Um homem de setenta anos de idade, cardíaco, portador de...

Um homem de setenta anos de idade, cardíaco, portador de hipertensão arterial sistêmica (HAS), fora encaminhado para grupo de apoio coordenado por um médico e um psicólogo no centro de saúde próximo à sua casa. Desde o diagnóstico, faz atividade física regular sob supervisão e participa de rodas de conversa criadas pela vizinhança. Faz boa parte das atividades sem necessidade de auxílio. Em situações que exigem maiores esforços ou deslocamentos, sempre pode contar com os filhos ou mesmo com os netos: “Eles estão sempre comigo. Me sinto vivo. É muito importante sentir que sou querido e amado. Eles me dão o sentido de viver e continuar lutando!” (sic)

No que se refere a esse caso clínico, aos aspectos psicossociais da velhice e ao adoecimento no idoso, julgue os itens subsequentes.

As rodas de conversa das quais esse homem participa não constituem estratégia de enfrentamento.
  • C. Certo
  • E. Errado
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

A lei de registros públicos (lei 6.015/73) NÃO se aplica ao:

Resolva a questão aqui ›


A respeito da anatomia e fisiologia da pele, assinale a opção correta.

Resolva a questão aqui ›


No que diz respeito à questão social e aos direitos de cidadania, julgue os itens que se seguem. No que diz respeito à abordagem da questão social, o fenômeno conhecido como refilantropização está associado a iniciativas universais de atenção às necessidades básicas, desenvolvidas com o apoio de entidades sociais e estabelecedoras de direitos para os que por ela são beneficiados.

Resolva a questão aqui ›