Julielson, técnico do CNMP, está conduzindo seu veículo,...

Julielson, técnico do CNMP, está conduzindo seu veículo, em missão, mantendo velocidade de 25 km/h, em uma via urbana arterial sem sinalização regulamentadora, objetivando observar a numeração das casas. Nesta via não existe qualquer irregularidade, impedimento ou condição que demande operações de trânsito especiais ou redução de velocidade. Nestas condições, Julielson está
  • A. dirigindo de forma irregular, pois a velocidade mínima permitida para esta via é de 40 km/
  • B. descumprindo as disposições do Código de Trânsito Brasileiro, pois ele poderia circular com velocidade mínima de 30 km/h.
  • C. cumprindo o disposto na legislação vigente, pois não há definição de velocidade mínima para vias urbanas arteriais.
  • D. dirigindo de forma regular com a legislação vigente, pois a velocidade mínima permitida para esta via é de 20 km/h.
  • E. correto em relação à legislação vigente, pois está acima da velocidade de segurança estabelecida para esta via, segundo o Código de Trânsito Brasileiro.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Questões extras

Cinquenta prisioneiros de uma ala são numerados de 1 a 50. O guarda chama aleatoriamente, após sorteio, um prisioneiro e vê que o número dele é múltiplo de 4 e de 6. O prisioneiro retorna à ala de detentos, e novamente o guarda chama aleatoriamente (por sorteio) um prisioneiro. Qual é a probabilidade de o número desse prisioneiro ser, agora, um múltiplo de 4 ou de 6?

Resolva a questão aqui ›


É um instrumento para ser introduzido em um canal ou uma cavidade para fins propedêuticos (determinar a presença de estenose, corpo estranho ou uma outra situação mórbida). Pode ser fina e flexível para explorar ou dilatar um canal natural ou rígida, geralmente com uma extremidade pontiaguda, para separar tecidos de dissecação (BRUNNER & SUDDARTH,1999). Referimonos a:

Resolva a questão aqui ›


Um homem com 55 anos de idade procurou um serviço de saúde, queixando-se de tenesmo e sangramento retal. Ao exame proctológico, foi detectado no reto um tumor vegetante e ulcerado, que media aproximadamente 5 cm. A porção mais distal do tumor estava a 7 cm da margem anal. Ao exame anatomopatológico, foi confirmado que se tratava de adenocarcinoma. O paciente, após avaliação clínica e estadiamento com exames de imagem, foi submetido a radioterapia pré-operatória e, 4 semanas após o término da radioterapia, foi operado. A operação realizada foi uma ressecção anterior com excisão total do mesorreto, seguida de anastomose colorretal baixa, com bolsa colônica e ileostomia em alça.

Julgue os itens a seguir, relativos à situação hipotética apresentada acima.

A drenagem da cavidade abdominal e da pelve, no caso descrito, não reduz as taxas de infecção do sítio cirúrgico.

Resolva a questão aqui ›