Questões de Auditoria de Relatório do Auditor Independente

 /   /   /  Relatório do Auditor Independente

Pesquise mais Questões de Auditoria de Relatório do Auditor Independente abaixo,

FBC - CFC - Bacharel em Ciências Contábeis - 2014
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

De acordo com a NBC TA 705 - Modificações na Opinião do Auditor Independente, o auditor deve emitir uma Opinião Adversa quando:

a) ele não consegue obter evidência apropriada e suficiente de auditoria para suportar sua opinião, mas ele conclui que os possíveis efeitos de distorções não detectadas, se houver, sobre as demonstrações contábeis poderiam ser relevantes, mas não generalizados.
b) em circunstâncias extremamente raras, envolvendo diversas incertezas, conclui que, independentemente de ter obtido evidência de auditoria apropriada e suficiente sobre cada uma das incertezas, não é possível expressar uma opinião sobre as demonstrações contábeis devido à possível interação das incertezas e seu possível efeito cumulativo sobre essas demonstrações contábeis.
c) não consegue obter evidência de auditoria apropriada e suficiente para suportar sua opinião e ele conclui que os possíveis efeitos de distorções não detectadas, se houver, sobre as demonstrações contábeis poderiam ser relevantes e generalizadas.
d) tendo obtido evidência de auditoria apropriada e suficiente, conclui que as distorções, individualmente ou em conjunto, são relevantes e generalizadas para as demonstrações contábeis.

FBC - CFC - Exame Suficiência - Bacharéis em Ciências Contábei - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

O Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras de uma empresa apresentou o seguinte parágrafo:

Conforme descrito na nota explicativa 2.1, as demonstrações financeiras individuais foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. No caso da Empresa, essas práticas diferem das IFRS, aplicáveis às demonstrações financeiras separadas, somente no que se refere à avaliação dos investimentos em controladas e associadas pelo método de equivalência patrimonial, enquanto que para fins de IFRS seria custo ou valor justo. Nossa opinião não está ressalvada em função desse assunto.

O texto apresentado pode ser identificado, de acordo com as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas à Auditoria, como parágrafo de:

a) Ênfase.
b) Opinião com ressalva.
c) Opinião.
d) Outros assuntos.

VUNESP - SEFAZ - SP - Analista em Planejamento Orçamento e Finanças Públ - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

O documento mediante o qual o auditor independente expressa sua opinião, de forma clara e objetiva, sobre as demonstrações contábeis quanto ao adequado atendimento, ou não, em todos os aspectos relevantes relacionados às práticas e princípios contábeis brasileiros, entre outros aspectos, é o parecer de auditoria ou relatório dos auditores. Portanto, a expressão "as demonstrações contábeis não refletem a situação patrimonial e financeira da companhia em determinada data" significa que o parecer será classificado como um parecer

a) adverso.
b) com abstenção.
c) com negativa de opinião.
d) sem ressalva.
e) com ressalva.

FCC - TRT 12ª - Analista Judiciário - Contabilidade - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

Quando o auditor encontra evidência relevante, mas não generalizada, deve emitir uma opinião

a) adversa.
b) com abstenção.
c) inconclusiva.
d) com ressalva.
e) relativizada.

CFC - CFC - CNAI - Qualificação Técnica Geral - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

A Deliberação CVM n.º 676/12 trata da apresentação do conjunto completo das demonstrações contábeis. A Companhia ABC, de capital aberto, preparou e divulgou a demonstração do valor adicionado - DVA. Neste caso, como o auditor independente deve tratar em seu relatório a opinião sobre a DVA?

a) Inserir no primeiro parágrafo do relatório do auditor.
b) Não modificar o relatório tendo em vista que a DVA não faz parte do conjunto completo das demonstrações contábeis.
c) Inserir parágrafo sobre a DVA em outros assuntos.
d) Inserir parágrafo de ênfase sobre a DVA.

FCC - DPE - SP - Agente de Defensoria Pública - Contador - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

Com relação aos tipos de Parecer de Auditoria, considere:

I. Na impossibilidade de manifestar-se sobre os conjuntos das demonstrações financeiras examinadas, nada impede que o Auditor emita seu parecer apenas sobre uma parte delas, desde que sobre essa parte tenha ele obtido as comprovações necessárias.
II. Quando o Auditor não obtém comprovação suficiente para fundamentar seu parecer sobre as demonstrações financeiras em conjunto, deve ele declarar expressamente que está impossibilitado de emitir parecer sobre essas demonstrações.
III. Quando o Auditor verificar efeitos que, no seu julgamento, comprometem substancialmente as demonstrações financeiras por ele examinadas, deve declarar expressamente que as referidas demonstrações não representam, adequadamente e em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira ou os resultados das operações da entidade.

Os trechos I, II e III, respectivamente, referem-se a pareceres

a) com negativa de opinião, com ressalva e adverso.
b) com ressalva, com negativa de opinião e adverso.
c) adverso, parcial e com ressalva.
d) parcial, com negativa de opinião e adverso.
e) adverso, com negativa de opinião e com ressalva.

FGV - Assembléia Legislativa-MA - Consultor Legislativo Especial - Orçamento Público - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

O tipo de parecer de auditoria que se refere à opinião do auditor sobre os valores apresentados pelas demonstrações contábeis auditadas e que expressa um procedimento de classificação de recebíveis, não refletiu com precisão, de acordo com os princípios de contabilidade, a posição patrimonial, mas não representa um erro significativo a ponto de distorcer os valores dos resultados apresentados.
Esse tipo de parecer é denominado

a) adverso.
b) negativa de opinião.
c) abstenção de opinião.
d) com ressalva.
e) sem ressalva.

CFC - CFC - CNAI - Qualificação Técnica Geral - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

Na auditoria da Companhia Alfa, a equipe identificou que as vendas dos meses de agosto até novembro do produto X foram indevidamente contabilizadas na conta analítica de vendas do produto Y. Esse fato, de valor relevante em relação ao total de vendas, foi comunicado à administração e aos responsáveis pela governança, uma vez que a Companhia XYZ é uma companhia fechada e não divulga informações por segmento. Considerando a situação acima, assinale a opção que apresenta o tipo de relatório de auditoria que deve ser emitido nas circunstâncias, sabendo-se que o auditor propôs que a regularização acima mencionada seja efetuada nas contas analíticas.

a) Relatório com opinião não modificada.
b) Relatório com opinião modificada com abstenção.
c) Relatório com opinião modificada adversa.
d) Relatório com opinião modificada com ressalva.

CFC - CFC - CNAI - Qualificação Técnica Geral - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

Na auditoria da Empresa Beta, você identificou uma série de transações de valores relevantes com partes relacionadas. A Administração da Empresa Beta identificou e divulgou em notas explicativas todas as vendas de produtos, realizadas com preços e condições usuais de mercado, que geraram lucro, mas decidiu não divulgar as vendas de imóveis a partes relacionadas, pois foram efetuadas pelo valor contábil. Como o resultado foi nulo, a administração considerou as transações não relevantes.
Considerando a situação acima, assinale a alternativa que corresponde à decisão a ser tomada pelo auditor independente na emissão do seu relatório.

a) Deve concordar com a administração e emitir relatório com opinião não modificada.
b) Deverá emitir um relatório com opinião modificada adversa.
c) Deverá emitir relatório com opinião modificada com ressalva.
d) Deverá abster-se de emitir opinião.

CFC - CFC - CNAI - Qualificação Técnica Geral - 2013
Auditoria / Relatório do Auditor Independente

Na auditoria da Empresa Gama, você identificou que a empresa vem atravessando sérias dificuldades financeiras e que a possibilidade de continuar operando depende de uma série de eventos. A diretoria da Gama entende que uma ressalva no relatório do auditor seria um "atestado de óbito" e, dessa forma, elaborou nota explicativa detalhando a situação, incluindo o plano para se manter em operação, que pode ser factível, desde que a empresa obtenha sucesso nas medidas que vem adotando. Como sócio responsável técnico pelo trabalho você está preparando a minuta do relatório para ser discutida com o sócio de controle de qualidade (revisor independente) em conformidade com as normas NBC TA 570, 705 e 706. Qual o tipo de relatório que deve ser emitido?

a) Com opinião não modificada, incluindo parágrafo de ênfase.
b) Com opinião modificada com ressalva, incluindo parágrafo de ênfase.
c) Com opinião não modificada, considerando adequada a divulgação pela administração.
d) Com opinião modificada adversa.



Seja aprovado em 1 ano Conheça o método para ser aprovado em Concurso Público

Estude Grátis é uma simples e poderosa ferramenta que lhe ajudará a passar nos melhores Concursos Públicos. São milhares de Questões de Concurso para você filtrar e estudar somente aqueles temas que estão especificados em seu Edital.