crédito para a loja.
O problema é que, na transmissão, pode haver um espião
conectado à rede, interessado em bisbilhotar a comunicação
para obter os dados pessoais e, principalmente, o número do
cartão de crédito do comprador. Para evitar a espionagem, as
lojas virtuais utilizam a criptografia por meio de um método
conhecido como protocolo de chave pública.
O computador do internauta comprador irá utilizar
essa chave para codificar — ou encriptar, como se diz no
jargão da informática — as informações pessoais e o número
do cartão de crédito. Na prática, isso significa que esses dados
secretos são digitalizados — ou seja, codificados — e, em
seguida, é realizada uma operação lógica que envolve a chave
e os dados secretos. Essa operação lógica é equivalente a uma
operação matemática realizada na base binária.

A segurança de se usar a chave pública reside no fato
de que qualquer pessoa pode utilizar essa sequência de bits
para encriptar (codificar) os dados, mas apenas a loja virtual
que a gerou poderá decodificar (desencriptar) os dados. Para
realizar a decodificação, é necessário ter uma segunda
sequência de bits lógicos — a chamada chave privada — e
fazer uma nova operação binária, envolvendo os dados
encriptados e a chave privada. Esta última é chamada privada
porque só aquele que gerou a chave pública consegue produzir
também a chave privada.
Se um espião tentasse decifrar os dados encriptados
utilizando um computador moderno, ele levaria muitos anos,
mesmo que dispusesse do computador mais rápido hoje
existente. Por isso, esse é o sistema mais utilizado na
atualidade por lojas virtuais de Internet, bancos etc.

Paulo Henrique Souto Ribeiro. Criptografia quântica: os

desafios de gerar códigos invioláveis. In: Revista Ciência Hoje, vol. 47,

n.º 277, p. 27-8. Internet: (com adaptações).


Com relação às ideias do texto ao lado - de Paulo Henrique Souto Ribeiro - e às estruturas linguísticas nele empregadas, julgue os próximos itens.

O pronome “esse” (L.37) faz referência ao protocolo de chave pública, descrito no terceiro e quarto parágrafos do texto.

CESPE - TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações - Assistente - 2013
Português / Verbos

Os usuários de Internet no Brasil vêm utilizando a
Internet popular, que fornece velocidade de 1 megabaite por
R$ 35, como porta de entrada para o serviço, e rapidamente
migram para planos mais velozes. Pesquisas realizadas com
usuários mostram que, em junho de 2011, cerca de 25% dos
domicílios com Internet tinham Internet com velocidade acima
de 2 megabaites, enquanto, em junho de 2012, esse número
passou para 40% do total, o que representa um crescimento de
91%.
Lançado em maio de 2010, o Programa Nacional de
Banda Larga (PNBL) inclui várias ações e medidas que têm o
objetivo de aumentar a velocidade da Internet, diminuir o preço
do serviço e ampliar a competição e a área de cobertura com
redes terrestres em área de pouca oferta, como as áreas rurais
brasileiras e as regiões Norte e Nordeste.
A banda larga popular, que oferece velocidade de
1 megabaite a preços reduzidos, é apenas uma das ações do
PNBL. Ela prevê, ainda, a construção de cabos submarinos,
anel óptico ligando os países da América do Sul e satélite
geoestacionário, além da implantação de medidas regulatórias
e de desoneração para incentivar a construção de redes de fibra
ótica e a redução de preços de terminais de acesso, como
modems, smartphones, tablets, notebooks e computadores
pessoais.

Internet: (com adaptações).


Considerando os sentidos e as estruturas linguísticas do texto acima, julgue os itens de 15 a 17.

A retirada da vírgula empregada logo após o vocábulo "reduzidos" (L.17) promoveria incorreção gramatical ao texto.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.