Questões sobre Epidemiologia e Saúde Coletiva

Saúde Pública - Epidemiologia e Saúde Coletiva - GUALIMP - 2020 - Prefeitura de Quissamã - RJ - Medicina Cirurgia Vascular

No Acolhimento de uma Unidade de Saúde compareceram os pacientes descritos abaixo com as respectivas doenças:

1. Homem, 21 anos: Cólera.

2. Mulher, 35 anos: Febre amarela.

3. Criança, 11 anos: Escarlatina.

4. Homem, 50 anos: Tuberculose.


Com base nas disposições da Portaria Nacional que normatiza a notificação de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde, é correto afirmar que:

    A) A Escarlatina é doença de notificação compulsória semanal.
    B) A Cólera é doença de notificação compulsória imediata.
    C) Apenas a Tuberculose e a Febre amarela são doenças de notificação compulsória.
    D) A Febre amarela é doença de notificação compulsória semanal.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Saúde Pública - Epidemiologia e Saúde Coletiva - GUALIMP - 2020 - Prefeitura de Quissamã - RJ - Medicina Cirurgia Vascular

Em termos gerais, os indicadores são medidas-síntese que contêm informação relevante sobre determinados atributos e dimensões do estado de saúde, bem como do desempenho do sistema de saúde. Vistos em conjunto, devem refletir a situação sanitária de uma população e servir para a vigilância das condições de saúde. (Opas, 2008)

Em relação ao indicador “Taxa bruta de mortalidade”, é incorreto afirmar que:

    A) As taxas brutas de mortalidade padronizadas permitem a comparação temporal e entre regiões.
    B) O uso de dados de mortalidade derivados de sistemas de registro contínuo está condicionado a correções, devido à subenumeração de óbitos, frequente em áreas menos desenvolvidas.
    C) A taxa bruta de mortalidade não é influenciada pela estrutura da população quanto à idade e ao sexo.
    D) Contribui para estimar o componente migratório da variação demográfica, correlacionando-se o crescimento vegetativo com o crescimento total da população.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão:

Saúde Pública - Epidemiologia e Saúde Coletiva - GUALIMP - 2020 - Prefeitura de Quissamã - RJ - Medicina Cirurgia Vascular

A operacionalização da vigilância epidemiológica das doenças imunopreveníveis compreende um ciclo de funções específicas e intercomplementares, desenvolvidas de modo contínuo, permitindo conhecer o comportamento da doença ou agravo selecionado como alvo das ações, para que as medidas de intervenção pertinentes possam ser desencadeadas com oportunidade e eficácia.


Sobre estas doenças, analise as afirmativas abaixo:


I. O Sarampo é uma doença viral, infecciosa aguda, potencialmente grave, transmissível, extremamente contagiosa e bastante comum na infância. É uma doença com distribuição universal, com variação sazonal. Nos climas temperados, observa-se aumento da incidência no período compreendido entre o final do inverno e o início da primavera. Nos climas tropicais, a transmissão parece aumentar depois da estação chuvosa.

II. A transmissão da Poliomielite ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar). A falta de saneamento, as más condições habitacionais e a higiene pessoal precária constituem fatores que favorecem a transmissão do poliovírus.

III. A Tuberculose afeta exclusivamente os pulmões. É uma doença de transmissão aérea: ocorre a partir da inalação de aerossóis oriundos das vias aéreas, expelidos pela tosse, espirro ou fala de doentes com tuberculose pulmonar ou laríngea. Somente pessoas com essas formas de tuberculose ativa transmitem a doença.


Estão CORRETAS as afirmativas:

    A) Somente I e II.
    B) Somente II e III.
    C) Somente I e III.
    D) I, II e III.
Clique em uma opção abaixo para responder a questão: