A FUNAI ajuizou ação contra o proprietário de imóvel...

A FUNAI ajuizou ação contra o proprietário de imóvel rural lindeiro ao seu com a intenção de ser indenizada pelos danos decorrentes de incêndio iniciado nessa propriedade vizinha, ocasionado pela prática de queimada de palha de cana-de-açúcar. A FUNAI demonstrou que o fogo alcançou instalações de uma fazenda que ela utilizava para proporcionar qualificação em trabalho rural e extrativismo aos indígenas. Por sua vez, o MP, em razão desses fatos, ajuizou ACP em que objetivava a recomposição das áreas de reserva legal e o pagamento de indenização pelo dano ambiental. O réu alegou ilegitimidade passiva porque o fogo fora ateado por arrendatário de sua fazenda e, no mérito, alegou, ainda, ausência de dolo ou culpa de sua parte e que detinha autorização, pelo órgão competente, para efetivar a queimada da palha.

Acerca dessa situação hipotética, assinale a opção correta.

  • A. A alegada autorização para a queima da palha de cana-deaçúcar é nula diante da proibição, expressa no Código Florestal, do uso de fogo para se erradicar vegetação.
  • B. Caso seja comprovado que o arrendatário realizou a queimada, deve ser afastada a responsabilidade do réu em ambas as ações.
  • C. Na ACP, haverá responsabilização objetiva, o que não ocorre com a ação ajuizada pela FUNAI.
  • D. Os danos patrimoniais sofridos pela FUNAI caracterizam-se como dano ambiental por ricochete.
  • E. O pedido de indenização na ACP tem de ser subsidiário ao pedido de recomposição in natura, por ser a recomposição o principal interesse da tutela ambiental.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Uma pessoa, desejando fazer uma pintura em um muro vertical, apoia uma escada reta nesse muro em um ponto localizado a 2 metros do solo. Sendo o terreno horizontal e o ângulo formado entre a escada e o plano do solo 30o, pode-se afirmar que o comprimento da escada é:

Resolva a questão aqui ›


O verbo “haver” em “que haviam desaparecido no Rio Amazonas” aparece flexionado estabelecendo concordância com o sujeito a que se refere. De acordo com a ideia indicada pelo verbo “haver” a concordância está de acordo com a norma padrão em:

Resolva a questão aqui ›