Questões de Finanças Públicas de Efeitos dos impostos

 /   /   /  Efeitos dos impostos

Pesquise mais Questões de Finanças Públicas de Efeitos dos impostos abaixo,

ESAF - SEFAZ-CE - Analista Analista Contábil-Financeiro - 2007
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Quando uma sociedade está de acordo em que o governo deve desempenhar determinadas funções públicas, é preciso levantar recursos públicos para pagá-las. Isso é feito por meio de tributação de serviços e bens finais, fatores de produção e outras atividades. Assinale a única opção falsa no que tange a efeitos do excesso de cobrança de impostos.

a) Os impostos neutros quanto à alocação de renda são atraentes para o governo.
b) O formato de corcova da curva de Laffer indica que a alíquota de imposto provoca tanta distorção na economia que, além de um determinado ponto (ponto de receita tributária máxim
a) , a renda tributável declina mais depressa do que a alíquota de impostos diminui.
c) Quando o imposto de renda atinge níveis muito elevados, os aumentos da alíquota levam à diminuição das receitas com impostos.
d) A curva de Laffer não é levada muito a sério para propósitos de política, já que a localização de seu ponto máximo é desconhecida.
e) Os impostos neutros quanto à alocação de renda não afetam o comportamento econômico.

FCC - SEFAZ-SP - Agente Fiscal de Rendas - 2006
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Com relação à incidência de um imposto sobre vendas de um bem X num mercado em concorrência perfeita, é correto afirmar que

a) as elasticidades-preço da oferta e da demanda do bem no mercado não determinam o ônus do contribuinte de fato.
b) o imposto desloca a curva de demanda para baixo em montante maior ao do imposto.
c) um imposto com alíquotas variáveis, em princípio, atende melhor ao princípio da neutralidade do que um imposto com alíquotas fixas.
d) o imposto é regressivo, porque tende a onerar mais fortemente os consumidores mais ricos.
e) o ônus do imposto recai mais fortemente sobre os vendedores ou consumidores dependendo do valor das respectivas elasticidades-preço.

FCC - SEFAZ-SP - Agente Fiscal de Rendas - 2006
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Numa determinada economia, um imposto sobre o valor adicionado, não-cumulativo e do tipo multiestágio, tem uma alíquota fixa de 20% e é cobrado "por fora". Há um setor dessa economia que produz um bem que passa por quatro etapas produtivas até atingir o consumidor final, sendo que a primeira etapa é constituída por uma firma totalmente integrada verticalmente. Supondo-se que o preço cobrado por essa empresa é 100 e que as outras três empresas na cadeia produtiva acrescentam 100% ao valor do insumo recebido para formar seu preço, o governo desse país arrecadará, por unidade vendida do bem,

a) b) 180
c) 220
d) 250
e) 300

FCC - SEFAZ-SP - Agente Fiscal de Rendas - 2006
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Um imposto é considerado progressivo quando a elasticidade- renda de sua arrecadação é

a) negativa.
b) igual a zero.
c) igual a um.
d) maior que um.
e) infinita.

ESAF - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal - Tributação e A - 2005
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Com relação à incidência tributária de um imposto, assinale a única opção incorreta.

a) O peso morto é uma forma de ineficiência econômica que deve ser levada em consideração quando políticas são elaboradas e implementadas.
b) A incidência de um imposto ou de um subsídio é, normalmente, compartilhada por produtores e consumidores, sendo que a fração que cada um acabará pagando, dependerá das elasticidades da oferta e da demanda.
c) A intervenção governamental resulta, geralmente, em um peso morto.
d) Se o governo impõe um imposto sobre vendas de determinada mercadoria, esse imposto terá por efeito deslocar a curva de demanda dessa mercadoria para cima.
e) Quando o governo cria um imposto ou subsídio, o preço geralmente não reflete elevação ou queda igual ao valor total do imposto ou subsídio.

ESAF - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal - TI - 2005
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Os mecanismos da tributação afetam grande parte do sistema econômico. Com relação à teoria da tributação, identifique a afirmativa correta.

a) Os efeitos da aplicação do imposto unitário podem afetar apenas o consumidor.
b) Uma curva de oferta perfeitamente elástica implicará no repasse parcial do ônus tributário aos consumidores via aumento de preços.
c) Um imposto muito elevado resulta em um peso morto também muito elevado, mas a arrecadação do governo é pequena, pois o imposto reduz sensivelmente o tamanho do mercado.
d) Em um mercado monopolista, o imposto ad-valorem propicia uma arrecadação de tributos menor do que aquela oriunda do imposto unitário.
e) A aplicação dos impostos diretos, que admitem repasse, afeta a disposição de oferta dos proprietários de trabalho e capital, na medida em que a incidência tributária valoriza o trabalho e a poupança e desvaloriza o consumo.

FCC - IPEA - Técnico de Desenvolvimento e Administração - 2004
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Quando um governo decide criar um tributo novo ou elevar a alíquota de um tributo já existente, os agentes públicos precisam conhecer seus efeitos sobre os preços dos produtos afetados. Supondo a existência de mercados competitivos, o nível de repasse do ônus tributário do produtor para os preços e, portanto, para os consumidores, dependerá da elasticidade das curvas de demanda e oferta dos produtos. Considere as afirmações abaixo.
I. Quanto maior a elasticidade da curva de demanda e menor a elasticidade da curva de oferta de um produto em relação à variação de preços, menor poderá ser o repasse do ônus tributário aos consumidores.
II. Quanto menor a elasticidade da curva de demanda e maior a elasticidade da curva de oferta de um produto em relação à variação de preços, menor poderá ser o repasse do ônus tributário aos consumidores.
III. Quanto menor a elasticidade da curva de demanda e maior a elasticidade da curva de oferta de um produto em relação à variação de preços, maior poderá ser o repasse do ônus tributário aos consumidores.
IV. Quando as curvas de demanda e de oferta são inelásticas em relação à variação de preços, não há repasse do ônus tributário aos consumidores.
V. Quanto maior a elasticidade da curva de demanda e menor a elasticidade da curva de oferta de um produto em relação à variação de preços, maior poderá ser o repasse do ônus tributário aos consumidores. Está correto o que se afirma SOMENTE em

a) I.
b) III.
c) IV.
d) I e III.
e) II e V.

ESAF - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal - 2003
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Aponte a única opção incorreta no que diz respeito a impostos, déficit público e seus impactos.

a) As despesas do governo e os impostos afetam o mercado de capitais.
b) Aumentos nos impostos reduzem a renda disponível.
c) O déficit público reduz a poupança nacional, provocando alta das taxas de juros reais.
d) Quando o governo gasta mais do que arrecada, precisa obter empréstimos para financiar seu déficit.
e) O déficit público provoca um aumento do investimento privado.

ESAF - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal - 2003
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

Com base na imposição de um imposto, assinale a única opção falsa.

a) Quando um imposto é aplicado num mercado, há dois preços de interesse: o que o demandante paga e o que o ofertante recebe.
b) O imposto sobre a quantidade é uma taxa cobrada por cada unidade vendida ou comprada do bem.
c) O imposto sobre o valor é uma taxa expressa em unidades percentuais.
d) A parte de um imposto que é repassada aos consumidores independe das inclinações relativas das curvas de oferta e demanda.
e) A produção perdida é o custo social do imposto.

ESAF - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal - 2003
Finanças Públicas / Efeitos dos impostos

A forma como são estruturados os sistemas tributários determina o impacto dos impostos tanto sobre o nível de renda como sobre a organização econômica. Quanto ao aspecto de afetar a distribuição de renda, não se pode afirmar que:

a) os impostos indiretos aumentam a desigualdade na distribuição do produto nacional.
b) a implantação de um sistema tributário em que todos pagam 7% de sua renda como imposto caracteriza um sistema proporcional.
c) os impostos diretos, tais como o ICMS e o IPI, que não incidem sobre a renda, mas sobre o preço das mercadorias, são impostos regressivos.
d) com impostos regressivos, os segmentos sociais de menor poder aquisitivo são os mais onerados.
e) a estrutura tributária, baseada em impostos progressivos, onera proporcionalmente mais os segmentos da sociedade de maior poder aquisitivo.

Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.