Questões de Português de Ordenação textual

 /   /   /  Ordenação textual

Pesquise mais Questões de Português de Ordenação textual abaixo,

ESAF - DNIT - Técnico Administrativo - Administrativa - 2013
Português / Ordenação textual

Grandes metrópoles em diversos países já aderiram. E o Brasil já está falando sobre isso. O pedágio urbano divide opiniões e gera debates acalorados. Mas, afinal, o que é mais justo? O que fazer para desafogar a cidade de tantos carros? Prepare-se para o debate que está apenas começando. (Adaptado de Superinteressante, dezembro2012, p.34)


Marque N(não) para os argumentos contra o pedágio urbano; marque S(sim) para os argumentos a favor do pedágio urbano.
( ) A receita gerada pelo pedágio vai melhorar o transporte público e estender as ciclovias.
( ) Vai ser igual ao rodízio de veículos em algumas cidades, que não resolveu os problemas do trânsito.
( ) Se pegar no bolso do consumidor, então todo mundo vai ter que pensar bem antes de comprar um carro.
( ) A gente já paga garagem, gasolina, seguro, estacionamento, revisão....e agora mais o pedágio?
( ) Nós já pagamos impostos altos e o dinheiro não é investido no transporte público.
( ) Quer andar sozinho dentro do seu carro? Então pague pelo privilégio!
( ) O trânsito nas cidades que instituíram o pedágio urbano melhorou.

A ordem obtida é:

a) (S) (N) (N) (S) (S) (S) (N)
b) (S) (N) (S) (N) (N) (S) (S)
c) (N) (S) (S) (N) (S) (N) (S)
d) (S) (S) (N) (S) (N) (S) (N)
e) (N) (N) (S) (S) (N) (S) (N)

CESPE - IPAJM - ES - Técnico Superior - 2010
Português / Ordenação textual

Os cincos fragmentos a seguir pertencem ao mesmo texto, mas estão ordenados aleatoriamente.

I. O jornal Folha de S.Paulo revelou em março que, assim como a erradicação do analfabetismo, dois terços das metas do atual Plano Nacional de Educação, que abrange o período de 2001- 2010, não foram cumpridas.
II. Essa proposta, feita pelo Conselho Nacional de Educação, será ainda discutida em vários fóruns e receberá subsídios para a montagem do projeto a ser encaminhado ao Congresso.
III. A elevação dos investimentos em educação será outra prioridade que entrará no novo Plano Nacional de Educação.
IV. Essa informação teve como fonte um relatório feito por pesquisadores de universidades federais, segundo o qual apenas 33% das metas foram alcançadas.
V. A proposta para o novo Plano Nacional de Educação, que norteará a educação no país no período 2010-2020, deve prever a erradicação do analfabetismo até 2020, tarefa que o atual plano ficou longe de cumprir.

Considerando que a organização de um texto pressupõe a ordenação lógica e coerente de seus fragmentos, assinale a opção cuja sequência observa esse presuposto com relação aos fragmentos acima.

a) V II I IV e III.
b) I III IV V e II.
c) III II V IV e I.
d) IV III II I e V.
e) III IV II V e I.

ESAF - SUSEP - Analista Técnico - 2010
Português / Ordenação textual

O texto Raio X do mercado, de Luiz Alberto Marinho, publicado na RevistaGOL, novembro de 2009, p. 138, foi adaptado para compor os fragmentos abaixo.


Numere-os, de acordo com a ordem em que devem ser dispostos para formar um texto coeso e coerente.

( ) Outra tendência fala de “identidade e auto-estima”. Isso significa que essas pessoas estão mais conscientes da sua importância para a economia, mas não querem abrir mão de suas origens, história e características.
( ) Portanto, para vender para pessoas de todas classes sociais, será preciso antes afastar ideias preconcebidas e entender melhor quem são, o que querem e como compram os brasileiros.
( ) O instituto de pesquisa Data Popular, especializado na baixa renda, apresentou um conjunto de dez tendências que vão impactar os negócios na classe C.
( ) Uma terceira tendência explica o papel da beleza como fator de inclusão: afinal, estar bem-arrumado ajuda a diminuir as barreiras sociais.
( ) Entre elas, está o “consumo de inclusão”, que mostra que o mercado emergente desenvolveu um jeito diferente e inclusivo de comprar.

A sequência correta é

a) 1, 2, 5, 4, 3
b) 3, 5, 1, 4, 2
c) 3, 1, 2, 5, 4
d) 4, 2, 1, 5, 3
e) 4, 5, 2, 3, 1

ESAF - MTE - Auditor Fiscal do Trabalho - 2010
Português / Ordenação textual

Os trechos abaixo constituem um texto adaptado de Emir Sader, mas estão desordenados. Ordene-os de forma a comporem um texto coeso e coerente.

A seguir, assinale a opção correta.

( ) Ao efetuar a transformação, os homens transformam-se a si mesmos. É por meio do trabalho que os homens podem transformar, conscientemente, o mundo, humanizando.
( ) No entanto, se perguntados sobre o que mais gostariam de fazer, a maioria esmagadora das pessoas não citaria o trabalho, mas, dormir, comer, ter relações sexuais, ou seja, diriam preferiam fazer o que temos em comum com os outros animais.
( ) O homem se distingue dos outros animais por várias características, mas a fundamental é que o homem é um ser com capacidade para o trabalho.
( ) Deve-se considerar que a sociedade atual está regida pela alienação do trabalho. Entenda-se alienação com o sentido jurídico do termo: entregar a outro o que é nosso, o que faz que a maioria das pessoas se valha do trabalho não da forma criativa de transformar o mundo.
( ) Os outros animais apenas recolhem o que encontram na natureza - e mesmo a abelha e a formiga, que trabalham, o fazem mecanicamente -, ao passo que os homens transformam o meio em que vivem.

a) 2, 3, 5, 1, 4
b) 3, 4, 2, 5, 1
c) 1, 2, 5, 4, 3
d) 4, 5, 2, 1, 3
e) 3, 4, 1, 5, 2

ESAF - MPOG - Analista de Planejamento e Orçamento - 2010
Português / Ordenação textual

Numere em que ordem os trechos abaixo, adaptados do ensaio Lula e o mistério do desenvolvimento, de Maílson da Nóbrega

( publicado em VEJA, de 26 de agosto, 2009 ), dão continuidade à oração inicial, numerada como ( 1 ), de modo a formar um parágrafo coeso e coerente.

(1) Mudanças culturais estão na origem do sucesso dos atuais países ricos.
( ) De fato, as lutas mortais dos gladiadores, entre si e com as feras, divertiam os romanos; execuções públicas eram populares na Inglaterra até o século XVIII.
( ) Por isso, a alfabetização disseminada e habilidades aritméticas, antes irrelevantes, adquiriram importância para a Revolução Industrial.
( ) Esses instintos foram substituídos por hábitos fundamentais para o desenvolvimento: trabalho, racionalidade e valorização da educação.
( ) Elas os fizeram abandonar instintos primitivos de violência, impaciência e preguiça.
( ) Como consequência dessas mudanças, a classe média cresceu; valores como poupança, negociação e disposição para o trabalho se firmaram nas sociedades bem-sucedidas.

A sequência obtida é

a) (1) (2) (4) (5) (6) (2)
b) (1) (3) (2) (6) (4) (6)
c) (1) (4) (2) (6) (5) (3)
d) (1) (3) (5) (4) (2) (6)
e) (1) (2) (6) (4) (3) (5)

ESAF - Receita Federal - Auditor Fiscal - Prova 1 - 2009
Português / Ordenação textual

Os trechos abaixo constituem um texto adaptado do Editorial de O Globo, de 24/8/2009, mas estão desordenados. Ordene-os nos parênteses e indique a opção que corresponde à sequência correta.

( ) Até mesmo em países com regras rígidas ( França e Alemanha, por exemplo ), sindicatos perceberam a gravidade desse momento e aceitaram negociar reduções temporárias de jornada de trabalho com respectiva diminuição de salários e benefícios, em contrapartida à manutenção de empregos.
( ) A recente crise econômica mundial - que por pouco não empurrou o planeta para uma depressão tão terrível como a de 1929-1934 - mostrou, na prática, a importância de se ter fl exibilidade nos contratos de trabalho.
( ) Diante de tal experiência, a insistência em se discutir uma redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais (sem alteração de salários) parece esdrúxula. Mudar uma das bases das regras contratuais em meio a uma conjuntura ainda nebulosa representa enorme risco para os trabalhadores.
( ) Dessa forma, o impacto da crise sobre o mercado de trabalho, especialmente no Brasil, não chegou a ter a dimensão trágica que a crise certamente causaria em outra situação, de mais rigidez nas regras contratuais.
e) isso sem dúvida contribuiu para abreviar o período recessivo.
( ) No Brasil ocorreu algo semelhante àqueles países. A indústria demitiu, mas, em alguns setores ( mineração, siderurgia, bens de consumo duráveis ), o quadro teria sido pior não fosse a possibilidade de se recorrer a férias coletivas, licenças parcialmente remuneradas, banco de horas etc.

a) 1,2,4,3,5
b) 2,1,5,4,3
c) 4,1,3,5,2
d) 3,4,1,2,5
e) 5,3,2,1,4

FCC - TRE - PI - Técnico Judiciário - Administrativa - 2009
Português / Ordenação textual

Verdes, bonitas e de aparência inofensiva, as plantas
também podem ser ecologicamente incorretas – as chamadas
"invasoras", por exemplo, representam a segunda maior causa
de destruição da biodiversidade do planeta, perdendo apenas
para o desmatamento. Só para se ter parâmetro de sua agressividade,
segundo os especialistas, elas são mais predadoras
do que o aquecimento global. Trata-se de espécies exóticas
trazidas de outros países que, plantadas em um novo habitat,
passam a destruir a flora e a fauna nativas. Livres de "adversários",
elas vão se alastrando até virarem praga. Mas quem
poderia desconfiar de uma jaqueira, de uma amendoeira ou de
um bambuzal? Plantas invasoras como essas estão agora
chamando a atenção do governo federal e de secretarias do
meio ambiente de todo o país.
Crescem as constatações de que ameaçam a flora
causando, juntamente com outros animais, um prejuízo anual
superior a R$ 100 milhões. Para atacar o problema, o Ministério
do Meio Ambiente está elaborando uma estratégia para combatê-
las, que deve ser colocada em prática no próximo ano.
Uma lista preliminar já tachou 542 seres vivos de "exóticos e
invasores" no Brasil, e cerca de 100 deles são plantas. O
Ministério também lançará um livro que reúna dados sobre
espécies invasoras marinhas. Depois virão outros volumes,
mostrando as vilãs dos rios, do meio terrestre, do sistema de
produção agrícola e da saúde humana isso se dá no momento

em que diversos Estados também se ocupam do problema.
Quando se comemorou o Dia da Mata Atlântica (27 de
maio), a Secretaria de Estado do Ambiente do Rio recebeu de
pesquisadores um rol de 226 espécies invasoras da flora local.
"Queremos que sirva como critério para barrar sua entrada e o
seu plantio", diz a Superintendente de Biodiversidade da secretaria.
Entre as principais ameaças identificadas está a jaqueira –
que, ao contrário do que muitos julgam, não é um exemplar
original. Trazida da Ásia durante a colonização, foi proliferando
aos poucos e hoje ocupa o lugar de espécies nativas nos
parques e reservas do Rio, como a floresta da Tijuca.
Segundo especialistas, o homem, desavisado do estrago
que pode provocar no ambiente, acaba sendo responsável pela
introdução de boa parte das espécies invasoras. Uma forma de
disseminação é o uso dessas árvores exóticas no paisagismo
urbano – tradição brasileira que começou com a corte portuguesa,
foi alterada na década de 1920 por paisagistas como
Burle Max (que preferiam as exóticas tropicais), mas que agora
começa a ser revista.


(Adaptado de Maíra Magro. Revista Istoé, 24 de junho de 2009, p. 100-101)


A maria-sem-vergonha, usada como ornamento, veio da África.

A maria-sem-vergonha é também conhecida como beijo. Ela tem rápida propagação em áreas de sombra e em ambientes úmidos.
A maria-sem-vergonha desloca plantas nativas.

As frases acima se organizam em um único período com clareza, correção e lógica em:

a) Também conhecida como beijo, a maria-sem-vergonha veio da África para ser usada como ornamento, mas desloca plantas nativas por sua rápida propagação em áreas de sombra e em ambientes úmidos.
b) A maria-sem-vergonha, que desloca plantas nativas usada como ornamento, veio da África, também conhecida como beijo, além de se propagar rapidamente em áreas de sombra e em ambientes úmidos.
c) A maria-sem-vergonha, usada como ornamento, veio da África também conhecida como beijo, se propagando rapidamente em áreas de sombra e em ambientes úmidos, ainda com deslocamento das plantas nativas.
d) Ela, que é a maria-sem-vergonha, vindo da África, e também conhecida como beijo, vai se propagando rapidamente em áreas de sombra e em ambientes úmidos, e assim a maria-sem-vergonha desloca plantas nativas, usada como ornamento.
e) Conquanto é usada como ornamento, veio da África a maria-sem-vergonha que é também conhecida como beijo, se propagando rapidamente em áreas de sombra e em ambientes úmidos e desloca plantas nativas.

FEPESE - Pref- de Palhoça - Administrativo - 2009
Português / Ordenação textual

O pijama de seda e de listras que o presidente Getúlio
Vargas usava quando se suicidou, há 55 anos, voltará
a ser exibido no Museu da República, instalado no
mesmo Palácio do Catete em que se deu o fato.

Pijamas, com toda a singeleza de peça doméstica, de

uso na hora desprevenida em que se vai para a cama,
podem fazer história. O de Getúlio protagoniza um

caso extremo, mas há outros. Ainda recentemente,
tivemos, no episódio da deposição do presidente de

Honduras, Manuel Zelaya, o detalhe capital de que ele
foi retirado do palácio ainda de pijama, assim arrastado
até o aeroporto e assim depositado na vizinha
Costa Rica. Não foi a primeira vez que isso ocorreu, na
crônica dos golpes na América Latina. No Peru, em
1968, o presidente Belaúnde Terry também foi arrancado
do palácio de pijama pelos golpistas do general
Velasco Alvarado e assim conduzido ao exílio.

De pijama! O detalhe potencializa a feição selvagem

de que se reveste o golpe, traiçoeira como emboscada.
As vítimas são surpreendidas durante a noite, na
hora sagrada do repouso e do silêncio. Se fosse só por
isso já seria grave, mas a particularidade de não lhes
darem tempo de trocar de roupa acrescenta à traição
a vontade de humilhar. A intenção é exibi-las na fragilidade
da roupa íntima, só a um grau de distância da
cueca, e a dois graus da nudez.

POMPEU DE TOLEDO, Roberto. O poder do pijama. VEJA, São Paulo, ed. 2127, ano 42, n. 34, p. 142, 26 ago. 2009. [Adaptado]

Numere de 1 a 3 - na ordem cronológica em que ocorreram - os fatos históricos referidos no texto 2.

( ) exílio de Belaúnde Terry (Peru)
( ) deportação de Manuel Zelaya (Honduras)
( ) suicídio de Getúlio Vargas (Brasil)

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.

a) 1
b) 1
c) 2
d) 2
e) 3 - 2

ESAF - MPOG - Especialista em Políticas Públicas e Gestão Govern - 2009
Português / Ordenação textual

Os trechos abaixo constituem um texto adaptado do Editorial de O Globo, publicado dia 28/06/2009, e estão desordenados. Ordene-os nos parênteses e indique a resposta correspondente à ordenação do texto de forma coesa, coerente e gramaticalmente correta.

( ) Diante desse fato, para que realmente as autoridades consigam influenciar as expectativas dos agentes econômicos quanto ao comportamento futuro dos preços, as metas precisam ser factíveis e os instrumentos de política monetária (especialmente os juros básicos) devem estar direcionados para o seu alcance.
( ) Conclui-se que o ajuste pelo qual a economia brasileira teve de passar para assegurar a estabilidade da moeda exigiu uma política de juros altos, o que, por sua vez, impediu o estabelecimento de metas mais ousadas para a inflação.
( ) Mas tal equilíbrio depende de muitas condições prévias sobre as quais a política monetária nem sempre tem ingerência.
( ) O regime de metas de inflação busca, como um dos seus objetivos, influenciar as expectativas dos agentes econômicos de modo a facilitar a difícil tarefa das autoridades monetárias de manter diferentes variáveis econômicas em relativo equilíbrio.
( ) Sendo assim, a área de ação do Banco Central acaba se restringindo ao controle do crédito, tendo como um dos principais instrumentos a fixação dos juros básicos - o que somente é possível devido à correlação entre essas taxas e a remuneração dos títulos públicos federais, que se reflete sobre os rendimentos dos demais papéis e ativos financeiros.

a) 2-4
b) 3-1
c) 5-3
d) 4-5
e) 1-2-4-3

CESPE - SEPLAG - DF - Assistente de Educação - Monitor - 2009
Português / Ordenação textual

Os trechos nos itens a seguir, na ordem em que se encontram, constituem um texto adaptado de Internet: . Julgue-os quanto à correção gramatical.

Muitos professores afirmam que não utilizam o computador nas aulas porque os alunos ficam dispersos ou se vale da famosa prática do "copia e cola".

Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.