Questões de Ação Civil

Pesquise mais Questões de Ação Civil abaixo,

Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2014, Banca: FCC, Concurso: TJAP/AP, Cargo: Juiz de Direito Substituto

Acerca da ação civil ex delicto, é correto afirmar:

  • A. Transitada em julgado a sentença condenatória, a execução poderá ser efetuada pelo valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração, considerando os prejuízos sofridos pelo ofendido, fixado pelo Juiz na decisão condenatória, sem prejuízo da liquidação para a apuração do dano efetivamente sofrido.
  • B. O ofendido poderá optar por promover a execução, para o efeito da reparação do dano, no juízo cível ou criminal.
  • C. A execução da sentença penal condenatória, para efeito da reparação do dano, é ato personalíssimo do ofendido e não se estende aos seus herdeiros.
  • D. A ação para ressarcimento do dano não poderá ser proposta no juízo cível contra o autor do crime e o responsável civil enquanto pendente ação penal para apuração dos mesmos fatos.
  • E. De acordo com o Código de Processo Penal, a decisão que julga extinta a punibilidade é causa impeditiva da propositura da ação civil.
Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2012, Banca: CESPE, Concurso: MPE/PI, Cargo: Analista Ministerial

Ainda com relação ao direito processual penal, julgue os itens subsequentes.

Nas questões prejudiciais heterogêneas obrigatórias, o Ministério Público está legitimado a ajuizar a ação civil para solucionar a controvérsia da qual dependa o reconhecimento da existência de crime, se a infração penal apurada for ação pública, de modo a ensejar o rápido deslinde da questão. Durante a tramitação da ação cível, não fluirá o prazo prescricional, ficando suspenso o processo até o fim desta.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2012, Banca: CESPE, Concurso: TJAC/AC, Cargo: Técnico Judiciário

Julgue os itens subsequentes, relativos ao inquérito policial, à ação penal, à ação civil e à competência.

Considere que Januário, empregado da padaria Pão & Saúde, ao dirigir veículo da empresa para a entrega de encomendas, no horário regular de trabalho, tenha atropelado Fátima e que esta tenha falecido em decorrência do acidente. Considere, ainda, que Januário tenha sido condenado, por sentença judicial transitada em julgado, pela prática de homicídio culposo. Nessa situação, a ação civil ex delicto, de natureza executória, poderá ser movida em face de Januário ou da empresa empregadora, responsável civil por ato de seu preposto.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2012, Banca: FUNCAB, Concurso: Prefeitura de Valença - RJ, Cargo: Consultor Jurídico

Aação civil pública:

  • A.

    é espécie de ação coletiva passiva.

  • B.

    não pode ser ajuizada pela Defensoria Pública.

  • C.

    pode ser ajuizada por empresa pública.

  • D.

    permite habilitação do Poder Público como litisconsorte do autor, jamais do réu.

  • E.

    não admite efeito suspensivo aos recursos contra decisões proferidasemseu procedimento.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2011, Banca: CESPE, Concurso: Polícia Civil - ES, Cargo: Delegado de Polícia

Em cada um dos itens seguintes, é apresentada uma situação hipotética a respeito da aplicação do direito processual penal, seguida de uma assertiva a ser julgada.

Rose recebeu sentença penal condenatória transitada em julgado pela prática do crime de roubo qualificado pelo uso de arma de fogo. Nessa situação, considerando que Lina tenha sido a única vítima do delito, a correspondente ação civil ex delicto somente poderá ser promovida pela ofendida.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2010, Banca: FCC, Concurso: Assembléia Legislativa - SP, Cargo: Procurador

Na ação civil pública,

  • A.

    considera-se legitimada para a sua propositura a associação que esteja constituída há mais de 180 dias.

  • B.

    são devidos, em caso de improcedência, honorários advocatícios pela associação autora, independentemente de prova de má-fé.

  • C.

    o Ministério Público, se não intervier no processo como parte, atuará obrigatoriamente como fiscal da lei.

  • D.

    no caso de desistência infundada por parte de associação legitimada, a titularidade ativa não poderá ser assumida por outra associação legitimada.

  • E.

    não se admitirá litisconsórcio entre os Ministérios Públicos da União, do Distrito Federal e dos Estados.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2010, Banca: FUNCAB, Concurso: DER/RO, Cargo: Procurador

Sobre a ação civil pública, assinale a alternativa correta.

  • A.

    A legitimidade ativa para a ação civil pública cabe, também, a qualquer cidadão no pleno gozo de seus direitos políticos.

  • B.

    A ação civil pública não pode ter como objeto a condenação em dinheiro, apenas o cumprimento da obrigação de fazer ou não fazer.

  • C.

    A ação civil pública não é cabível para a tutela de direitos transindividuais, mas apenas para a tutela de direitos difusos e coletivos.

  • D.

    A sentença de improcedência por ausência de prova na ação civil pública não faz coisa julgada erga omnes.

  • E.

    A Defensoria Pública, por não ser pessoa mas sim órgão da administração pública, não pode ajuizar ação civil pública.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2010, Banca: FCC, Concurso: MPE/SE, Cargo: Analista do Ministério Público

Na ação civil pública "001", ocorreu desistência infundada por parte da associação legitimada que a propôs. Na ação civil pública "002", a associação legitimada que a propôs abandonou a ação. Em tal situação, o Ministério Público

  • A.

    ou outro legitimado assumirá a titularidade ativa em ambos os casos.

  • B.

    só poderá assumir a titularidade ativa no caso de desistência infundada por parte da associação legitimada que a propôs.

  • C.

    não poderá assumir a titularidade ativa em nenhuma das situações, posto que nessas ações atua como fiscal da lei.

  • D.

    só poderá assumir a titularidade ativa no caso de abandono da ação por parte da associação legitimada que a propôs.

  • E.

    só poderá assumir a titularidade ativa da ação no caso de abandono da ação por parte da associação legitimada e dos demais legitimados que atuarem em substituição processual desta.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2010, Banca: FCC, Concurso: TJMS/MS, Cargo: Juíz Estadual (Juíz Substituto)

Inquérito civil prévio à ação civil pública.

  • A.

    O Ministério Público poderá instaurá-lo, sob presidência do juiz certo para a causa.

  • B.

    O Ministério Público poderá instaurá-lo, sob sua presidência, mas a requisição a órgãos públicos ou particulares de quaisquer certidões, informações, exames ou perícias deverá ser realizada judicialmente.

  • C.

    Cabe ao Ministério Público promovê-lo para a defesa dos interesses individuais, difusos ou coletivos relativos à infância e à adolescência, requisitando diretamente de órgãos públicos e particulares as necessárias informações e documentos.

  • D.

    Se o Ministério Público convencer-se da inexistência de fundamentos para propor ação civil, deverá promover o arquivamento dos autos do inquérito civil, submetendo a promoção à análise do juiz certo para a causa.

  • E.

    Promovido o arquivamento dos autos do inquérito civil pelo Ministério Público, dessa decisão não cabe reexame necessário nem recurso, salvo por parte das associações legitimadas para a ação civil pública correspondente.

Sua resposta é:
Questões de Direito Processual Penal Ação Civil
Ano: 2010, Banca: EXAMES & CONSULTORIA, Concurso: Prefeitura de Itapororoca - PB, Cargo: Procurador Jurídico

É inquestionável a interpenetração entre a esfera penal e a cível, notadamente a subordinação exercida pela justiça penal tornando certa a obrigação de reparar os danos, bem como os reflexos advindos da decisão absolutória. Assim, assinale a alternativa que apresenta hipótese que inviabiliza a deflagração da ação civil reparatória:

  • A.

    restar provada a inexistência do fato

  • B.

    não constituir o fato infração penal

  • C.

    existir circunstância excludente de ilicitude

  • D.

    existir circunstância excludente de culpabilidade

  • E.

    não existir prova suficiente para a condenação

Sua resposta é: